Jump to content

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 01/28/2019 in all areas

  1. 3 points
    É por isso que eu cansei e desisti de jogos de luta. Quando achava que sabia jogar Street Fighter ou Tekken, fui jogar online e tomei um pau tão cabuloso que desisti de jogar online. E esses jogos exigem muita dedicação pra conseguir ao menos jogar alguma coisa.
  2. 3 points
    Li, reli, li de novo e prometi a mim mesmo que não iria comentar, mas não dá... Cara, homossexualidade é tão antiga quanto a humanidade e as pessoas já deveriam ter superado isso. Demoraram muito pra incluir isso na cultura gamer, pq a quantidade de jogadores, programadores e criadores de jogos é muito grande, diversidade tá em todo lugar. Não sou a favor de transformar um personagem que já foi criado hétero "virar" gay só pra agradar uma parcela de fãs, mas tbm não deixo de jogar um jogo pq tem personagens do tipo. Um dos maiores motivos pra inserção de mulheres protagonistas, gays, negros e minorias nos jogos é a discriminação (e dinheiro, claro). Benimaru é um dos maiores exemplos de figura masculina que fazem sucesso com a mulherada do Japão (a maioria são jovens). Andróginos fazem sucesso com elas e nem por isso são gays, e isso pq o cara dá em cima de todas as mulheres da série. Por isso acredito que encheram os games asiáticos de caras de rosto delicado. Cara, viado sempre foi utilizado como algo pejorativo. Não sou do tipo "lacrador" como a galera fala hj em dia, mas quando vc não pertence a um grupo de pessoas diferentes de vc (etnia, sexualidade, religão), muitas coisas podem soar de um jeito mais rude, saca? Um cara gay chama outro gay de viado como se fosse virgula, ou um negro chamar outro de "neguim" é normal. Soa estranho quando a pessoa é de fora, pega mal. Fiquem tranquilos que não quero causar atritos, nem mudar o pensamento das pessoas. Tentem levar a minha opinião numa boa, en ão sou o tipo de pessoa que costuma levantar bandeira pra nada, mas o respeito tá em falta em todos os grupos de pessoas.
  3. 2 points
    Creed 2 - BEM pior que o primeiro, porém, ainda achei legal.
  4. 2 points
  5. 2 points
    Mais SSs do The Vagrant. Esse jogo é bom demais!
  6. 2 points
    Esse jogo e o pessoal do reddit não param de me surpreender.... Da para encaixar o dome shield do Gibraltar em cima do healing Drone da Lifeline e fazer o escudo andar e aparentemente não é um bug já que eles encaixam um no outro.
  7. 2 points
    Halo 1 é revolucionário para época mesmo, cenários com tamanho a perder de vista, jogabilidade de primeira, veículos, boa história e permite cooperação na campanha toda. Isso a 18 anos atrás.
  8. 2 points
    Algumas dicas bacanas feita pelo Force umas eu já descobri jogando outras eu nem sabia que dava para fazer E o povo do reddit já fez uma tabela com as melhores armas Um resumo para quem não quiser matar e ler tudo S-tier: devotion, spitfire, prowler with full auto hop-up, revolver(wingman) Lmg/prowler is just a straight upgrade and can hold 600-700 points of damage instead of only 200-300 so you can actually kill in one clip. Revolver is longbow with fire rate of scout, no optics however. A-tier: Scout, longbow, peacekeeper, r301 AR, r99 SMG with extended mag. Scout shoots really fast and accurate at range, can deal surprising amounts of damage mid-long range equivalent to full AR spraying. Longbow is slow but packs a punch. Peacekeeper is an autowin if you can get close. Easier to land 2 shotgun shots than 10-15 shots full auto. B-tier: Triple take, Flatline, Hemlok Okay at all ranges but excel at none, very meh guns. Can run into ammo issues and sometimes better to just save ammo for lmg(s) in your squad. Prowler without hop-up falls here. C-tier: Alternator, autopistol Slightly worse than ARs but ammo is plentiful. Not worth dropping for AR unless you have plenty of heavy ammo. D-tier: P2020/auto shotgun Look to replace these ASAP. Autoshotgun barely has a dps increase over pump but can't one shot. F-tier: Mozambique This meme gun can't even kill a player in level 1 armor with 100% accuracy. 145 damage before reload.
  9. 2 points
  10. 2 points
    Eu terminei o game ontem com ~45 horas com todos os colecionáveis e o Sora no level 50. Eu nunca gostei muito da série, por achar tudo muito infantil e a história muito fumada. Eu também não gosto muito de Disney e isso sempre pesou muito contra. Dei mais essa chance pra série e não me arrependo. Os mundos ficaram espetaculares e deliciosos de explorar e a jogabilidade tem uma pegada PS2, no sentido de ser arcadezão, que fez bem em aparecer nessa geração em que todos jogos querem ser realistões. Tudo no jogo ficou bem solto e divertido. Um dos pontos mais altos é a trilha sonora com qualidade absurda, inclusive tem altíssimas chances de OSTOTY. Os gráficos num geral são lindos, com os cenários variados e muito bem construidos. Alias, esse é um jogo que dificilmente enjoa porque tem dezenas de mecânicas e grande variedade em tudo. Do combate aos minigames, tudo tem bastante diversidade. No fim eu daria uma nota 9 porque o jogo é fácil mesmo no Proud e a história é fumada demais, ficou bem claro que eles se enrolaram pra desenvolve-la. Temas complexos como universos paralelos, espaço/tempo e karma são os focos do enredo mas Nomura nunca conseguiu deixar claro os acontecimentos e as motivações dos personagens. Se formos analisar friamente a história é algo até simples de entender, só que a narrativa e a quantidade absurda de plot twists fizeram com que os devs e os jogadores perdessem completamente o foco. O jogo ainda é cheio de diálogos infantis mas isso não me incomoda mais e a história do jogo está menos nebulosa que os outros jogos da série. Jogabilidade e exploração são os pontos mais fortes do game, só achei que tem muito “golpe” especial (que ativam cutcenes) que quebram o passo do combate e deixam o game mais fácil do que deveria.
  11. 2 points
  12. 2 points
  13. 2 points
    Joguei um pouco do KH3, tive que ver um vídeo da IGN pra me explicarem a história já que só joguei o KH1, KH2 ainda no PS2 e o Chain of Memories no GBA. Depois que eu terminar o RE2 eu começo o KH com mais calma. Ultima Weapon que me aguarde hahahaah.
  14. 2 points
  15. 2 points
    Esperando o próximo jogo do amigo Billy. Da fase "não sei o motivo de falarem tão mal do jogo tal" para "não percam tempo com esta bosta" rs
  16. 2 points
    “Sir do you have a moment to talk about our lord and savior, Albert Wesker?” Ainda falando de MR X A quantidade de memes não para heuheueheuheu Esse jogo ta lindão e bom demais to jogando a passos de formiga para na acabar, terminei de passar o Sewer estou com 11 hora de jogo me julguem lul
  17. 2 points
    Meu, Mr. X virou o antagonista mais chato do mundo pqp. O cara faz bem o papel de chatão do game. Nemesis perdeu o posto (maldito medonho) Cara é outro jogo, mas ainda sendo o mesmo numa experiência de nostalgia. Joga, só posso recomendar. É foda pra caralho
  18. 2 points
    Tô jogando primeiro com a Claire, cada vez que escuto os passos do Mr. X, minha pressão baixa.
  19. 2 points
    Quando eu digo q não me importo com viado não é no sentido q vc interpreta. Pq vc interpreta na maldade. Por babaquice. Não me importo no sentido literal. Não me interessa se alguém é viado. E se for, foda-se. Meu vizinho por exemplo é viado, sempre foi. Gente boa, sempre foi também. A questão é q vcs entraram numa onda de problematizar tudo. "Olha ele ali.. disse q não se importa com viado. Ou seja, ele tolera o viado, q é ser inferior. Justamente por isso ele chama de viado e não de hetero-normativo classe beta alfa ômega plus ++". Isso é burrice. Aliás é burrice também o cara não perceber o óbvio. Estão forçando mulher com cara de HOMEM na porra dos jogos. Não é só mulher feia. É MULHER MASCULINIZADA. Sem feminilidade. Porra.. preciso repetir mil vezes em caixa alta tamanha a burrice. Uma coisa é o cara querer colocar mulheres normais nos jogos, pq em ambiente medieval ninguém precisa ser bonito. Outra coisa é mulher macho. Cassandra.. mulher macho. A elfinha lá.. sapatão. A porra da Josephine parece um boliviano. A outra negona é o Robinho. A única mulher que é MULHER naquela porra daquele jogo é pq vem do Dragon Age 2 e só faz uma ponta. Então não é coincidência, tanto que Mass Effect Andromeda foi o mesmo lixo. É IDEOLOGIZAÇÃO SIM. Qualquer pessoa q nasceu há mais de 30 anos e não teve a cabeça fodida por essa onda lacradora sabe que viado não gosta de mulher. Não são todos, óbvio. Mas foi da cabeça doente dos estilistas que saiu todo o molde do mundo da moda, q é a coisa mais porca q vc pode pensar em termos de estética ou beleza humana. Os caras simplesmente enfiaram na cabeça das mulheres q é bonito ser um ser andrógino. Pq é isso q agrada a visão deles. Agora nos videogames eles querem que vc aceite de boas o CASSANDRÃO.kkkkkk. Não sou imbecil. Se cola com vcs, legal pra vcs. Eu vou boicotar esse caralho de empresa pq o desgraçado do designer da Bioware já avisou no Twitter que o 4 será lacração em alto nível. DLC pra vcs:
  20. 2 points
    Porque um monte de polígonos precisa se relacionar sexualmente? Eu faço no videogame coisas que eu não posso fazer na vida real. Sexo eu faço na vida real e punheta é no xvideos, não no videogame.
  21. 2 points
    No caso de AC realmente ficou MUITO estranho, pq o jogo todo é baseado nas gerações. Isso ja tinha em Dragon Age e Mass Effect por exemplo e nunca incomodou, incluir claro q é MUITO importante, mas em um caso desses forçar a barra fica muito zoado
  22. 2 points
    Eu terminei a parte do Leon, o jogo esta excelente pqp. Jogabilidade esta foda pra caramba, me surpreendeu bastante, jogo tenso, ótima ambientação e tudo atualizado para jogos sustos. Recomendo e muito a compra
  23. 2 points
    Acho que o problema não é representatividade, o problema que estamos reclamando são basicamente forçar a barra para incluir personagens diversificados em detrimento da qualidade na narrativa, e mesmo quando isso é feito da maneira correta, inclusive chamando essas pessoas para contarem suas histórias, o povo que supostamente deveria se sentir incluído por isso ainda reclama. Basicamente a empresa perde tempo correndo atrás do próprio rabo, tentando agradar a todos e agradando ninguém no final das contas. Mantenho minha opinião de que videogame é videogame, sexo é sexo. Não tem que perder nota porque o elemento de sexo não agradou a categoria XPTO.
  24. 2 points
    Que coisa grotesca ler esses comentários, não sei o que é pior o cara falar que é culpa da comunidade LGBT não ter uma personagem " bonita " em Dragon Age, ou falar que eu odeio alguém por conta da minha opção sexual. Fico feliz por estar distante do fórum.
  25. 2 points
    Esse fim de semana foi de começar jogos. - Comprei e comecei o remake de RE2. Tô achando bem legal, muito melhor do que toda a linha de "Shooter em 3a pessoa cagado" que se iniciou com RE4. - Tava jogando Detroit em coop com a mulher (cada um jogava um capítulo) mas fui viajar e vê só se a malandra me esperou pra continuar? Resultado, o save ficou pra ela e eu vou começar um save novo. - Comecei também o 1o episódio de Life is Strange 2. Nos primeiros minutos o jogo já começou com uns indícios de "somos hispânicos e a situação do país tá foda pra gente". Vi até um resquício de protesto à presidência Trump em um dos chats no fone do protagonista. Mermão, tira essa merda de viés político do meu jogo, eu não tô interessado. Amei o 1o jogo mas se o 2o seguir muito nessa linha de preconceito contra imigrantes e focar em ideologia política em detrimento à história eu já encosto e nem compro o 2o episódio. Se eu que sou um imigrante da América Latina morando em país de europeus brancos e colonizadores não tô nem um pouco interessado nessa merda, imagino que a esmagadora maioria da comunidade gamer esteja menos ainda. - Joguei hoje o demo do Return of the Obra Dinn e carálios, que jogo ein? Trabalho artístico do mais fino possível, narrativa foderosa, único e criativo pra caralho. Joguei o "Papers, Please", o 1o jogo do Lucas Pope, e achei okzinho, joguinho interessante e só, mas esse me interessou bem forte. Já peguei o full no GoG.
×