Welcome to vgBR.com - Videogames Brasil

Registre-se agora para ter acesso a todos os benefícios do fórum, o registro é totalmente de graça e você poderá interagir com os usuários do fórum de forma mais ativa

Não perca tempo e cadastre-se agora mesmo, leva 2 minutinhos

 

Após o cadastro poste no tópico de boas vindas para poder ter seu cadastro liberado.

Cerial

Membros
  • Total de itens

    37.785
  • Registro em

  • Última visita

  • Time Online

    100d 16h 56m 54s

Reputação

3.209 Xbox One

Sobre Cerial

  • Rank
    *gasp*
  • Data de Nascimento 10-06-1983

Informações de Perfil

  • Sexo Masculino

Últimos Visitantes

1.122 visualizações
  1. Ahuahauh LITERALMENTE TRABALHAR na empilhadeira em Shen Mue era suave né Caras, tudo bem não gostar do jogo, não pega nada. Ninguém é obrigado a gostar de nada...mas segura essa úlcera pelo jogo ser reconhecido por todo mundo como um dos melhores rpgs de todos os tempos ae pq pra virar um câncer com a cara do Geraldão é 5 minutos ahahah E antes que levem a minha pergunta a sério: sim, era divertido trabalhar na empilhadeira em Shen Mue. Não pela empilhadeira em si mas pela atmosfera que o jogo criava e a motivação que ele te dava pra trabalhar na empilhadeira. Da mesma forma que é divertido investigar um roubo, um assassinato ou um sequestro em The Witcher 3, pela narrativa e imersão do jogo.
  2. O Second Son é animal, tenho o First Light aqui mas não joguei ainda, mas recomendo o Second Son fortemente, é melhor que ambos os do ps3, que já eram legais.
  3. Já jogou Infamous, chapa Billy? Ele tem esse lance do mundo mudar de acordo com as suas ações e etc. Mas é ps only e pelo que eu tô entendendo vc é PC only agora...
  4. É um rpg ô caralho. Vc queria o que, jogar boliche? Um dos motivos pelos quais eu mais gosto de Witcher 3 é que finalmente um rpg colocou o role playing de volta em primeiro lugar. Eu já tava empapuçado de rpg com foco no combate e história, diálogos, tomada de decisão, personagens, enredo, tudo de fraco a simplesmente inexistente só pq o foco do jogo era o maldito combate, que era a única coisa que importava. Foi excelente ver um jogo trazer a forma como vc se porta como personagem de volta ao centro da questão, como o gênero deveria ser. Me incomoda muito mais quando a cena que eu tenho que assistir é podre do que só ter a cena. Na real me incomoda mais ter que ir até o ponto marcado, mas essa discussão é antiga.
  5. Meu ponto sobre GTA5 foi exatamente esse - o jogo é bonito mas não te enrola artificialmente, pq vc já joga o jogo organicamente. E sobre moba, o que eu disse é que é um estilo de jogo graficamente feio que mantém o jogador interessado - ele não perde o interesse pq os gráficos são comparativamente ruins.
  6. Não acho não...olha Minecraft por exemplo. Ou GTA5 - acho justamente o contrário, quando o jogo é bonito o suficiente e o gameplay é inventivo e criativo, vc não precisa prolongar o jogo artificialmente pq nego já joga bastante organicamente. Já quando o jogo é mais feinho é que vc tem que meter uma infinidade de objetivos e recompensas pro caboclo ficar garimpando. A sua premissa de que a pessoa vai se chatear fazendo tarefas sem nenhum sentido só pq o jogo é feio tá bem errada, o que não falta na comunidade gamer é nego sem vida pra ficar garimpando lixo pra construir lixo e usar no seu personagem lixo. Aliás, os gêneros mais populares da atualidade (MMORPGs, MOBAs e Battle Royales) seguem essa fórmula à risca e são todos bem feinhos.
  7. Complecionismo cara. Era legal ser complecionista até sandboxes aparecerem...não esqueço nunca de quando eu tava tentando fazer todas as sidequests da thieves guild em Skyrim (roube objeto x da pessoa y) e eventualmente me liguei que elas eram geradas automaticamente e não iam acabar nunca. Bicho, me deu vontade de vomitar ahahah Ser complecionista hoje em dia não tem como não, ainda mais se for uma pessoa saudável com outros hobbies e atividades. Tem que filtrar bem os jogos e filtrar bem o que fazer nos jogos.
  8. Então larga do gênero chapa ahahah...sandbox era legal antigamente quando os jogos eram todos fechados e jogo aberto era raro, ainda lembro do tesão que era em Farcry 2, dar um cacete no jipe no meio da África, perder o controle pq um mameluco explodiu meu pneu, cair no rio, nadar até a margem e pegar o mesmo mameluco na faca pelas costas Mas isso era naquela época né. Hoje em dia a escala já não é tão impressionante, e jogos mais detalhados já estão ficando mais interessantes.
  9. Chapa Billy, se vc não gostar de The Witcher 3 e GTA5/RDR, desencana de open world que esses são a nata do gênero. Só dá uma chance pra Zelda pq realmente é um open world diferente mas desencana do gênero.
  10. Pelo menos TiTS não tem quests melhores que The Witcher 3 não. Não são ruins, aliás, lembram muito as de Witcher por sempre terem uma história por trás e muitas vezes com algum twist envolvido. Mas em TiTS elas são bem curtas e simples, lembro que eu fiz todas as sidequests de Ruan em mais ou menos uma meia hora, tempo em que eu faria umas 2 quests de Witcher 3. Alem delas serem lineares né, muitas sidequests de Witcher 3 tem decisões a serem feitas que mudam o rumo da história. Único jogo que eu joguei com sidequests melhores que Witcher 3 foi Breath of the Wild em si, e justamente pq o jogo não te fala diretamente o que fazer.
  11. Questão de ponto de vista, chapa Billy. Mas não é uma crítica objetiva, as quests de Witcher 3 são bem mais variadas e imprevisíveis do que a da maioria dos sandboxes, inclusive do que as de FFXV, que vc elogiou. Elas podem ter te incomodado mais pelo jogo não fazer o seu estilo mas Witcher 3 passa longe de ser um dos principais culpados na lista de sandboxes com sidequests repetitivas e genéricas. Passe longe de Skyrim ou Xenoblade Chronicles X se vc acha Witcher 3 repetitivo ou genérico nas sidequests ahahah
  12. Apesar de concordar com a crítica a sandboxes, nego morre de elogios por Witcher 3 pq é um jogão do caralho, um dos melhores sandboxes ever. Quer criticar algo por essa mecânica de quests genéricas, critique o modelo sandbox da Bethesda que é mais próximo a isso.
  13. Tô com uma imagem de 256GB no meu raspberry lotada de roms de tudo que é console chapas. Se alguém quiser alguma avise que eu procuro aqui.
  14. Isso + dungeons auto-geradas, uma das idéias mais mongolóides que eu já vi em um jogo.
  15. Tá vendo como não cai o braço ô arrombado.