Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

vgBR.com | 15 de outubro de 2018

Ir para o topo

Topo

Um Comentário

Análise – Call of Duty: Infinite Warfare

Análise – Call of Duty: Infinite Warfare

Review

Call of Duty no espaço

Call of Duty: Infinite traz 3 diferentes jogos em um. Uma campanha futurista um modo multiplayer e o modo Zombies que é uma das experiências coop mais legais que já jogamos. E o remaster de COD 4 é a cereja no topo desse bolo.

Call of Duty: Infinite Warfare é a mais nova entrada na famosa franquia da Activision. O jogo foi produzido pela Infinity Ward, o mesmo estúdio do aclamado Call of Duty 4: Modern Warfare, que inclusive foi totalmente remasterizado e inserido numa edição especial de lançamento de Infinite Warfare, a Legacy Edition.

Você está pronto para salvar a Terra?

Depois de jogar Titanfall 2 e Battlefield 1, dois FPSs de tirar o fôlego, realmente não sabia o que esperar de Infinite Warfare que até então mostrava-se uma incógnita com o trailer de estréia do game sendo um dos vídeos com mais votos negativos na história do Youtube.

Com ambos concorrentes ainda bem frescos na minha cabeça, coloquei minhas mãos no novo CoD.

E quer saber? Que campanha senhores! Esse é o melhor Call of Duty que lembro desde o primeiro Black Ops. Com certeza é foi o modo campanha mais ousado desde o Modern Warfare e o que trouxe mais novidades pra série até agora.

Além dos clássicos tiroteios dessa vez temos direito a fuzilamentos no espaço com naves espaciais e também a missões extras e bastante customização de loadouts dando opções para todos os estilos de jogadores.

Foram 10 horas intensas de tiros e voos alucinantes com direito a enredo e cinematografia de primeira. A versão de PS4 roda com muita fluência mantendo a taxa de quadros cravada em 60 FPS durante toda a campanha. A direção artística e os diretores de som fizeram um trabalho primoroso nesse game e acredito ter visto algumas das cutscenes mais impressionantes da vida.

cod-infinite-warfare-9

Não, não é uma tela de Halo ou Mass Effect. Isso é Call of Duty mesmo

Quase dez anos atrás…

Call of Duty 4: Modern Warfare era lançado, o último título numerado da série e um grande marco na história dos FPS. Quem jogou na época sabe o significado desse game para a indústria.

Agora incluso como um presente na versão Legacy, eles remasterizaram toda parte visual e sonora do game e mantiveram todas as mecânicas de jogo intactas, incluindo fases-inferno como One Shot One Kill e No Fighting in the War Room no Veteran.

Graficamente é um senhor remaster, mas o que se sobressaí é o mesmo que me encantou em 2007: a revolução no gênero FPS em todos os sentidos. O jogo continua excelente e o trabalho feito em cima dos gráficos deixou a experiência ainda melhor. Vale a pena ser rejogado.

Se há algo pra falar mal? O jogo só está disponível com a edição especial mais cara de Infinite Warfare, o que infelizmente vai limitar o acesso dessa experiência para alguns dos fãs. Esperamos que a Activision disponibilize o game para venda separada futuramente, pois é um título que merece ser jogado por todos os fãs de FPS.

Online em dobro

Infinite Warfare foi uma releitura do que fez sucesso em Black Ops III mas nem todas as mudanças foram para melhor.

Infelizmente o modo multiplayer decepciona em não ter nenhuma grande novidade. Esse é sem dúvidas o modo mais importante da série para a maioria dos jogadores.

O jogo ficou mais bonito e roda tão bem quanto os anteriores, mas as novidades da campanha infelizmente ficaram lá. Gostaria de ter visto mais ousadia.

cod-infinite-warfare-1

De toda forma continua tendo um belo multiplayer com muita customização e excelente senso de progresso. Os maiores fãs provavelmente nem vão se incomodar com a falta de novidades, já que CoD é sempre uma boa pedida para perder horas, dias ou meses online com os parças.

Se você pegou a Legacy Edition a boa novidade é que o Multiplayer do remaster também está disponível e é idêntico e tão viciante quanto o do original. Vale a pena ser rejogado para deleites nostálgicos.

E o coop?

Pela primeira vez a Infinity Ward traz o modo Zombies, que antes era exclusivo dos CoDs da Treyarch. E eles acertaram em cheio produzindo o melhor modo Zombies da série.

O acerto aqui se deve a terem se desligado completamente da seriedade e realismo. Esse modo se passa num parque de diversões dos anos 80 e é apresentado com uma temática de cartoon totalmente diferente da campanha, dando aos jogadores a liberdade de escolher as formas mais divertidas de destroçar zumbis.

Se você gosta de algo descompromissado e relaxante para brincar com seus amigos não deixe de experimentar esse modo que permite até 4 jogadores simultâneos.

3124017-codinfinitewarfare_mprig_warfighterConcluindo

Call of Duty: Infinite Warfare é uma excelente adição à franquia e 3 diferentes jogos em um. Uma campanha futurista que leva a série a outro patamar lembrando muito um filme de ação sci-fi dos anos 80. Um modo multiplayer que não inova muito, mas é sólido e divertido. E o modo Zombies que é uma das experiências coop mais legais que já jogamos.

Além disso a Legacy Edition oferece o bônus da Campanha e multiplayer de Call of Duty 4 totalmente remasterizados.

No geral Infinite Warfare apagou a má impressão de Call of Duty: Ghosts e foi um trabalho mais caprichado da Infinity Ward.

Prós

  • Campanha inspirada mudando os rumos da série
  • Voar é uma coisa maravilhosa
  • Modo Zombies é o melhor e mais divertido até hoje
  • O remaster de Call of Duty 4 ainda é um jogo tão bom quanto há 10 anos atrás

Contras

  • Multiplayer poderia ter mais novidades e mais personalidade como a campanha
  • Versão de PC não é 100% e sofre com alguns bugs de performance, principalmente no remaster
  • O remaster de Call of Duty 4 poderia ser vendido separadamente
Danilo Morim

Danilo Morim

É Rhazo como um Pires ou A Voz da Rhazão? Trabalha como gamer e dorme com o controle na mão.