Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

vgBR.com – Videogames Brasil | 21 de setembro de 2017

Ir para o topo

Topo

Sem Comentários

Aven Colony – Análise

Pedro Kakaz

Review

Simulador de colônia espacial

Aven Colony é competente, cheio de conteúdo e possui detalhes incríveis. Um simulador interessante que deve ser visitado pelos fãs do gênero.

Aven Colony é um game de simulação e estratégia em visão isométrica desenvolvido pela Mothership Entertainment LLC e distribuído pela Team17 Digital Ltd, disponível para PS4, Xbox One e PC.

Construir e administrar uma cidade não é novidade pra ninguém. Sim City criou e consolidou um gênero de simulação já consagrado no mercado. Mas e se fossemos capazes de construir um novo assentamento de humanos em um planeta alienígena? Administrar e lidar com os problemas que só um planeta diferente e hostil pode oferecer? É nisso que Aven Colony aposta.

No game estamos no planeta Aven Prime e temos como missão criar uma colônia de humanos e gerenciar todos os tipos de recursos possíveis para tornar a vida lá não só viável mas também agradável. Você controla tudo sob uma visão geral e o jogo te trata como o líder de uma missão importantíssima e cabe a você manter tudo em ordem. Dito isso não espere linhas de diálogos, cutscenes e personagens carismáticos, pois isso tudo é inexistente aqui.

Para ser honesto nunca gostei da visão isométrica nesses games pois acho pouco imersivo e muito difícil de dar peso nos acontecimentos, mas essa câmera é essencial aqui e funciona perfeitamente para o que se propõe. Logo no início somos apresentados a mecânica do game que é muito similar a Sim City mas original a seu modo. Aqui temos que gerenciar coisas que na Terra são básicas e não exploradas nos outros games, como nível de oxigênio da colônia por exemplo. Muitos dos recursos e construções são basicamente evoluções dos outros games desse gênero, então você terá que trabalhar recurso de comida e água, não só quantidade e qualidade mas diversidade também, afinal ninguém é feliz comendo só milho o tempo todo não é mesmo? Energia através dos painéis solares, trabalhadores e etc.

O que é extremamente interessante no game é que não ordenamos apenas que as construções sejam feitas mas temos que organizar todo um esquema de trabalho e ficar atento em todos os setores, se estão funcionando de acordo, quantos trabalhadores estão ali, se eles estão felizes e satisfeitos com seu cargo na colônia, reparar o que for danificado e atualizar sempre que possível. Outra coisa que achei demais foi que como a maior parte da energia é gerada através de painéis solares e estamos em um planeta alienígena onde o Sol funciona a sua maneira, temos períodos noturnos longos que devem ser levados em conta. Por isso armazenar energia é fundamental e faz com que não gastemos todos os recursos construindo tudo que der como nos outros games. Aqui uma falha na estratégia pode comprometer toda a missão.

A cereja do bolo são as adversidades com tempestades de raios, erupções instantâneas e invernos congelantes sendo apenas alguns dos empecilhos dos colonos. Ou melhor, quando estamos com tudo organizado e orgulhosos do nosso serviço, nos deparamos com os donos da casa. Vermes imensos invadem nossa cidade, criaturas tóxicas deixam os colonos doentes e muito mais. É surpreendente e divertido ter que lidar com situações extremas de diversas naturezas e cabe a você administrar isso e reparar os danos, sem gastar energia, mantendo as pessoas satisfeitas e pensando ainda no futuro. A imersão é genial. O game ainda possui alguns segredos que podem ser explorados no modo individual pra quem quiser mergulhar mais afundo em Aven Prime, um planeta a anos luz da Terra que guarda suas particularidades.

Os gráficos não são fantásticos, mas também não deixam a desejar e vegetação, deserto, ártico, são mostrados com muito bom gosto. As construções achei meio genéricas, mas como disse nada que atrapalhe o andamento do game. As criaturas são modeladas de forma competente, os efeitos de luz e sombra são nada mal também. Da mesma forma a trilha do jogo não arranca o fôlego e tampouco é memorável, mas não é algo que incomode a ponto de mutar as músicas. Nesses aspectos o game é mediano em tudo.

Vale lembrar que o jogo não está disponível em português e isso é péssimo para um jogo que é metade leitura e montagem de estratégias de sobrevivência. Se você não estiver com o inglês em dia pode passar dificuldade, ainda mais levando em conta que o game conta com um vocabulário todo específico futurista.

Aven Colony é um game interessante que deve ser visitado pelos fãs do gênero. Como simulador é competente, cheio de conteúdo e possui detalhes incríveis.

Pontos Positivos

  • Rico em detalhes
  • Diversão e desafio na medida certa

Pontos Negativos

  • Gráficos medianos
  • Trilha sonora pouco marcante
  • Apenas em inglês
Pedro Kakaz

Pedro Kakaz

Pedro Kakaz é apaixonado por Dark Souls, eterno hero of time, jogador de Dota que ama o trabalho que faz.