Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

vgBR.com | 15 de novembro de 2018

Ir para o topo

Topo

Um Comentário

Monster Hunter World (PC Steam) – Análise

Monster Hunter World (PC Steam) – Análise
Danilo Morim

Review

Nota
9
9

A versão definitiva

Melhores gráficos, jogabilidade e performance, além de ser mais barato e não ter que pagar assinatura para jogar online. Não é jogo para qualquer um, mas aqueles que investirem terão uma das melhores experiências que os videogames tem a oferecer.

Monster Hunter World é um Action RPG e o reboot da franquia que é famosa nos portáteis. O game foi desenvolvido e publicado pela Capcom e é um dos maiores lançamentos desse ano e também da história da companhia japonesa e agora chega ao PC.

No começo do ano fizemos uma análise completa do game, a qual recomendo a leitura se você quiser saber mais sobre a experiência de jogo. Nessa análise vou focar nos aspectos técnicos e vantagens da versão de PCs.

NOVO MUNDO

Antes de começar só quero deixar claro que, para mim, Monster Hunter World é um dos melhores jogos que joguei nessa geração e efetivamente o que tenho mais horas dos que joguei em 2018.

Agora indo ao que interessa, que é como ficou o port para PCs, tenho que dizer que graficamente é uma grande evolução sobre os consoles padrão que receberam o game no começo do ano. Pelas minhas comparações com a versão de PS4 pude perceber melhorias como efeitos visuais mais complexos e texturas bastante melhoradas. Mas as principais diferenças entre a versão de PC e a do PS4 são as que tangem a performance do game.

Os loadings são muito menores no PC e ter a possibilidade de rodar o game com taxas de quadro superiores traz uma nova dinâmica ao e muito mais precisão aos comandos do jogador.

No Ultra a qualidade dos assets, os efeitos, a modelagem e a iluminação sobre os diversos materiais são bem melhores que nos consoles. A dublagem, as cutscenes, os efeitos sonoros e as músicas não mudaram nada, ou pelo menos eu não consegui perceber melhorias ou mudanças substanciais.

A parte ruim é que infelizmente para rodar o jogo de forma decente você precisará de um hardware de última geração ou terá que fazer alguns sacrifícios na parte visual. Eu tenho 2 PCs, ambos com processadores Intel e NVIDIA. A mais potente é uma configuração com processador Core i7 e GeForce GTX 1070 Ti e a mais “fraca” com processador Core i5 e GeForce GTX 970.

Na 1070 o jogo aguenta tranquilamente 1080@60, agora pra 4K ele pede arrego e vários sacrifícios tem que ser feitos, principalmente na taxa de quadros. Na 970 só testei com resolução Full HD e nem no médio o jogo consegue manter 60 FPS cravados. Acredito que essa questão técnica tenda a melhorar conforme novos patches forem sendo lançados e outros ajustes mais profundos sejam liberados pelos nossos amigos modders.

Os principais pontos, que são a mecânica de jogo e a ambientação estão intactas e continuam espetaculares. Os cenários estão bastante diversificados e condizentes com a ambientação, o visual dos monstros, das armaduras e das armas são muito bem feitos e variados e a melhoria nos gráficos realçam ainda mais essas qualidades.

Tudo isso dito, a versão de PC é a melhor disponível. Tanto por oferecer mais qualidade visual e performance de jogo como por ser a versão mais barata no Brasil, sem custos de assinatura para jogar online. Monster Hunter não é série e nem jogo para qualquer um, mas para aqueles que abrirem seu coração terão uma das melhores experiências que os videogames tem a oferecer.

O BOM

  • Monster Hunter World é o melhor versão da franquia para plataformas não portáteis
  • A jogabilidade no PC é espetacular e a melhor da série, ainda mais com frame rate superior
  • Modo história bem trabalhado é importante para manter e ajudar iniciantes
  • Mapas bem desenvolvidos em cenários lindos e variados
  • Lutas épicas contra monstros épicos
  • Jogo mais barato e online de graça no PC

O RUIM

  • A perfomance é inconstante, principalmente em hardwares mais antigos
  • O conteúdo endgame na minha opinião ainda está devendo e não me fisgou
Danilo Morim

Danilo Morim

É Rhazo como um Pires ou A Voz da Rhazão? Trabalha como gamer e dorme com o controle na mão.