Welcome to vgBR.com - Videogames Brasil

Registre-se agora para ter acesso a todos os benefícios do fórum, o registro é totalmente de graça e você poderá interagir com os usuários do fórum de forma mais ativa

Não perca tempo e cadastre-se agora mesmo, leva 2 minutinhos

 

Após o cadastro poste no tópico de boas vindas para poder ter seu cadastro liberado.

Cerial

Membros
  • Total de itens

    37.877
  • Registro em

  • Última visita

  • Time Online

    126d 18h 13m 35s

Reputação

3.281 Xbox One

Sobre Cerial

  • Rank
    *gasp*
  • Data de Nascimento 10-06-1983

Informações de Perfil

  • Sexo Masculino

Últimos Visitantes

1.263 visualizações
  1. Mas exatamente esse o ponto, sandbox, quando não é um Infamous da vida no qual vc começa sem poder nenhum correndo a pé feito um lixeiro, não é slow paced. Nenhum dos sandboxes da Rockstar até hoje foi slow paced, todos foram bem suavinhos de jogar. RDR2 é exceção.
  2. Tou viajando toda semana, o que não me deixa muito tempo de sobra pro PS4, mas sobrou um tempinho esse fim de semana e tentei jogar o RDR2. Não sei se sou só eu mas o jogo simplesmente não tá engatando. Joguei 1 hora que foi gasta inteira assistindo cutscene com o X apertado pra acompanhar alguém no cavalo ou caravana. Cheguei no acampamento e parei, não tá rolando não. Não dá pra entender, a Rockstar sempre teve um estilo muito específico de jogo e esse jogo foge totalmente do estilo. Se fosse uma franquia nova até daria pra entender, Rockstar metendo a mão em rpgs slow paced, mas é RDR2 mermão. Alguém me explica o que tá acontecendo. Não que o jogo seja ruim, é bom esclarecer, mas é totalmente fora do padrão Rockstar, e não é algo pra quem não tá com saco pra investir muito tempo por sessão. Joguei tb o começo do DLC do Spiderman, e é exatamente o que é de se esperar, quem gostou do jogo vanilla e quer mais conteúdo pode pegar sem medo.
  3. Mas se nem o jogo da série principal prestou, pq vc acha que um remake caça-níqueis prestaria chapa? Cada um joga o que quer mas da próxima vez que vc postar que tá sem tempo pra jogar por causa do trabalho, eu vou aí dar na sua cara
  4. Vou colocar a minha opinião numa tag spoiler, caso vc não queira ler:
  5. Nada contra mas eu leio esses posts do Link tratando Skyrim como esports e não dá pra evitar de imaginar alguém jogando um League of Legends como RPG, indo conversar com os mobs da jungle, lamentando a morte dos minions e etc. Mermão, o jogo não foi feito pra isso ahahah
  6. Desenterrei o PSVR pra jogar o Beat Saber, gostei bastante mas a seleção de músicas é bem pequena e podre, tudo eletrônico de maconheiro mas logo logo vem uns DLCs marotos. Já peguei outros jogos no VR que eu queria jogar - joguei o Pixel Ripped e não gostei - o conceito é genial mas o lance de jogar 2 jogos ao mesmo tempo (um na tela do portátil no VR e o outro no VR em si) não me agradou. Peguei tb o Deracine da From e tô gostando bastante, tem aquela mesma atmosfera de "esperança contra todas as expectativas" da série Souls, mas a temática é completamente diferente.
  7. Eu joguei umas 3 horas de Skyrim em VR e fiquei surpreso em como é legal. Só não joguei mais pq é Skyrim e eu já joguei Skyrim o suficiente nessa vida, mas se fosse um jogo novo eu encarava sem problema.
  8. E parou no X.
  9. Eu tô de cara que vcs tão brigando por TRILOGIA FFXIII em 2018. Achei que todo mundo tinha concordado que essa série é ruim. E brigando por gráfico ainda, que nunca foi o problema.
  10. Spiderman devidamente terminado - acabei não fazendo tudo pq é coisa demais e eu tô meio sem tempo pra ficar fazendo time challenge, mas fiz a maior parte do conteúdo único. Que jogo mermão, um dos melhores sandboxes que eu já joguei. Não é perfeito e nem candidato a GOTY mas é um dos melhores jogos do ano pra quem gosta do gênero, e definitivamente must play pra quem é fã do aranha. Achei inclusive melhor que os Batmans da Rocksteady excluindo os 2 primeiros. Comecei RDR2 e definitivamente entendo as críticas ao jogo - a Rockstar aparentemente decidiu mexer em coisas na fórmula do jogo que ninguém pediu no passado. Tá me lembrando os primeiros Tomb Raiders, nos quais pegar um medkit era parar em cima do medkit, apertar o botão de ação, subir o menu perguntando se vc tinha certeza que queria pegar o medkit, enfim...bem desnecessário. É um jogo ainda mais osso de se jogar depois de ter jogado Spiderman, um jogo extremamente fluído e rápido, sem burocracia pra nada (fora as partes de stealth com outros personagens senão o aranha, que eram bem raras). Já peguei o 1o DLC do spiderman e vou jogar esse quando tiver menos de 1 hora de tempo pra jogar, só vou encostar no RDR2 quando tiver mais de 1 hora - prevejo terminar em 2025 Continuo no Valkyria Chronicles 4 em viagens e o jogo definitivamente abandonou o início tutorial-like e meteu uma missão pau na mesa que tá me fazendo penar ahahah, já dei retry umas 4 vezes e ainda tô tomando pica. Mas tô achando o jogo excelente. No psvr, tô jogando Astrobot e que jogo ein? Jogar um plataforma em vr funciona melhor do que eu imaginei, mas tá bem facinho até agora. Joguei os 3 primeiros mundos e se esse jogo se aproximar de um SMG que seja em termos de dificuldade, já vai ser sonho. A única boss battle que teve até agora foi extremamente criativa, só que deu pra passar de primeira sem tomar dano. Mesmo assim, é bom ver um jogo de vr que sai do tradicional jogo de terror com jumpscare.
  11. Depende da mulher - eu mostrei pra minha e ela tá amarradona pra jogar, gostou bastante de Thumper tb. VR é vergonha alheia pra quem te assiste jogando mas acho que não é esse o ponto de videogame - aliás, jogar videogame tradicional tb não faz maravilhas pra quem te vê jogando ahahah
  12. Mas precisava de muito pra saber disso? A parte mais interessante do 1, que era a conexão do Oliver com o mundo real, não existe no 2 - ou seja, é um jRPG qualquer - ou seja...precisa continuar?
  13. Até concordo com a maioria dos pontos mas aí não...RDR, GTA4, GTA5 têm histórias excelentes
  14. O Sherlock é da década de 80...O foda é que é impossível traduzir o jogo, ele é 99% texto. O sistema do TIME: Stories é animal, nego conseguiu traduzir um rpg/aventura pra tabletop de forma impecável. O foda mesmo são as aventuras - eu e a patroa jogamos os 2 primeiros (Asylum e The Marcy Case) e apesar de ter gostado dos 2, tem umas falhas muito fortes. É difícil de explicar o pq, mas de forma geral, essas aventuras não só não te estimulam a explorar e tentar tudo no jogo, como te punem por isso: toda santa vez que vc vai fazer algo opcional, vc se fode. De vez em quando o jogo deixa bem claro que se vc continuar, vc vai se foder, mas tem umas situações em que literalmente não dá pra saber ahahah, muito fdp.
  15. Mermão, que loucura. Não tem nada a ver. O lance do South Park nem é caçoar de Jesus cara, vc enxerga isso pq vc tá procurando perseguição. O lance é sacanear o conservador cristão especificamente americano, que além de Cristo, também é chegado em um fuzil semi-automático. Mas mesmo que fosse, South Park teve um episódio inteiro dedicado a ridicularizar mórmons. É o que eles fazem, não tem nada a ver com perseguição à Cristo pela influência do cristianismo no mundo.