Jump to content
RhaZo

Jogos populares e sua veia genérica.

Recommended Posts

Amigos já estou nessa brincadeira a uns 25 anos e eu sei que em todas gerações sofremos e continuaremos a sofrer com um mal que acredito aflingir TODA industria de entretimento em QUALQUER nicho que exista.

 

O mercado AAA, mobile e até a cena independente dos videogames sofre para caralho com a falta de criatividade dos designers de jogos que não sabem mais o que fazer para agradar um publico cada vez mais exigente com coisas que na minha opinião não importam em um videogame.

 

Nosso camarada Overload iniciou um tópico do que hoje posso considerar a onda genérica do momento: Open Worlds.

 

Agora eu quero saber de todos vocês: o que vocês consideram cancerigêno para os videogames? E o que é genérico ao ponto de incomoda-los?

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Genérico é quando o conceito do jogo é replicado sem adicionar nada, copiam a fórmula para pegar os gamers que gostam de determinada franquia, acho que o maior exemplo que temos recentemente é o GTA, por ser extremamente popular tivemos vários títulos que tentaram repetir a fórmula, e isso me incomodava bastante.

 

Tem jogo que nem era para ser Sandbox e eles fizeram assim mesmo e ficou uma merda, mas a ideia e o gameplay do jogo eram promissores, um jogo que senti isso no PS3 foi o Infamous, tinha uma história razoável um game play legal, mas a repetição era enorme, você fazia a mesma coisa toda hora e acho que o jogo não nasceu Sandbox eles que mudaram e deixaram aquela merda assim.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Atualmente todo jogo tenta forçar open world, até um Recore da vida. Virou desculpa pra qualquer jogo.

 

Open world só é necessário mesmo pra GTAs da vida.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu vou mais longe.

Não é o modelo open world que é genérico e cancerígeno, mas sim o modelo de Open World usado que está errado.


A Ubisoft e a Warner usam mecânicas de mundo aberto extremamente nocivas para quem joga bastante videogame. Eles sentaram em cima de uma formula e não conseguem larga-la e isso está prejudicando os games e as vendas deles.

 

Além de open world também acho que cineminha é outra mecânica bem nociva nos jogos modernos. Nem todos conseguem ser uma Naughty Dog em narrativa e muitos estúdios estão simplificando o gameplay em prol de mais vendas e menos qualidade de jogo, dando valor demais a um roteiro mediano e uma história meia boca. Rise of the Tomb Raider se não força-se tanto uma narrativa poderia ter mais conteúdo extra de qualidade do que já tem, poderia com um enredo mais simplista, ser um jogo muito melhor desenvolvido.

 

Eu estou parando de comprar jogos modernos AAA para ter experiências de jogo diferenciadas. Prefiro comprar Inside e Owlboy em 3 plataformas do que dar dinheiro para Warner ou Ubisoft criarem mais um Open World genérico. Até a EA tentou entrar nessa com Mirror's Edge que era um jogo de nicho e bem desenvolvido em termos de level design para virar um open world genérico, desagradando a maior parte dos fãs do primeiro game.

 

Eu sei por exemplo que Forza Horizon 3 é um jogaço foda, mas é bem parecido com o 2 e nada me motivou a compra-lo agora. É um jogo de corrida open world que está na sua terceira iteração que pouco mudou desde a primeira em termos de mecânicas.


Gears of War 4 é o 5 jogo igual da franquia, as mesma mecânicas e a mesma narrativa já me deram o que tinham que dar, paguei 80 conto em promoção, antes pegava DAY ONE.


Uncharted 4 e Quantum Break me arrependi amargamente de pagar full no day one, se eu pudesse voltar ao tempo teria esperado uns dois meses para joga-los.

 

Uncharted 4 é praticamente só narrativa, gameplay PODRE. Quantum Break tem bom gameplay mas força uma narrativa escrota, são opostos e mesmo assim desagradavelmente piores do que poderiam ter sido.

 

 

 

 

Edited by RhaZo
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bem lembrado, esses jogos de tiro em 3ª pessoa tb não estão mais me agradando como antes, me arrastei pra terminar o Gears e o U4. QB como era curto e fácil foi rápido, então nem deu pra enjoar.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tiro atrás de pedra.

 

Dá mais não.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
50 minutos atrás, WangTang disse:

Tiro atrás de pedra.

 

Dá mais não.

 

 

 

Se ainda dessem uma variada no gameplay, mas geralmente são 10 horas da mesma merda.

 

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Dark_Cloud disse:

Bem lembrado, esses jogos de tiro em 3ª pessoa tb não estão mais me agradando como antes, me arrastei pra terminar o Gears e o U4. QB como era curto e fácil foi rápido, então nem deu pra enjoar.

Esse conceito de jogo ja deixou de me agradar faz tempo. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Desde GoW1 eu já tinha percebido a mediocridade do estilo. Divertido por algumas horas, jogando com amigos rende um pouco mais, mas ñ faz falta nenhuma ter jogado ou ñ.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu só vou comprar jogos diferenciados daqui pra frente.

 

Não é só o ocidente que produz lixo genérico, o Japão também sempre foi mestre em lançar JRPGs da pior qualidade.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

O câncer atual, que faz com que a nova geração de jogadores prefira um tablet a um console ou portátil, são os F2P que mais arrecadam na iOS / Google Play:

 

Construa e espere XX horas para ficar pronto; se não quiser esperar, pague YY.

 

Jogue XX vezes por dia. Se quiser jogar mais, pague YY.

 

Temos um upgrade que custa XX moedas especiais do jogo, mas elas são extremamente limitadas para ganhar in-game. Quer mais? Pague YY.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu não gosto dessa palhaçada de jogos AAA de entregar uma demo capada a full price. SFV é possivelmente o maior FAIL dessa geração por conta disso. Entregou uma demo jogável, cobrou 60 dólares com a mesma quantidade de personagens de Super Street Fighter II, jogo de 25 anos atrás. Pior, entregou sem um single player mode. Eu lembro como era do caralho você jogar nos níveis mais difíceis e ver um final especial. Eram cenas simples, mas que emocionavam. Impossível esquecer a do Blanka chorando ou a do Zangief dançando. Os personagens eram humanizados. Hoje em dia tá pouco inspirado. Fora que foi um jogo que entregou com online cagado e que CONTINUA cagado. É o único jogo que já joguei na vida que eu não consigo jogar online sem lag. Eu tenho 50MB e uso cabo. Não dá. Jogo todos os Souls com seus netcodes fodidos perfeitamente. Não entendo.

 

Esse Owlboy tá na minha lista da Steam. Assim que tiver tempo pego ele e Last Guardian. 

 

Mister N (Cada vez menos sobra tempo pra jogar)

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

- Cutscenes que não podem ser puladas.

- Caminhadas forçadas sem controle do personagem.

- Mundo aberto (já discutido em outro tópico)

 

Esses são alguns exemplos, mas de modo geral eu odeio tudo que é criado pra diminuir o tempo que passo efetivamente jogando. Vejo que cada vez mais os jogos me deixam jogar menos... Em um jogo padrão AAA hoje em dia, você precisa de pelo menos 30 minutos pra fazer alguma coisa no jogo que posso ser chamado de jogar... Se você considerar o update e a instalação, coloca mais umas 2 horas ai, mas vamos ignorar isso por ora.

 

Pra quem tem pouco tempo (ou pouca paciência) fica impossível jogar esses jogos novos hoje em dia... Eu entendo essa lenga lenga em RPGs (já que se você vai "interpretar um papel), mas ultimamente até pra você jogar jogo de corrida você tem que passar por um blá blá blá, e como geralmente nego investiu em atores e o cacete pra fazer essas merdas de filminhos, eles querem que você seja obrigado a assistir a porra toda.

 

Um dos motivos de plataforma continuar a ser o meu gênero preferido é isso: você liga, abre o save e joga. Simples como deveria ser... Nisso a Nintendo é imbatível, mas não é só ela... Pegue os jogos da série Souls: 

 

- Você pode pular as cutscenes

- Mundo é grande sem ser aberto e possui um design perfeito. Coisas interessantes estão sempre acontecendo em todos os cantos do mapa... Nada é feito pra aumentar artificialmente a vida útil do jogo.

- O lore ta lá. Se você quiser procurar uma história você acha, mas o jogo não te força a nada. Se quiser, DS pode ser jogado somente como um jogo de ação sem grande perda.

- Ligou, carregou save, jogou.

- Nenhuma caminhada forçada.

 

Hoje em dia se eu preciso gastar mais de 5 minutos entre ligar o videogame e começar a me divertir, o jogo fica encostado por falta de tempo e sabe-se lá quando eu vou voltar a jogá-lo. Quando só tenho jogos assim, eu ligo o meu emulador e em cerca de 2 minutos eu estou no meio da ação.

 

 

 

 

 

Edited by Sepu
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O maior problema da indústria atual é subestimar a inteligência do jogador. Muita dicazinha, muita ajuda pra moleque leite com pêra criado pela avó, o chamado "hand-holding", ou seja, pegar o jogador pela mão e levá-lo até o destino/objetivo/alvo/seja lá o que for.  Não se fazem mais jogos como antigamente em que se exigia um pouco mais de cérebro... as developers querem simplificar tudo pra atingir um público maior, e isso acaba deixando o jogo genérico.

 

Como eu já disse no outro tópico, pra mim Open World quando é BEM FEITO não é um problema. A Rockstar é mestre em fazer jogo open-world bem feito, a CD Projekt foi brilhante com The Witcher 3 e provavelmente tb será com Cyberpunk, mas são empresas que LEVAM A SÉRIO o negócio, só lançam o jogo no mercado quando ele está REALMENTE PRONTO. Já empresas como Square e Konami e outras ocidentais lançam o jogo mal acabado e tentam consertar depois com patches. Isso é bizarro e é um sinal muito claro do quanto a indústria está doente. Tem developer/publisher que é SAFADA e só pensa no lucro fácil, e acaba com a imagem arranhada por isso. 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Witcher 3 até onde eu sei só ficou realmente ok depois de 20gb de patches.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 minutos atrás, WangTang disse:

Witcher 3 até onde eu sei só ficou realmente ok depois de 20gb de patches.

 

 

 

Terminei antes desse monte de patch e o jogo ja era OK, ficou fodão com os patchs.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isso é verdade, melhoraram bastante o gameplay depois e corrigiram alguns Bugs.

 

Mas veja a diferença Com um Street Fighter que nem modo arcade tinha, quer coisa mais simples que isso, colocar uma historinha e no final enfrentar o Bison ou Necalli,  era praticamente uma demo com algumas coisas a mais.

 

Um jogo que falaram que era zuado e eu amei foi The Evil Within, joguei tem uns três meses e tinham arrumado tudo, até as tarjas eu podia escolher se tinha ou não.

 

Essa é uma moda chata também o jogo sai faltando um monte de coisas e eles vão adicionando coisas depois, você tem que esperar o jogo ser concertados antes de jogar.

 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Overwatch dominando e vcs vem me falar de falta de criatividade. puta merda. Vçao lá jogar Mario Bros em sua milésima versão pq só a merda da Nintendo inova.

 

Inova na arte de fazer gente de otária nos videogames. Nunca antes na história do reino do cogumelo tanta gente virou babaca por conta de uma empresa.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Jogos diferenciados não vendem, isso é um fato.


The Last Guardian é uma prova que o mercado não quer absorver coisas diferenciadas e sim continuar comendo a lavagem que as publishers gigantes depositam no chiqueiro.

 

Dark Souls é uma aula de game design em todos os sentidos, mecânicas todas baseadas em gameplay e ainda assim oferece narrativa única e gráficos de primeira linha sem enfatizar esses pilares em momento nenhum.

 

E pra falar a verdade a série Souls só é levemente popular por 2 motivos:

 

1 - A dificuldade bem acima do padrão fez dele um título famoso entre os hardcores.

 

2 - Existem FAQs completos para 90% de quem joga a série poder brincar de fodão.

 

Eu sei disso porque eu escrevi muitas coisas nesses wikis da vida, principalmente de Dark Souls II, Bloodborne e Dark Souls III, muita coisa mesmo.

 

Eu nunca fiz um vídeo no youtube e jamais investi em canal e tive uns 2 vídeos que passaram dos 100k de views no Dark Souls 3 e no Bloodborne, principalmente os que fiz matando bosses. Infelizmente meus maiores vídeos foram deletados, um por ser lançado antes do day one do game e outro que um gringo safado ROUBOU meu vídeo e me denunciou como se eu tivesse roubado o vídeo dele, como não faço conteudo e deletaram o meu vídeo nem liguei.

 

Tirem do ar Wikidot e o Fextralife pra tu ver como as vendas dessa série cai de forma exponencial, os Alucards da vida não vão aguentar a pressão.

 

Nego quer setinha apontando para onde tem que ir e guideline para todas as ações que executarem no game, simplesmente vergonhoso.

 

16 minutos atrás, Libraink disse:

Overwatch dominando e vcs vem me falar de falta de criatividade. puta merda. Vçao lá jogar Mario Bros em sua milésima versão pq só a merda da Nintendo inova.

 

Inova na arte de fazer gente de otária nos videogames. Nunca antes na história do reino do cogumelo tanta gente virou babaca por conta de uma empresa.

 

Todos anunciados antes ou próximo à Overwatch:

 

https://www.paladins.com/?lang=pt_BR

 

https://battleborn.com/pt/

 

http://www.teamfortress.com/

 

http://lawbreakers.nexon.net/pt/

 

Além disso um jogo não salva o mar que a Ubisoft, Eletronic Arts e Activision lançam no mercado todos os dias.

 

E isso mostra a falta de criatividade.
Team Fortress 2, Overwatch, Paladins e LawBreakers são jogos praticamente idênticos em termos de coreplay.

 

Marketing e sucesso não fazer Overwatch ser algo novo, ele é igualzinho a Team Fortress 2 mas como muito mais heróis e com um sistema de skills herdado dos MOBAs.

 

Edited by RhaZo
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Libraink disse:

Overwatch dominando e vcs vem me falar de falta de criatividade. puta merda. Vçao lá jogar Mario Bros em sua milésima versão pq só a merda da Nintendo inova.

 

Inova na arte de fazer gente de otária nos videogames. Nunca antes na história do reino do cogumelo tanta gente virou babaca por conta de uma empresa.

 

Que choro gostoso, cara!

 

Mister N (Chore mais um pouquinho, por favor hahaha)

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Citou bem o The Last Guardian, e isso só prova q nem os q reclamam de falta de "inovação" ou jogo diferente SE QUER compram os jogos, ai complica a vida né camarada? E ainda bem q o mercado não engoliu TLG, que entregassem um jogo melhor otimizado ao menos, da maneira que esta, vai agradar pouca gente mesmo (e aqui nem entro do mérito do jogo ser bom ou ruim).

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, Dark_Cloud disse:

Citou bem o The Last Guardian, e isso só prova q nem os q reclamam de falta de "inovação" ou jogo diferente SE QUER compram os jogos, ai complica a vida né camarada? E ainda bem q o mercado não engoliu TLG, que entregassem um jogo melhor otimizado ao menos, da maneira que esta, vai agradar pouca gente mesmo (e aqui nem entro do mérito do jogo ser bom ou ruim).

 

Meu deus, quanto choro.

 

Mister N (Terceiro post seguido de choro. A noite deve ter sido ruim hahaha)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×