Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

vgBR.com | 24 de Abril de 2018

Ir para o topo

Topo

Análises

Análise: Grand Theft Auto V

4 de outubro de 2013 | 6

Depois de tanto tempo criando expectativas, nos apresentando ao seu mundo e pavimentando seu caminho para se tornar o jogo mais vendido da história, Grand Theft Auto V finalmente está disponível para o público. Porém, enquanto muitos esperavam comprar um jogo qualquer com seus R$200, o que vem gravado no disco é na verdade um pequeno mundo que tem uma vida própria, um mundo que vale a pena ser explorado até o fim. Esse mundo se chama San Andreas. Leia Mais

Análise: Pro Evolution Soccer 2014

3 de outubro de 2013 | 1

Há muito tempo a Konami vinha mantendo seu futebol arroz com feijão no PES, com o padrão conquistado na geração 32 Bits e acrescentando pequenas melhorias. Com isso a série WE/PES acabou perdendo espaço para concorrência nessa geração. Em 2013 a Konami finalmente abriu os olhos e maiores mudanças começaram a ocorrer, e é nítida a diferença que PES2013 apresentou perante a seus antecessores. Entretanto o jogo não ficou tão lapidado e muitas falhas ainda incomodavam os fãs da franquia.

Estava ansioso para o lançamento de PES 2014 e esperava que as falhas apresentadas no game anterior fossem corrigidas, até que veio a grande surpresa: a Konami anunciou que o game seria construído em uma nova Engine. Quando surgiram os primeiros vídeos mostrando a Fox Engine, fiquei muito animado. Graficamente não tinha do que reclamar, dribles maravilhosos, torcida empolgante e animações impressionantes. Leia Mais

Análise: Puppeteer

2 de outubro de 2013 |

Com o avanço dos jogos 3D, o gênero de plataforma 2D perdeu cada vez mais representantes ao longo das gerações. Mas com o advento da distribuição online digital nas redes como a PSN, uma onda de jogos indie mostrou que esses títulos ainda tinham um público fiel. Com isso o gênero voltou a ganhar força e chamar atenção das empresas que resolveram investir em títulos de maior orçamento exclusivos para suas plataformas. É o caso de Puppeteer, exclusivo da Sony para o PlayStation 3, um jogo old school, que trás algumas inovações e um acabamento moderno. Leia Mais

Análise: Killzone Mercenary

10 de setembro de 2013 |

Quando pensamos em um estilo que não se encaixa bem com portáteis, o FPS é disparado a opção escolhida pelos jogadores. A falta de um 2º analógico e botões causariam uma perca significativa na jogabilidade, o que afastava uma grande produção nos aparelhos “on the go”. Leia Mais

Análise: Dragon’s Crown

31 de julho de 2013 | 6

Brawlers ou Beat’em Ups foram jogos que dominaram os anos 90 nos arcades e consoles. A fórmula era bem simples: Geralmente cooperativos, eram games onde dois ou mais jogadores se uniam para enfrentar hordas infinitas de inimigos repetidos, sempre culminando com uma batalha contra um chefe ao final de cada fase.

Com a mudança para o 3D, esses jogos foram perdendo espaço e tornaram-se cada vez mais escassos, até finalmente morrerem de vez. Alguns dirão que foram substituídos ou evoluíram para os Action Games em terceira pessoa, é verdade, mas ainda assim perderam o apelo cooperativo, uma vez que jogos desse gênero tendem mais para o Single Player. Leia Mais

The Last of Us – Análise

10 de julho de 2013 | 3

Desenvolvido pela Naughty Dog e lançado no último dia 14 de Junho, The Last of Us é a mais nova franquia exclusiva da Sony e um dos mais esperados jogos do ano. Mas passada a empolgação do lançamento, será que o jogo é tudo isso mesmo? É o que pretendemos descobrir através dessa análise. Leia Mais

Bioshock Infinite – Análise

3 de Abril de 2013 | 1

Lançado em 2007, Bioshock que seria a sequência espiritual de System Shock 2, foi aclamado tanto pela crítica quanto pelos jogadores como um dos melhores jogos daquele ano. Depois do enorme sucesso do primeiro jogo a 2k (produtora) decidiu transformar a franquia em uma trilogia.

Bioshock Infinite é o 3º e mais aguardado jogo dessa trilogia. É lançado após uma espera de quase 4 anos, sofrendo nesse período de tempo muitas mudanças, tanto de conceituais como gráficas foi lançada.  Será que o jogo alcançou todas as expectativas geradas em torno de si, após tanta espera e mudanças?

Leia Mais

Análise – Gears of War Judgment

20 de Março de 2013 | 2

Chegou neste dia 19 de março de 2013 o mais novo jogo da série Gears of War. Judgment chega como um “prequel” dos acontecimentos do primeiro Gears. Para aqueles que aguardavam ansiosamente esta versão, os que realizaram a pré-venda ou adquiriram a primeira remessa nas prateleiras, Judgment oferece códigos para 2 dias de XBOX Live gratuitos e a primeira versão de Gears of War totalmente gratuita. Simultaneamente, está disponível na Marketplace, o demo multiplayer do game. Leia Mais

Análise – Starcraft 2: Heart of The Swarm

18 de Março de 2013 | 1

Após 2 anos de espera, finalmente foi lançada a segunda parte da trilogia Starcraft 2. Heart of the Swarm, continua a história iniciada em Wings of Liberty.

Seguindo os mesmo moldes do jogo anterior, o segundo capítulo da campanha mostra o lado do conflito pela ótica da raça Zerg. Dessa vez acompanhamos a saga de Kerrigan, a Rainha das Lâminas e líder dos Zergs em sua busca por vingança.

Leia Mais

Prévia: SimCity (Beta)

24 de Fevereiro de 2013 | 3

Recentemente recebemos um convite da EA pra participar de um Beta fechado do novo SimCity para PCs. Foram somente 24 horas de Beta, e com possibilidade de jogar cada cidade por apenas uma hora no máximo, mas apesar disso conseguimos experimentar o jogo o suficiente pra trazer algumas impressões.

Durante as seções de jogo, a maior diferença que notamos entre essa versão e os Sim City antigos, é que aqui, tudo parece muito mais vivo e dinâmico. Em Sim City 2000 ou no mais recente título da série, Sim City 4, sentíamos que tudo era apenas a simulação do que era tecnicamente uma cidade, sem coração, sem amor, trazendo no máximo orgulho em sua arquitetura. Durante esse beta, no entanto, sentimos como se montando algo vivo, uma cidade que adquiria personalidade com o que colocavamos lá. Uma das razões pra essa mudança na percepção da cidade, é que cada morador, ou “sim” é tratado como uma pessoa de verdade, e vai agir como tal, tendo local de trabalho, casa, preferências e exigências com relação a sua administração.

sim city (12)

Leia Mais