Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

vgBR | 22 de fevereiro de 2019

Ir para o topo

Topo

Sem Comentários

Análise – Valkyria Chronicles Remastered

Análise – Valkyria Chronicles Remastered
David Signorelli

Review

Ótimo RPG de Estratégia

Valkyria Chronicles Remastered é um excelente remaster e um dos melhores jogos do gênero. Além dos novos gráficos inclui todos os DLCs que foram lançados no original.

Lançado originalmente para PlayStation 3 como título exclusivo da plataforma, Valkyria Chronicles surge novamente como Valkyria Chronicles Remastered para PS4 apresentando diversas melhorias gráficas e com troféus, algo tão esperado pelos donos do original.

O jogo foi anunciado junto com uma pseudo-sequência chamada Valkyria: Azure Revolution (também exclusivo de PS4).

A SEGA está realmente empenhada em dar nova vida a essa incrível franquia com uma oportunidade para conquistar novos fãs e também agradar aos antigos fãs que poderão curtir a saga em alta definição.

Gráficos

A parte mais esperada de um remaster é sempre a parte gráfica e aqui o tratamento dado foi de muito bom gosto.

O original usava uma tecnologia chamada CANVAS (que era também o nome da engine), fazendo as texturas se assemelharem a uma pintura em aquarela, algo que em movimento fazia Valkyria Chronicles parecer um desenho animado.

As alterações no remaster foram uma melhoria na qualidade das texturas, subindo a resolução de 720p para 1080p e uma melhoria geral na qualidade de imagem(tudo mais limpo). A mudança principal no entando ficou por conta da taxa de quadros que saiu dos 30 para os 60 frames por segundo. Alguns efeitos de luz foram melhorados mas não chega a ser nada drástico, já que o original era um jogo muito bonito.

O maior problema fica por conta das cutscenes que continuam com a qualidade do original de PS3 visto que são vídeos pre-renderizados. Infelizmente a equipe responsável pelo remaster não se deu ao trabalho de refazê-las. As cenas não deixam de ser belas mas é notável a diferença gráfica quando você sai do jogo e vê aquela imagem serrilhada, de resolução inferior, desagradando os mais exigentes.

Valkyria Chronicles_20151218093807

Som

Hitoshi Sakimoto aqui apresenta um dos seus melhores trabalhos, rivalizando inclusive com Final Fantasy Tactics. Suas faixas se encaixaram como uma luva em Valkyria Chronicles, trazendo músicas com uma atmosfera pesada digna de uma guerra e pouco melodiosas que ajudam a manter um ritmo de batalha sem enjoar.

Por outro lado, os efeitos sonoros não se destacam. As explosões mereciam um atenção especial e o jogo passa a impressão de que usou SFX mais abafados para justificar as onomatopéias na hora dos disparos de tiros ou mesmo de uma granada.

A dublagem é de tirar o chapéu. Os dubladores de Rosie, Alicia, Selvaria e Maximillian são os destaques com interpretações muito convincentes de seus respectivos papéis. Realmente uma das atuações mais marcantes já vistas em um sRPG.

valkyria chronicles

Gameplay

Valkyria Chronicles apresenta um sistema de combate entitulado BLiTZ (Battle of Live Tactical Zones ou algo como Batalhas de Zonas Táticas ao Vivo). Entre os turnos o jogador tem uma visão aérea do mapa e pode escolher qualquer um de seus soldados para fazer uma ação que custa 1 AP. Não existe turno fixo por soldado e o jogador que tem que determinar o movimento de cada um visto que pode usar todo o AP para movimentar um único personagem em detrimento de sua barra de stamina. O ideal é sempre tentar achar um balanço.

Os mapas são os mais variados possíveis; existem muitas elevações, armadilhas, passagens secretas, etc… e mais para frente o jogo terá batalhas que podem durar até 1 hora. Muitas surpresas aguardam os jogadores em combates desafiadores. Se estiver pouco preparado, podem acabar perdendo o combate facilmente.

valkyria chronicles remastered (6)

Existem 5 classes e todas elas são extremamente úteis, em especial a classe Scout que tem uma stamina consideravelmente maior que as das outras classes possibilitando um fácil reconhecimento de território e explorando áreas mais escondidas,

Entre as grandes missões existe a possibilidade de evoluir seu time através das Skirmishes que nada mais são que treinamentos, é recomendado fazer pelo menos 1 vez cada uma delas para melhorar a parte administrativa da base tais como evolução de armas, fundos de guerra e tudo relacionado a pesquisa e desenvolvimento.

valkyria chronicles remastered (8)

História

Se eu fosse resumir a história desse game seria algo como uma “segunda guerra mundial alternativa num mundo de fantasia”. No ano de 1935 E.C., o continente da Europa é dominado por 2 superpoderes: Aliança Imperial da Europa do Leste e a Aliança Democrática também conhecida como Federação do Atlântico no Oeste.

A economia desses poderes depende de um mineral chamado Ragnite que tem se tornado cada vez mais raro e com isso uma guerra é iminente visto que a Aliança Imperial deseja tomar controle do escasso Ragnite existente.

O herói do jogo, Welkin Gunter se vê forçado a lutar depois de um conflito em uma das regiões onde a guerra começou, nessa situação ele conhece Alicia Melchiott que faz patrulha nessa área. É uma história de muita dor e sofrimento, Welkin e Alicia irão conhecer diversas pessoas que passaram a ter que lutar pela sobrevivência mesmo não sendo soldados. O roteiro é muito bem escrito e prende o jogador até a sua emocionante conclusão.

valkyria chronicles remastered (9)

Veredito

Temos aqui um excelente remaster que além dos novos gráficos também inclui todos os DLCs que foram lançados no original. Muita gente acabou deixando esse título passar mas agora com essa repaginada e um preço mais acessível, Valkyria Chronicles Remastered é uma ótima pedida e um dos melhores jogos do gênero.

David Signorelli

David Signorelli

Amante de jogos japoneses, foi responsável por derrotar os Weapons de Final Fantasy VII que iriam afundar a Ilha da Rainha da Morte, conhecida como Florianópolis. Se arrepende disso até hoje.