Jump to content
Sign in to follow this  
Redação vgBR

Shenmue I & II ‘What is Shenmue? Parte 1: O Trailer de História

Recommended Posts

A Sega lançou o primeiro de uma nova série de trailers para Shenmue I & II explorando os fundamentos da saga Shenmue com o ator de voz de Ryo Hazuki, Corey Marshall.

Aqui está uma visão geral do vídeo, via Sega:

Explorando em primeiro lugar o cenário e a história de Shenmue I & II , neste episódio Corey nos guia através da história de investigação e vingança de Ryo pelo assassinato de seu pai, e o mistério do Espelho do Dragão que seu pai manteve escondido e acabou morrendo para proteger. A busca de retribuição de Ryo contra Lan Di, o homem de vestimenta chinesas que assassinou seu pai diante de seus olhos, levou-o da cidade fielmente representada de Yokosuka para diferentes locais da China, encontrando muitos aliados ao longo do caminho.

Shenmue I & II será lançado para o PlayStation 4, Xbox One e PC no dia 21 de agosto.

Assista ao trailer abaixo.

Para mais novidades, fique ligado no vgBR.

Leia matéria original no site, e comente!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Yu Suzuki's: What is Shenmue?

Fabio Gaspar's: What is Shemale?

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites
22 horas atrás, LOP disse:

Yu Suzuki's: What is Shenmue?

Fabio Gaspar's: What is Shemale?

 

HAAHAHAHA

 

22 horas atrás, DanielGalvani disse:

igarashi's: What is a man?
gaspar's: What a man!

 

HAHAHAHAHAHHA

 

2 horas atrás, Dark_Cloud disse:

Leave Gaspar alone!

 

Falta pouco pra rejogar essa maravilha e ver q não é mais uma maravilha :(

 

Joguei recentemente e ainda é show, fica de boa.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vc conheceu o jogo hj, nem conta, fora q não conhece os outros jogos sem ser JRPG :mua:

 

Eu ja comprei sabendo o q esperar, difícil decepcionar

Share this post


Link to post
Share on other sites

Amigo, joguei Shenmue no DC antes de sair versão americana dele.

 

Terminei o jogo mais de 10x até hoje e fiz o bad ending que a maioria das pessoas nem sabe que existe.

 

O jogador de RPG tá jogando atualmente DOOM, Rockman X Collection, Forza Horizon 3, Halo: Masterchief Collection e outros RPGs :mua: 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, WangTang disse:

Amigo, joguei Shenmue no DC antes de sair versão americana dele.

 

Terminei o jogo mais de 10x até hoje e fiz o bad ending que a maioria das pessoas nem sabe que existe.

 

O jogador de RPG tá jogando atualmente DOOM, Rockman X Collection, Forza Horizon 3, Halo: Masterchief Collection e outros RPGs :mua: 

 

HALOL???? :o:o 

Vou confiar hein, só joguei no Dreamcast a 200 anos atrás 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 8/1/2018 at 18:27, WangTang disse:

 

Terminei o jogo mais de 10x até hoje e fiz o bad ending que a maioria das pessoas nem sabe que existe.

 

 

Hahaha, eu lembro que eu baixei um save pronto do bad ending pro VMU do Dreamcast por aquele site lá Planetweb, pelo disco WEB BROWSER 2.0 do Dream.

Nunca fiz o bad ending por contra própria, mas joguei uma porrada de vezes tbm.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Qual é a desse bad end aí chapas? É no 1 ou no 2? Nunca zerei o 2 no Dreamcast porque o meu piratao travava, vou pegar pro Xone em breve.

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, =Fenix John= disse:

Qual é a desse bad end aí chapas? É no 1 ou no 2? Nunca zerei o 2 no Dreamcast porque o meu piratao travava, vou pegar pro Xone em breve.

 

No primeiro jogo.

 

O jogo começa no dia 29 de novembro e quer que você termine antes do dia 15 de abril, dando 137 dias in-game e para fazer o bad ending, você tem que ficar enrolando até lá. Dá mais ou menos 2055 minutos no total, sendo que cada dia é 15 minutos. Resultando em umas 35 horas de jogo ou mais contando loadings.

 

Ai do nada aparece o Lan-Di na sua casa atrás do outro espelho e te mata.

 

 

Edited by WangTang
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Os controles são meio zoados, mas da pra acostumar de boa, o jogo realmente continua muito bom, feelinzistico ja diria Lulu. Wang estava certo.

Obvio q tem coisas q hj são zoadas, mas o jogo mostra como era bem a frente do seu tempo mesmo, até os QTEs aqui são bons ahahhahahahaah

Missoes agradeveis de fazer tb

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

QTE nessa série tem dificuldade, principalmente no 2 que é insano nas partes finais.

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

huauhauha melhor análise do mundo!

créditos a Retroaholic

Citar

Então eu (finalmente) joguei o ShenmuÊ


"COMO? COMÓAH? COMóah pó? Como pode você ter esperado tanto pra jogar essa obra prima? VOCÊ NÃO É UM RETROGUEIMER"

Pois é. Lançaram um "remaster" do jogo.

Então basicamente, pra quem ainda não jogou aqui vão minhas humildes impressões.

O jogo é sobre você viver a vida de um rapaz japonês de estatura deveras alta pro padrão japonês no final dos anos 80 e que aparentemente não sabe fazer a barba porque ta sempre com um bandaid na cara. Ele tem um pai que é mestre de artes marciais, coisa que eu nunca encontrei aqui no Brasil porque os japoneses daqui aparentemente eles tinham que trabalhar na lavoura e depois estudar engenharia. Não tinham tempo pra ficar dando soco no ar gritando "Hayaaaaaa" "Hayaaaaa CHUCKY WANGGA". Então esse jogo já não faz muito sentido pra descendentes assim, eu acho.

Aí o pai dele treta com um chinês, porque a visão do Japão dos chineses é tipo paulistano assim quando pensa em Diadema, saca, é "aquela favelinha ali antes de chegar no litoral né?". Uma visão totalmente preconceituosa, mas que por dados geográficos, ainda ganha força.

[IMG] 

"Sei."

Sim, o pai dele morre e tal nas mãos desse chinês (sem esforço, diga-se de passagem). Aí você sai nessa jornada em se vingar de um chinês. Eu acho que já vi isso no Grande Dragão Branco VII, lançado somente em Betamax. Lá na academia, que fica do lado da casa, tem um cara que parece aquele pessoal que começa a fazer karatê por causa de desenho japonês, sonha em namorar uma japonesa e tipo usa a postura de videogame pra lutar, quando na verdade numa treta de verdade é quebra-quebra, não tem postura, não tem “base do cavalo”: É dedo no c* e gritaria, voo do morcego é mato. E ele fica lá limpando, capacho, coisa que você, O FILHO, deveria fazer. Provavelmente chamava seu pai de “mestre”, quando mestre de verdade é Jesus né mano.

Enfim, você mora em cima de uma montanha. Metro quadrado mais caro do Japão, provavelmente, com uma empregada véia da casa (que agora deve estar feliz que o velho morreu, por motivos assim, não precisa ser muito perverso pra entender), e ela te dá um grana pra você dar o fora da casa todo dia e tomar um rumo.

Aí que o jogo começa. Você acha que vai sair na rua infestada de tiriças de shortinho jeans e gente mal encarada querendo tretar? Não, aqui não é a Praia Grande em época de temporada nem o Final Fight, aqui é a vida normal no Japão em meados dos anos 80, do Japão antes da bolha estourar, a melhor época do Japão, que ironicamente é a época em que o Japão deixa de ser Japão e passa a ser os Estados Unidos. E isso é a parte boa! Mas nem assim, eu achei que seria mais movimentado. Achei que teria mais japonesas com roupa de executiva, com aqueles dentões um em cima do outro, sorridentes, porque agora liberou, liberou geral, já sei namorar, já sei beijar de língua?

Não, NÃO TEM NADA PRA FAZER. É sério! Você não faz nada nessa *. Você só anda, anda e anda E ANDA DEVAGAR e eventualmente corre em linha reta num bairro que lembra a periferia de Osasco (porque nunca faz sol).

Então você encontra uma menina que ta cuidando de um gatinho numa caixa. Até aí achei legal, porque eu mesmo tenho 12 gatos de rua. Eu sou o velho dos gatos... você acha que voce vai pegar o bichano e levar pra casa e o jogo vai ser tipo um Tamagoshi? NÃO, você deixa ele lá na chuva. VAI TOMAR NO C*! Que tipo de mestre japonês que você é? Que frequenta Seicho no ie/Mahikari e outras seitas pá. Não confio em japonês mais.

Enfim. Até agora, até agora, 3 horas de jogo. NADA ACONTECENDO. De fato o jogo todo até agora envolve você bater na porta das pessoas, tentando achar a casa de alguém, SÓ PRAQUELA PESSOA DIZER NADA que faça sentido. Como se isso fosse útil pra início de conversa “Ow grande, você viu os malucos que mataram meu pai?” “Caral*, sei sim, um mora ali ó”.

Ah sim, tem um FLIPER NO SEU BAIRRO, AÍ SIM. Você pode jogar Super HangOn e Space Harrier, mas isso tudo custa dinheiro. Além disso, quando você está jogando um jogo dentro de outro jogo, você começa a se perguntar o porquê de estar jogando o jogo que o jogo está dentro, e não o próprio jogo jogado, afinal.

Bom, aí você percebe que tinha que estar na hora certa no lugar certo pra certas coisas certamente acontecerem. De repente, em uma viela, aparecem dois magrões vestidos igual ao o Kuwabara de preto, E você sabe que no Japão, quando aparecem dois magrões de preto vestidos igual ao Kuwabara eles não são “du bem”.

[IMG] 
E é verdade! Esses caras são muitos suspeitos. Agora a coisa ficou boa. IH! AGORA O SACODE VAI COMEÇÁ!

Mas inacrediTIvelmente você ainda não percebeu que é nesse jogo que surge uma das inovações mais esdrúxulas no ramo dos videogueimes: O botãozinho do Gódofuar.

[IMG]

Cacete. Eu deixei de jogar Gódofuar por causa desses botãozinho que aparece na tela, e esse jogo É O INVENTOR DESSA PARADA. Mil vezes jogar aqueles jogos japoneses em que você tem que excitar a amada pingando cera de vela em seus mamilos (Afinal claramente é assim que se excita uma donzela, dizem).

“Mas pera, não tem parte de porradinha bestetum, sapecaiaiá?” Claro que tem gente boa! Ôôoo

Imagine um Virtua Fighter ripado (que já é ripado). E é isso aí. É tipo um beta daquele jogo Yakuza, só que lá (no Yakuza) a porradaria ocorre em maior frequência e duração, porque aqui dura tipo 30 segundos a cada 5 horas.

Enfim, depois de um tempo fazendo coisas emocionantes como esperar uma barbearia abrir às 10 em plena quinta de manhã ou procurar por MARINHEIROS (e não colegiais vestidas de marinheiro) por toda a cidade, por algum estranho motivo você começa a se interessar pela história, como se a mesma valesse mais que alguns vinténs. Talvez seja o marasmo da vida cotidiana que te faça se identificar com uma jaqueta marrom e calça jeans, que é o que você vai mais ver no jogo. No entanto, mais pra frente você chega numa parte que sim, VOCÊ PRECISA TRABALHAR. Não tem como escapar dessa faceta maléfica da vida.

Você trabalha com empilhadeiras. Imagine você. Imaginaria que levaria anos de evolução nos gráficos e nos videogãmIs até culminar no DreamQUEST pra você rodar uma simulação onde você é empregado no supermercado Atacadão?

[IMG] 

Muito bom. É digno de nota que esse jogo custou 70 milhões e alguns dedos mindinhos pra ser feito.

Aí eu joguei até aí. Talvez eu volte e jogue mais. Diz que depois sequestram uma menina e você tem que salvá-la. O jogo poderia ter começado assim né, mas aí ele se chamaria FINAL FIGHT.

E é isso, é um bom jogo pessoal. Pode comprar sem medo!

Nota:

Se Yellow Magic Orchestra é 10, Taeko Ohnuki é 8 (eu não sei como eu sei disso), Eu dou um japonês deslizando de c* de fora na borda da banheira.

 

 


Viva o Japão.

Algumas imagens dessa maravilha:

[IMG]
No jogo tem um Away que vende Cachorro quente. “Po* cara, sabe cara… porr* cara… eu sou vagabundo, tenho o coração na sola do pé”

[IMG] 
Uma das tiriças mal amadas que você encontra pela rua. Barangona! Chuta é essa tua rabeta “pão de forma” aí. Devia tá é feliz… Quando eu amo eu acho lindo e dou tapinha.

[IMG] 
Mas eu sou conhecido XUXU! To sempre ali na barraquinha do Away. Eu sou o SpAIder, o amigo da vizinhança, lindÁ.

[IMG]

[IMG]
AH MEU DEU do céu, uma das coisas legais é seguir os gatinho que aparece na rua. Depois eles vão embora. Ahhhhhhh :(

[IMG]
Ahhh esse é o miau dentro da caixinha. Bichinho, não tem como levar ele pra casa. Não recebeu nota máxima na Famitsu por isso.

E é isso. Comprem o gueime porque se não a Sega vai falir de novo.

 

Edited by Ricko
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não tem parte mais xarope do que ter que trabalhar no porto no fim do primeiro jogo. Esse jogo é bom, mas tem partes dele que são sacais. Eu gosto da série, mas jogando HOJE eu vejo o pq foi um fracasso comercial. O primeiro jogo quase não tem lutas (fora os QTE's), só mais pro final e ainda assim muito poucas...falta ação e os chatíssimos QTE (que já são dificeis no primeiro e ficam ainda mais no 2, que envolve uma sequência com o d-pad tambem) pioram a situação. Sem falar que não dá pra avançar o  tempo no primeiro, daí vem um cara e te diz 'me encontre amanhã em tal lugar as 3h da tarde" e são 11h da manhã, então tenho que ficar matando tempo no arcade até o outro dia :rolleyes:

 

Não consegui nem zerar o primeiro, fui até o terceiro dia trabalhando no porto e pulei pro segundo jogo (eu já tinha jogado e zerado o primeiro no DC em 2001). O Segundo eu nunca tinha jogado, o mapa dele é BEM MAIOR que o primeiro, e graças a deus adicionaram uma função que avança o tempo nas missões (não precisa ficar matando o tempo mais), você pode comprar o mapa das áreas por 10 dolares cada área, e pode marcar os locais no mapa pra não se perder. Eu tô na parte de achar o cara lá (esqueci o nome) em Kowloon com o Ren, tá divertido.  Acho que esse vou conseguir zerar.

 

O remaster no entanto, não vale esse absurdo que tão cobrando (na Steam 110 reais, live e psn ouvi falar q tá mais caro ainda).

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não pague pelo remaster então, pague pelo jogo do Dreamcast ao menos <_<

Como falei qndo anunciou, Shenmue é isso ai, meia duzia gosta, mas é bonito cobrar a existência dele nos foruns e acaba q ninguém joga hahahahahaha

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

É impossível uma pessoa que jogue Shenmue hoje entender direito o enaltecimento pq foi um jogo de época.

 

A prova disso é a questão do QTE.

Antigamente tinha adventure que era INTEIRO em QTE. Tipo Dragons Lair. E Shenmue era mais ou menos um adventure, até certo ponto já que mesclava muitos gêneros.

Então no estilo dele isso tinha a ver. God of War que resolveu enfiar isso num hack n slash.

 

Shenmue é um jogo q hj não faz tanto sentido. Infelizmente os melhroes aspectos dele não foram reforçados em outros jogos, daí a pessoa só se prende em detalhe q realmente hj são bem constrangedores.

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 horas atrás, Dark_Cloud disse:

Não pague pelo remaster então, pague pelo jogo do Dreamcast ao menos <_<

Como falei qndo anunciou, Shenmue é isso ai, meia duzia gosta, mas é bonito cobrar a existência dele nos foruns e acaba q ninguém joga hahahahahaha

 

Ou seja, como todos nós profetizamos há algum tempo atrás.

 

Shenmue 3 só valera pra ver se a história termina mesmo. De resto será isso aí. Periga até ser mais um novel...

Share this post


Link to post
Share on other sites

SPOILER

 

Pior que eu nem lembro mais direito da história.

 

Lembro da Lishao Tao no 2, aquela parte dele dormir lá com ela achei muito imersivo.

Depois o treinamento q era muito foda também. Mas nem lembro do Lan Di, acho q o último chefe era um sujeito fantasiado numa arena subterrânea,

Depois tinha essa garotinha q também não me lembro direito qual era a dela com o espelho. enfim.

 

vou acabar rejogando essa bagaça.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Criticar uma obra de arte dessas a frente do seu tempo, bicho. :/ Não consigo.

 

Valeu Wang pela informação do bad ending que eu não sabia, também mijei de rir com o review postado. Acho o valor cobrado atualmente pelo remaster inviável, não pago nem fodendo porque não posso, senão já estaria jogando.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Peguei o remaster aqui, foi umas 20 e poucas libras, troco de pinga. O controle tá bem melhor, só de não precisar controlar o Ryo no digital já é um avanço imenso.

 

O mais osso de aturar até agora é a qualidade do áudio nas vozes, é tão lixeira que tem até chiado de fundo pqp. Não dá pra entender, o jogo saiu em mídia óptica com espaço de sobra pra armazenamento, o orçamento do jogo foi nas alturas e naquela época já tinha jogo com voz digitalizada há quase 10 anos, como foi sair porco desse jeito?

 

Graficamente o jogo ainda segura a onda, o que é um absurdo pra um jogo com 20 anos de idade. Só reafirma ainda mais o absurdo gráfico que esse jogo foi na época.

 

Mas em termos de conteúdo, é o que o maluco postou no review aí...tem muita coisa e nada pra se fazer ao mesmo tempo ahahah. Vc pode abrir qualquer gaveta no jogo mas só tem lixo em todas elas (e não é nem lixo no sentido tradicional de jogos, tipo craft material ou item de cura, é lixo lixo mesmo, tipo camiseta e cueca :mua: ), vc abre umas 5 e desiste pq não tem nada de interessante. Não é pra menos que nenhum outro jogo implementou isso, a quantidade de esforço que foi colocado nesse jogo que mesmo a esmagadora maioria das pessoas que vão terminar o jogo nunca vai ver é avassaladora pqp.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×