Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

vgBR | 25 de maio de 2019

Ir para o topo

Topo

Sem Comentários

2Dark – Análise

Review

Do criador de Alone in the Dark

2Dark é uma experiência imersiva e intrigante, onde você é um justiceiro que salva crianças das mãos de lunáticos. Os gráficos poderiam ser melhores.

2Dark é um game de suspense e aventura em visão isométrica desenvolvido pela Gloomywood e distribuído pela Bigben Interactive.

O jogo é uma experiência idealizada por Frédérick Raynal criador de Alone in the Dark e está disponível para Xbox One, PS4 e PC.

Lembro ainda criança de me intrigar com os mistérios de Scooby-Doo, tanto no desenho animado quanto no game de Mega Drive, e 2Dark me trouxe uma experiência similar, onde angústia e ansiedade andam de mãos dadas e qualquer passo em falso pode acabar com toda a trama.

No game acompanhamos uma série de desaparecimentos e raptos de crianças na cidade de Gloomywood, e cabe ao amargurado ex-detetive Sr. Smith resolver o problema por conta própria e salvar as crianças raptadas. 2Dark tem uma história bem desenvolvida com personagens profundos e intrigantes. O próprio Sr. Smith tem um trágico início em um prólogo assustador, criando um background para o protagonista e uma motivação para fazer justiça. Isso não é exclusividade dele mas também os personagens e os possíveis inimigos são bem desenvolvidos, todos com linhas de diálogos intrigantes e detalhes que nos farão desconfiar ou decidir acreditar em suas palavras.

O gameplay me lembrou os antigos point-and-click, porém temos a movimentação livre e explorar cada pedaço do cenário é crucial aqui. Um ponto positivo é que o game não te carrega pela mão. Você está literalmente livre para o bem e para o mal e avançar depende unicamente da exploração. Como o nome indica, 2Dark utiliza uma mecânica de luz interessante. A escuridão está presente a todo momento e a luz (seja por lanternas, isqueiro ou velas) está de auxilio e de ruína também. Andar no escuro é perigoso mas na hora que o bicho pegar a luz do isqueiro pode te entregar para o mais terrível algoz.

Os itens são extremamente escassos e isso dificulta bastante a experiência e a torna interessante. Também é cruel o sistema de consequências, onde uma escolha mal tomada pode acarretar em acontecimentos impiedosos. Assim como em Dark Souls por exemplo, todo NPC pode ser morto e eu mesmo matei uma pessoa inocente simplesmente por estar afobado e sob pressão.

A maior parte do tempo (e isso é bem importante para quem irá decidir se compra ou não) em 2Dark será gasta resgatando as crianças e levando-as até um certo ponto. Porém são crianças e irão se comportar como tal e deixá-las sozinhas por muito tempo pode acarretar em choros que irão revelar sua posição. Muita gente pode não gostar dessa mecânica de ficar de olho em um NPC indefeso o tempo todo, então é importante frisar que aqui nesse game a maior parte das mecânicas são pensadas para esse estilo.

Os gráficos são o ponto mais fraco do game. Uma produção desse nível de detalhes e enredo interessantes ter um gráfico assim é triste. Ele claramente tem referências de games antigos como Monkey Island, mas é mal feito e a modelagem dos personagens beira o horrível. Isso me desagradou e quase me fez desistir de 2Dark assim que iniciei o mesmo, mas admito que passadas algumas horas eu estava mais interessado em me esconder e não morrer do que com o tamanho da cabeça do personagem. Os cenários porém são bonitos, desenhados a mão e com um nível de detalhe e esmero sem igual.

O jogo está totalmente localizado em português, com todas as linhas de diálogos, documentos, e até o programa de tv passando ao fundo, o que é ótimo para os gamers brasileiros.

2Dark é uma experiência imersiva e intrigante onde você é um justiceiro que salva crianças das mãos de lunáticos. Se esconder e morrer são coisas que o jogador vai ter que se acostumar a fazer.

Pontos Positivos

  • Enredo intrigante
  • Game difícil com itens escassos
  • Localizado em português

Pontos Negativos

  • Gráficos e modelos fracos
Pedro Kakaz

Pedro Kakaz

Pedro Kakaz é apaixonado por Dark Souls, eterno hero of time, jogador de Dota que ama o trabalho que faz.