Jump to content
Redação vgBR

Google anuncia Stadia, sua plataforma de jogos na nuvem

Recommended Posts

O Google anunciou o Stadia, um serviço de streaming / plataforma de jogos em nuvem que permitirá que jogos AAA sejam jogados em computadores, laptops, TVs, tablets e smartphones. Ele será lançado em 2019 nos Estados Unidos, no Canadá, no Reino Unido e na maior parte da Europa.

Aqui está uma visão geral da plataforma, através do seu site oficial :

O futuro dos jogos não é uma caixa.

Apresentamos o Stadia, uma nova plataforma de jogos do Google para jogar videogames AAA em todos os tipos de telas.

  • Jogo onde você quiser, quando quiser. Jogue em vários dispositivos, incluindo laptops, desktops e celulares e tablets selecionados. (Conexão à Internet de alta velocidade necessária.)
  • Novas formas de jogar no YouTube e em outros lugares. Vá de assistir a um vídeo a um jogo em segundos, com experiências ainda mais inovadoras para jogos selecionados.
  • Até 4K HDR a 60 FPS. Aproveite os jogos da maneira que você ama, com belos gráficos HDR e taxas de quadros suaves. (4K HDR a 60 FPS dependem da sua largura de banda. A experiência de jogo pode variar com base na qualidade da conexão com a internet.)
  • Jogue instantaneamente. Nenhuma atualização, nenhum download. Ir direto para o jogo.
  • Sempre ficando melhor. A infraestrutura baseada em nuvem da Stadia evolui para atender às demandas de players, desenvolvedores e criadores do YouTube.

Aqui estão mais alguns detalhes, através do site de desenvolvimento do Stadia :

Leve o desenvolvimento do jogo mais longe do que você pensou ser possível.

A plataforma de jogos sem nuvens da Stadia oferece uma enorme escala, oferecendo a você as ferramentas para levar o desenvolvimento de jogos a novos níveis.

Uma das plataformas de desenvolvimento mais poderosas do mundo.

Acesse ferramentas de desenvolvimento de última geração e hardware personalizado em constante evolução, tudo baseado na mais recente base de código aberto.

Construído para evoluir ao lado do seu jogo.

Nosso hardware personalizado será atualizado periodicamente junto com o software e os serviços, para que você possa se concentrar em realizar sua visão criativa – e não nas restrições das plataformas tradicionais.

HARDWARE

  • CPU x86 personalizada de alta frequência de 2,7 GHz com AVX2 SIMD e cache de 9,5 MB L2 + L3
  • GPU AMD personalizado com memória HBM2 e 56 unidades de computação com capacidade de 10,7 teraflops
  • 16 GB de RAM com até 484 GB / s de desempenho
  • Armazenamento em nuvem SSD

Software de última geração otimizado para a nuvem.

O Stadia é construído sobre uma base de código aberto e ferramentas de próxima geração, usando APIs gráficas e de computação de plataforma cruzada da Vulkan, para que você possa otimizar jogos nativos em nuvem.

SOFTWARE

  • Linux: Versão Debian do sistema operacional de código aberto mais popular do mundo.
  • Vulkan: API de computação e gráficos multiplataforma de última geração com camadas personalizadas otimizadas para jogos nativos em nuvem.
  • Plataforma: nosso SDK fornece APIs robustas para gerenciar jogos, como salvamentos, modos multijogador, suspensão / retomada de jogos e muito mais.

Ferramentas de desenvolvimento poderosas mas familiares.

Com um poderoso conjunto de ferramentas de desenvolvimento feito com os melhores parceiros de middleware e tecnologia, você terá acesso a ferramentas bem estabelecidas que crescem com você.

DEVKITS

  • Unreal Engine: O suporte oficial da Epic Games para Stadia significa que você terá acesso à mais recente tecnologia e recursos do mecanismo de criação mais poderoso do mundo.
  • Unity: Unity é a plataforma de desenvolvimento em 3D em tempo real mais amplamente usada no mundo, permitindo que os desenvolvedores criem experiências ricas e interativas.
  • Ferramentas personalizadas: um conjunto de ferramentas de depuração e ajuste ajuda você a aproveitar ao máximo a nossa plataforma, desde o ajuste fino do desempenho de streaming até o diagnóstico de falhas da GPU.
  • Ferramentas do setor: As ferramentas de desenvolvimento atuais incluem o Havok, o RenderDoc, o Visual Studio, o LLVM, o GPU Profiler da RadeonTM2, IncrediBuild, UmbraTM 3, FaceFX e Intelligent Music Systems, além de estarmos constantemente expandindo para oferecer uma experiência de desenvolvimento familiar.

Ativando o jogo em todos os tipos de dispositivos.

A plataforma Stadia permite a jogabilidade entre telas em TVs, laptops, desktops, tablets e dispositivos móveis usando o nosso controlador Stadia, mouse e teclado, bem como muitos controladores de jogos compatíveis com HID.

– entrada / saída

  • Funciona com entradas existentes: o Stadia suporta entradas de gamepad padrão diretamente da caixa, sem necessidade de desenvolvimento adicional.
  • Botão do Assistente do Google: o controlador Stadia possui um botão dedicado do Assistente do Google que permite novos cenários de engajamento, como ajuda ao vivo no jogo, ativação de uma sessão com vários participantes, compartilhamento de clipes de jogos e muito mais.
  • Faça mais com as capturas: O botão de compartilhamento do controlador Stadia permite que você tire capturas de tela que podem ser compartilhadas com amigos, além de capturar clipes de gameplay e publicá-los no YouTube com o pressionar de um botão.
  • Todos os tipos de dispositivos: uma única base de código funciona perfeitamente em todos os tipos de dispositivos conectados, incluindo TVs, laptops, desktops, tablets e smartphones.

Desenvolva uma nova geração de jogos

  • Plataforma em constante evolução: realize a sua visão com acesso contínuo ao software, hardware e recursos mais recentes.
  • Jogue entre dispositivos conectados: uma única base de código permite a reprodução em TVs, laptops, desktops, tablets, telefones e muito mais.
  • Baixas barreiras à entrada: os jogadores podem entrar em seus jogos com um único clique, sem necessidade de download.
  • Sempre atualizado: como os jogos são transmitidos diretamente da nuvem, os jogadores sempre têm sua versão mais recente.
  • Possibilidades ilimitadas: o poder de Stadia desbloqueia potencial inexplorado para o design de jogos.

Os kits de desenvolvimento da Stadia foram enviados para mais de 100 desenvolvedores. Vários parceiros apareceram ao lado do palco para apoiar a plataforma, incluindo:

  • 2K GamesNBA 2K foi usado para destacar o recurso “Crowd Play” da Stadia
  • id SoftwareDoom Eternal foi exibido rodando em Stadia em resolução 4K e 60 quadros por segundo
  • Q-Games – Trabalhando em um projeto não anunciado construído em torno do “State Share” da Stadia
  • Square EnixRise of the Tomb Raider foi usado para destacar a integração do Google Assistente do Stadia
  • TequilaWorks – Subiu ao palco para demonstrar o recurso “Style Transfer” do Stadia
  • UbisoftAssassin’s Creed Odyssey foi mostrado correndo em Stadia

Além disso, o Google criou a Stadia Games and Entertainment, que criará jogos exclusivamente para a Stadia como um estúdio de jogos de primeira linha. A Stadia Games and Entertainment também trabalhará com desenvolvedores externos para disponibilizar toda a tecnologia do Google da Stadia a estúdios parceiros, grandes e pequenos.

Assista os trailers de anúncio do Stadia abaixo.

Apresentando o Stadia do Google

Revelação oficial do Stadia

Stadia Keynote

Para mais novidades, fique ligado no vgBR.

Post original em Google anuncia Stadia, sua plataforma de jogos na nuvem

Share this post


Link to post
Share on other sites

Agora sim...

Poderemos jogar nossos games via stream e de 5 em 5 minutos teremos um add sense bem no meio da nossa cara durante a gameplay! :mua:

  • Haha 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 horas atrás, JD disse:

Conexão de 1 tera!? 

 

Segundo os dados, exigirá no mínimo 25MBps de conexão.

O Joystick oficial é conectado à Nuvem e ameniza o delay com cálculos entre o que está sendo exibido e o que esta entrando de imput. Provavelmente deve ter um delay de 180ms no máximo em países que foram anunciados como EUA, Canadá e Europa.

Edited by SEELE-01

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu achei isso tudo muito "mágico" pra 2019. Eu imaginava streaming de jogos (ainda mais esses AAA a 60fps) começando a engatinhar daqui a uns 5 anos e olhe lá. Pessoal do Google fez mágica. O gargalo, obviamente, é a latência de rede. Bem, esse é o tipo de serviço que talvez funcione bem nos países mais ricos. Aqui no Brasil eu duvido muito que isso preste agora, ainda mais porque o servidor Stadia na América Latina vai ficar no Chile.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Conexão Brasileira é melhor que a maior parte dos paises da Europa e deve ser equiparável a dos EUA.

 

Problema aqui é a falta de servidores dedicados e os famosos data centers. Sem isso esses serviços de streaming de jogos estão fadados ao fracasso.

 

Se o Stadia não oferecer jogos exclusivos dificilmente eu vou gastar, tempo ou dinheiro, com ele.

 

Microsoft está bem mais preparada que o Google pra brincar disso, anos de jogos da propria empresa e vários estudios experiêntes.

 

Jade Raymond ficou mais famosa por ser delicinha doque por assinar cheque na Ubisoft, já que ela sempre só foi uma produtora executiva.

Edited by RhaZo
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Interesse por enqnto é quase nulo, não vejo uma única vantagem. Vai servir para Lulus compararem o tempo q levou pro grafico ficar bom hahahahaha

Latencia linda, vai ser moleza jogar luta ou tiro...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Citar

Google Stadia tem latência de apenas 155ms em configurações mais altas e internet lenta

 Clique para ver a imagem em tamanho original


No começo da tarde, o Google finalmente revelou o Stadia, seu serviço de streaming de videogames. O Google fez muitas promessas sobre a Stadia, alegando que isso daria aos jogadores acesso a 10,7 teraflops de poder de computação e seria capaz de rodar jogos como o Doom Eternal a 4K / 60fps no lançamento, mas eles não mencionaram muito sobre latência. Não importa realmente o tipo de supercomputador do qual o Google está te prometendo você, se os controles dos jogos forem lentos e frustrantes. Bem, os responsáveis técnicos da Digital Foundry experimentaram a última versão do Stadia na GDC 2019, e os resultados já eram sólidos. Se você tiver 15 minutos de sobra, poderá assistir à análise completa do Stadia.

DF testou o Assassin's Creed Odyssey rodando a 1080p e 30fps usando Wi-Fi e uma conexão de Internet de cerca de 200mbps, e descobriu que havia cerca de 166ms, ou 10 quadros / um terço de segundo, de atraso no botão pressionado. Eles também fizeram um teste de "pior cenário" com uma conexão de 15mbps e conseguiram 188ms de latência. Em comparação, a versão Xbox One X do Assassin's Creed Odyssey também tem cerca de 166ms de latência e os PCs high-end têm cerca de 100ms.

No entanto, quando o jogo está rodando a 60fps. A Digital Foundry apontou que o Assassin's Creed Odyssey rodando a 60fps no Google Stadia deveria ter sua latência reduzida em 33ms, o que o aproximaria muito do PC, ao mesmo tempo em que superaria o Xbox One X a esse respeito.


Passando para a qualidade da imagem, a Digital Foundry notou que o AC Odyssey teve um impacto visual notável durante cenas mais detalhadas ou repletas de ação, sendo os artefatos bastante óbvios. Isso é culpa do codificador de vídeo do Google, e os problemas podem ser ainda mais notados quando os jogos estão sendo executados a 60 qps. No geral, a turma do DF parece bastante otimista sobre o Stadia, chamando-a de melhor experiência de streaming que eles tiveram até hoje.
 
Fonte: Wccftech

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, SEELE-01 disse:

 

Segundo os dados, exigirá no mínimo 25MBps de conexão.

O Joystick oficial é conectado à Nuvem e ameniza o delay com cálculos entre o que está sendo exibido e o que esta entrando de imput. Provavelmente deve ter um delay de 180ms no máximo em países que foram anunciados como EUA, Canadá e Europa.

Ahhhh tá bom! Lolei

Share this post


Link to post
Share on other sites

Só uma curiosidade: o maior cluster do mundo entrega mais de 2 PetaFLOPS (rpeak) e 1,5 PetaFLOPs real (rmax).

 

2018-P01559.jpg

 

O Google tem que comer muito arroz com feijão ainda lol

Share this post


Link to post
Share on other sites

Anúncio bem-vindo, esse mundo dos videojogos precisava de uma chacoalhada.

 

Agora, não tem como não ficar cético com input lag. Porra, tu usa um controle bt no raspberry pi e o input lag já dá as caras, imagina pela internê. Fico achando que, se o futuro for puro streaming mesmo (e parece que vai ser), jogos tipo Celeste vão pro saco e não vão voltar tão cedo. Depende muito também de quão "treinado" a perceber input lag o jogador está. Outra possibilidade é as experiências passarem a considerar grandes latências já no próprio design. Ou então ter alguma forma de criar um "buffer", dependendo do dispositivo, pra jogos que exigem uma resposta mais rápida.

 

Vamos torcer.

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Fahack disse:

Anúncio bem-vindo, esse mundo dos videojogos precisava de uma chacoalhada.

 

Fato. 

 

Eu gosto quando uma empresa nova começa a trazer coisas novas. (nesse caso nem tão novas assim)

Edited by JD

Share this post


Link to post
Share on other sites

Porra, se jogo online a gente já sofre com lag, imagina um stream completo do jogo? Ainda estou cético quanto a esse serviço.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Citar

Chefe do Stadia confirma que Stadia não é um console e roda jogos 4k60fps com apenas 30mb de conexão

 Clique para ver a imagem em tamanho original

Na terça-feira, o Google finalmente revelou o Stadia, seu serviço de transmissão de jogos. Na maior parte, o que eles entregaram se alinharam com os rumores de longa data, com uma grande exceção - não havia nenhum console do Google anunciado. Stadia é puramente um serviço de streaming, sem hardware extra envolvido. Mas poderia um console dedicado chegar eventualmente? Parece que a resposta é não.

A GamesIndustry.biz perguntou ao chefe da Stadia, Phil Harrison, sobre a possibilidade de um console Stadia, e ele lançou o conceito com força, enquanto jogava um pouco de sombra nos consoles em geral.

 

"Estamos absolutamente certos de que não iremos, e nunca lançaremos um console. [Stadia é] uma plataforma de nova geração, ao invés de uma plataforma de próxima geração. Eu acho que é um momento realmente empolgante para a indústria. O mundo inteiro não vai mudar para esse novo modelo da noite para o dia, e levará tempo para percebermos todos os aspectos da promessa. Mas é fundamental e, acredito apaixonadamente, uma direção inevitável e de mão única em que a indústria está se movimentando ".


Em outro lugar na entrevista da GamesIndustry, Harrison forneceu novas informações sobre o que os jogadores precisarão para tirar o máximo proveito da Stadia. No evento de lançamento, o Google prometeu uma jogabilidade de 4K / 60fps, mas muitos questionaram que tipo de conexão com a Internet você precisaria para conseguir isso. Bem, aparentemente, você não precisa de nada muito louco.


Para o nós,[Stadia] lança este ano, fizemos algumas melhorias muito significativas em nosso streamer, nossos codecs, nossos serviços de hardware e software, o que significa que podemos chegar a 4K 60fps em torno de 30mbps. 30mbps não exclui um grande segmento da população. Achamos que podemos alcançar uma parte muito significativa do mundo com esse tipo de desempenho. Não é um gigabyte a jusante. [/quote[

Com relação aos limites de dados da Internet, Harrison expressou confiança de que os provedores aumentarão ou eliminarão seus limites, à medida que o fluxo de jogos se tornar mais predominante.
 
Fonte: Wccftech

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×