Jump to content

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 12/02/2018 in all areas

  1. 6 points
    O caso do Battlefield 5 ficou famoso, resolveram colocar mulheres na frente de batalha na Segunda Guerra Mundial, soldados com implantes, soldados com katana, cabelos punks. Normal que alguns fãs tenham reclamado por considerar que não é historicamente fiel. Houve uma campanha que se baseou em uma história real, que foi conduzida por uma equipe de elite mas no jogo foi realizada por uma mãe e filha. Novamente, críticas normais falando que se quisessem contar uma história de superação de mãe e filha, deveriam ter criado uma história original e não mudado uma que existia. Pode até ter alguns críticos que realmente são misóginos ou machistas, o problema é que a EA e a DICE comprou a briga e considerou todos os críticos como misóginos e desconsiderou que a reclamação não se limitava às mulheres. Um executivo inclusive falou que se não gostou que não compre. E o que aconteceu? Os fãs não compraram Após todo esse problema resolveram se colocar como paladinos e espalhar a narrativa que eles querem inclusão, os críticos são intolerantes. Fizeram um evento com o mote Everyone's Battlefield Outro caso foi de uma desenvolvedora de Guild Wars 2. Ela acusou um fã de machista e querer ensinar ela a como trabalhar e no fim começou a distratar quem discordava dela. O resultado? Ela foi mandada embora, ficou se vitimizando e quis queimar o filme da Arenanet. Sites como Kotaku compraram a narrativa dela, os fãs viram os fatos e tiveram discernimento de que a versão dela era totalmente distorcida. Veja que a pessoa que discordou dela foi extremamente educada. Até reviewers querem lacrar, recentemente o review de Rim World citou que as histórias dos personagens trans eram reducionistas e de muito mau gosto, dando uma nota 73 (86 no metacritics e 89 users review) mostrando que nota foi tirada por isso. Pouco depois o produtor do jogo revelou que as histórias foram enviadas por pessoas trans mostrando as perspectivas deles, não foram escritas por um game writer. https://www.pcgamer.com/rimworld-review/ Vamos lembrar de casos de lacração na indústria de jogos e suas consequências.
  2. 5 points
    Zerei a campanha do Leon e agora to zerando a da Claire e apesar de não poder falar muito por causa do embargo, afirmo que são grandes as chances de GOTY. Tudo muito bem feito. Versão final me surpreendeu muito positivamente. Review sai em breve assim que cair o embargo.
  3. 4 points
    Ninguém nunca deixou de jogar King of Fighters pq tinha viado nele. Normal. O problema é que a militância de supostas causas de minorias foi entonada pela luta de classes dos marxistas ressentidos então tudo agora é uma situação de conflito. Tudo é encheção de saco pois a tônica do discurso revolucionário - algo inventado por gente ressentida - é transformar o mundo no mundo que eles enxergam, ou seja, um eterno conflito de classes. Claro q existe coisa a melhorar na questão moral. Eu cresci vendo racismo em tudo q é lugar e onde melhorou muito por exemplo, embora ainda esteja longe do ideal. Mas essa mistura de discussão moral com marxismo é outra coisa. Eles querem impor culturas. Querem q em Dragon Age vc seja viado. Em mass effect vc seja viado. Pq se for hetero terá q aguentar Cassandras, ou seja, mulher macho, ou qulquer porra do tipo. Tiraram as mulheres bonitas dos jogos da Bioware. E viado tem ódio de muulher. Qualquer psicanalista de boteco sabe diso.
  4. 4 points
    Kotaku seal of aprovement rs. ryo copiou todos meus posts do aventuras. O bf5 chegou ao ponto de colocar um missão realizada por comandos ingleses no norte da noruega onde morreu gente como se fosse realizado pela mãe e filha lá. Como se isso não fizesse qualquer outra mídia ser expurgada pela critica. No meio dos games o pessoal bate palma e chama de inclusão. O resultado é BF5 vendendo menos que o hardline rs. A kotaku avaliou o Darksider 3 chamando a personagem de "Apocalipse horse person" (porque horsewomen ou horsemen é muito anos 80) Não era no mass effect andromeda que não deixava voce criar um personagem branco no editor? (o máximo que dava para chegar era aquele branco queimado de sol :lolmor:) COD WW2 teve alguma coisa também. O roteirista do próximo Dragon age umas semanas atras estava dizendo que o jogo sera "politico" e "celebrara a inclusão". Mas o meu preferido é o Kingdom Come Deliverance. O jogo que, mesmo sendo um dos melhores jogos do ano, foi massacrado pela mídia. Afinal o Vavra é antiPC, acha o gamersgate uma grande bobagem e depois e fazer uma puta pesquisa histórica para o seu produto, se recusou a colocar personagens de minorias num jogo que se passa no meio da bavaria rural no seculo 14 (minoria = negros e gays, porque afinal se voce considerar os Cumans, de certo modo são turcos/hungaros como minoria, a narrativa cai por terra). Se buscar nesses sites mais ativistas era artigo toda semana para malhar o cara e o jogo. Afinal onde já se viu, num jogo que preza pelo realismo não ter negros e gays no meio da Europa rural, mas você pode tomar uma poção de ervas e ficar mais forte, cura ferimentos leve ou salvar o jogo. Nota 60. O resultado: Milhões de copias vendidas e o cara nunca baixou a cabeça. Esse tipo de narrativa da sono de um tal maneira.... O que esses caras não entendem é que ninguém malha se você coloca um personagem lgbtetc. no jogo ou uma mulher num jogo da segunda guerra, desde que seja bem escrito, com contexto e desenvolvimento. A quest do caçador gay do witcher 3 é ótima porque é bem escrita. edit: lembrei de outro aqui... procurem por bullyhunters na internet e riam um pouco lol
  5. 4 points
    Terminei a campanha do Sonic & All-Stars Racing Transformed Collection. Na minha opinião, simplesmente o melhor jogo de Kart dentre todos os jogos do gênero. - Personagens carismáticos de todos os grandes sucessos da SEGA - Cenários incrivelmente bonitos, com design muito bem feito e temáticos dos jogos da SEGA - Skills, power-ups e jogabilidade impecável - Gráficos lindos e sensação de velocidade incrível (4K 60FPS lindos) - Dificuldade bastante desafiadora, inclusive para os mais habilidosos jogadores - Muito conteúdo para desbloquear - Músicas ótimas, além das remixadas de jogos da SEGA "Dá de bucha em Mario's Kart da vida!" Pronto... falei.
  6. 4 points
    Esse negócio de grandes nomes saindo da empresa realmente é preocupante. Sobre o dot já tinha sido postado. È bizarro mesmo. Mas aí tem q ver uma coisa. Se os jogadores incentivarem ela tem mais é q cobrar mesmo. 10 mil reais por jogo. Se tiver gente comprando.. não sei se estou sendo claro. O negócio é prestigiar quem é justo. Overwatch é o jogo mais justo dessa geração nesse sentido. É perfeito, não há nada ali cobrado injustamente. Coisa rara hj em dia.
  7. 4 points
    Sob o ponto de vista "comercial", penso o mesmo. Ela está certa! Mas sob o ponto de vista de "consumidor", acho muito errado vender algo que é parte da interface do jogo. Isso sim me parece muito, mas muito errado. Daqui um tempo vão querer nos vender até as legendas no nosso idioma dentro dos jogos. Mas quem financia este tipo de coisa que é o principal culpado, embora não sejam os únicos culpados.
  8. 4 points
    Acho que o compromisso na verdade, é uma maneira de controlar nosso consumismo desenfreado por Games. A gente precisa dar mais valor ao nosso dinheiro e aproveitar os jogos que a gente compra, de uma maneira mais consciente. Acho que é esse o sentido de "promessa", para muitos de nós.
  9. 4 points
    Tive ambos PS4 e PS4pro e na "minha" experiencia a melhor coisa que fiz foi dar fim a eles. Se a "sua" experiencia é diferente: Que bom Kibon para você.
  10. 3 points
    Atinge nada. Esse é o problema atual. Tudo é "muito fácil" de pegar hype, virar épico e tornar-se o mais aguardado por todos. Ai quando sai vai ver quantos realmente consumiram o produto e pagaram por isso? Aí os produtores maltratam os fãs que consomem, fazendo essas merdas para agradar o público que não consome, mas que cria hype em timeline de facebook. Quem lacra não lucra mesmo.
  11. 3 points
    Geração de moleques mimados que nunca ouviram um não dos pais e querem cagar regra para o mundo.
  12. 3 points
  13. 3 points
    Empresa burra pra caramba, deveria consultar os jenius da administração q tem pelos foruns
  14. 3 points
    novas phoctos Remover curtir
  15. 3 points
    Pessoal está com trauma do Diablo para celular, mas assim que anunciarem Diablo 4 o povo esquece. Activision já tem influência na Blizzard faz tempo, aquela Casa de Leilão no lançamento de Diablo 3 mesmo só pode ter tido o dedo forte da Activision ali.
  16. 3 points
    Overwatch é um dos maiores acertos dessa geração. jogo totalmente honesto que assim como Witcher 3 vale mais do q o preço q vc paga. coisa rara hj em dia. Agora esse negócio do Diablo foi um erro mesmo. Mas estão fazendo muita barulheira por conta disso. Espero q eles façam um Diablo 4 em breve mais parecido com os 2 primeiros e todo mundo fique feliz de novo.
  17. 3 points
    Joguinho pedreira hein. Não lembrava que era desafiador assim.
  18. 3 points
    Eu não entendo porque alguns ainda insistem em fazer boss battles com essa falação do caralho. Pior são as minas parecem estar sendo estupradas com essa gemeção eterna.
  19. 3 points
    Depois do Diablo mobile acho que eles não vão bem é da cabeça mesmo.
  20. 3 points
    Terminei um pouco antes do Átila e concordo com a nota. Inclusive fomos trocando ideias durante a jogada e gravei alguns vídeos. Se estivesse liso tecnicamente esse seria um bom jogo. Nota 8, boas qualidades e poucos/alguns defeitos mecânicos. O grande problema é que o game está lotado de problemas técnicos e ficou evidente que rusharam lançamento. O jogo tem problemas de loading (iniciar, morte e inclusive alguns loads no meio do jogo), framerate(slowdown, stuttering e juddering), clipping, pop-in e vários outros glitchs visuais e na jogablidade que compromentem a experiência de jogo. Achei bem justo essa nota 6,5 mesmo gostando do game. Também daria uma nota entre 6-7. No final daqui uns 6 meses acho que arrumam todas as cagadas e fazem um preço mais competitivo. Se eu fosse rankear a franquia: Darksiders 3 é pior que o primeiro e melhor que o segundo.
  21. 2 points
    Terminei Axiom Verge, outro metroidvania indie de excelente qualidade, uma infinidade de itens, diversos inimigos e chefes maneiros, esse vale muito a pena para quem curte o estilo.
  22. 2 points
    Não, não é aquela versão em HD que tentaram antes no Mugen, mas não terminaram...Mas nota-se que tem qualidade, provavelmente usaram sprites do projeto antigo... essa versão foi feita no Game Maker Download: http://www.mediafire.com/file/fcn8775ordc2i80/Mortal+Kombat+1+HD+Remake+(GameMaker+Prototype).zip Falow!!!
  23. 2 points
    Tá pedindo doações né. Mas se eu tivesse essa skill impressionante com edição de sprites, criaria algo totalmente novo, e não em cima de um game antigo que ainda corre risco de tomar um Cease & Desist.
  24. 2 points
    Eu não posso falar nada de Heroes of Storm. Nunca nem joguei. Agora Overwatch eu posso. E a questão pra mim é a seguinte: Eu respeito o direito de choro do pessoal q é "pro" no jogo, q joga 1 zilhão de horas e ficam aí choramingando por questões q ela disse q faria e não fez ou q fez errado e bla bla bla. Mas como sou jogador casual estou cagando pra essas críticas. Eu tenho amigos viciados em Overwatch. Há 2 anos era uma babação só. E agora vejo gente reclamando.. como se nada q ela tivesse feito antes tivesse valor. Então acho q existe uma diferença entre as lamúrias de jogadores profissionais e do público em geral. Eu como público em geral não posso concordar com críticas à porra da empresa q fez Overwatch. Se o próximo jogo dela for medíocre, ok, mérito de vcs q previram a situação. Se não for... lamento mas é questão de nicho.
  25. 2 points
    Eu desencanei e fui dormir na metade depois do showzinho. Bagulho chato da porra. @vgBR Cody que fez certo de ficar jogando e ignorar completamente.
×