Jump to content
Hello Kitty

O que você está jogando ultimamente?

Recommended Posts

Umas 80 horas em Xenoblade Chronicles X, level 32 e no capítulo 8, e o jogo deu uma barrigada forte. Tô com 3 Skells, um em cada membro do time, com os melhores equips, e toda batalha tá uma brisa numa tarde de verão.

O lance desse jogo não ter dungeons propriamente ditas, e usar "só" o world map, dá uma cansada fudida a longo prazo. No início é maravilhoso, o mundo é gigantesco, diversificado e cheio de coisas. Só que quando vc já deu uma explorada razoável nele e já chegou em um nível de skills e equipamento razoável, o jogo se torna aceitar quest, fast-travel até o local e batalha contra quest enemies. Como não tem dungeons, não tem absolutamente mais nada do que isso, é só isso que vc faz.

E no meio vc vê cutscenes, que são ok mas nada de espetaculares. Mais uma piada sobre a Lin cozinhando o Tatsu no jantar ou sobre como o Tatsu é fodão e eu gorfo no meu controle, sério. Tem alguns vilões interessantes, mas é só isso. Tô sentindo muita falta dos personagens do Xenoblade original, o background dos personagens de XCX é muito fraquinho. Tô só no capítulo 8, então tem muito chão pela frente, mas eu sinceramente não me interessei por nenhum dos personagens até agora. Muito pelo contrário, as raças de NPCs (principalmente os Manon e os Orpheans) me interessaram muito mais, o que é um péssimo sinal sobre os personagens do jogo.

No começo eu tava achando esse jogo bem melhor que Xenoblade Chronicles, mas já tô mudando de idéia. Ele perde o gás MUITO forte por investir todas as fichas no world map, que é realmente um dos melhores de todos os tempos, mas cuja exploração enche um saquinho depois de 60+ horas fazendo praticamente SÓ isso. O combate é legal, é uma evolução bacana do combate de Xenoblade Chronicles, mas primeiro que eu tô sentindo bastante falta da Monado e de como ela tornava o combate diferenciado com as previsões de ataques futuros e etc, e segundo que o combate nos Skells, por mais visualmente impressionante que seja, é muito mais chato.

Enfim, continuo em The Witcher 3, e sinto que tô indo pra reta final. Passei pela maldição do Uma, e tô revisitando as cidades em busca de aliados pra shitstorm que tá por vir.

Vi um Infamous: Second Son na CEX ontem por 15 euros e peguei. Joguei só o começo pra ver como é e gostei bastante, percebi que entre W3 e XCX, tava sentindo falta de um jogo menos carregado e com um ambiente mais urbano. Mas vou deixar engavetadinho até terminar pelo menos 1 dos 2 monstros que eu tô equilibrando no momento.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Reta final de Trails in the Sky.

Minha série favorita da atualidade, FODA-SE Suikoden.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pra variar, sigo jogando o Mad Max, mas estou começando a desencanar de fazer tudo, porque tá maluco, é muita coisa que tem pra fazer.

Já estou com quase 13 horas de jogo, mas não progredi quase nada na missão principal, porque fico na neura de limpar todas as bases inimigas e fazer 100% em todas, descobrir tudo e tal. Quero zerar antes de começar o Rise of Tomb Raider, então acho que vou começar a fazer as missões da história primeiro.

Mas até agora é um jogaço, muito bom mesmo, tirando um bug aqui ou outro ali, acho que não tem defeitos aparentes pra mim.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Jogando Spelunky no Vitão imortal.

De vez em quando consigo passar das minas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vi uma das cenas mais emocionantes que eu já vi em qualquer jogo em The Witcher 3 ontem. Quem terminou o jogo com certeza sabe qual é sem nem ter que especificar, mas é uma em isle of mists em Skellige. Quem não se emocionar com essa cena não tem coração não mermão :mua:

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ah vá. Ficou emocionadinho é??? kkkkkk

Já consegui me acostumar com a batalha podre e o hit test cagado do jogo. 3 tentativas pra subir uma escada, o loco! kkkkk

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ahah marejou os olhos sim gaspa, cena linda, jogo lindo.

Então, isso que eu te falei sobre exploração fora de combate que é chatinho mesmo. Se eu fosse arrumar alguma coisa, seria isso. A movimentação fora de combate é quadradona e o targeting de interação com os objetos é bem tosco, a quantidade de vezes que eu acendi e apaguei velas quando tentava lootear alguma coisa é paralela com a quantidade de vezes que eu peguei a arma de um soldado quando tentava fultonear ele em MGS5 ahahah

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ainda no Dragons Dogma.

Sim, o game tem combate bem melhores que qualquer wrpg que ele tenha inspiração, porém:

-História por hora está bem sem sal, confusa e dando poucas infos

-Quests por hora preciso jogar mais, por hora teve uma luta legal com uma Hydra usando mecânica de escalar monstro e depois uma quest sono de ter que vigiar um pedaço do bicho até chegar na cidade grande

-Os pawns são legais de ter companhia e ajudar na luta mas PUTA QUE PARIU CALEM A BOCA E PAREM DE REPETIR INFOS OBVIAS, eu já entendi que qualquer coisa nesse jogo tem fraqueza a fogo.

-Por hora no inicio do jogo tem muitos cenários bem estreitos, tomara que seja só nessa parte pro player não ir saindo pra qualquer lado e se matar, senão é uma triste consequência de tentar fazer o game rodar mais estável nos consolinhos...

-Os menus para itens e equipamentos podiam ser melhores

Por hora me divertindo mas não acho que eu vá terminar o game. Ainda recomendo se alguém tiver interesse num wrpg com sistema de batalha melhor e com alguns toques de desenvolvedores japas sem partir pra putarias e fanservice.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Trails in the Sky SC chapter 7.

Músicas de batalha maravilhosas, ao contrário de certos jogos com música de filme.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ainda no Dragons Dogma.

Sim, o game tem combate bem melhores que qualquer wrpg que ele tenha inspiração, porém:

-História por hora está bem sem sal, confusa e dando poucas infos

-Quests por hora preciso jogar mais, por hora teve uma luta legal com uma Hydra usando mecânica de escalar monstro e depois uma quest sono de ter que vigiar um pedaço do bicho até chegar na cidade grande

-Os pawns são legais de ter companhia e ajudar na luta mas PUTA QUE PARIU CALEM A BOCA E PAREM DE REPETIR INFOS OBVIAS, eu já entendi que qualquer coisa nesse jogo tem fraqueza a fogo.

-Por hora no inicio do jogo tem muitos cenários bem estreitos, tomara que seja só nessa parte pro player não ir saindo pra qualquer lado e se matar, senão é uma triste consequência de tentar fazer o game rodar mais estável nos consolinhos...

-Os menus para itens e equipamentos podiam ser melhores

Por hora me divertindo mas não acho que eu vá terminar o game. Ainda recomendo se alguém tiver interesse num wrpg com sistema de batalha melhor e com alguns toques de desenvolvedores japas sem partir pra putarias e fanservice.

Esse jogo foi uma das minhas maiores decepções:

- O combate é muito bem implementado... MENOS PRA MAGO. Jogue de maguinho e terás as horas mais tediosas de sua vida, hehehe;

- Fast Travel pago. O jogo praticamente te obriga a refazer os mesmos longos caminhos VÁRIAS VEZES;

- NÃO EXISTEM INIMIGOS E ENCONTROS DINÂMICOS. É tudo estático nessa porra. Sempre que você passar por determinado lugar, vai ter os MESMOS inimigos e mesmas emboscadas. Isso não seria um problema, se o jogo não te fizesse repassar pelos mesmos lugares várias e várias vezes;

- A história é muito meh e confusa mesmo. E o final é ridículo;

- Quests chatíssimas, do tipo leve personagem X de A a B, onde geralmente A e B são dois pontos de extremos opostos no mapa.

- Loot de infinitos itens inúteis. Sem contar com a grande limitação de carga dos personagens.

De positivo acho que só sobra a trilha sonora, que é realmente um primor. Só Deus sabe como aguentei esse jogo até o final...

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sobre questão de backtracking eu sei que nessa expansão do dark arisen arrumaram, uma parte do jogo dentro do bau tu acha uma ferrystone acho infinita pra cidade principal e as pedras normais são mais fáceis de achar e mais baratas em preço.

Mas é quem acha interessante o sistema de montar nos bichos e atacar comecem com Strider pois os especiais funcionam mesmo escalando nos bichos ao contrário do fighter, só soube disso depois...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sobre questão de backtracking eu sei que nessa expansão do dark arisen arrumaram, uma parte do jogo dentro do bau tu acha uma ferrystone acho infinita pra cidade principal e as pedras normais são mais fáceis de achar e mais baratas em preço.

Mas é quem acha interessante o sistema de montar nos bichos e atacar comecem com Strider pois os especiais funcionam mesmo escalando nos bichos ao contrário do fighter, só soube disso depois...

Eu tenho a Dark Arisen. E essas pedras continuam caras. Elas resolvem em parte o problema do backtracking, mas não adianta, é muito ruim.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom então sobra pros mods no pc melhorarem no game haha, tipo tirar sistema de peso e preços menores.

Ultimo dia que jogo direto, amanhã e depois é focar no RE0.

Edited by Saikyo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Metro 2033 Redux: Zerado. Amei a ambientação e os cuidados, além de cada detalhe diferente dos outros jogos "apocalípticos". O mais impressionante é que não é exatamente um, jogo de tiro, mas sim de superação e sobrevivência: Todos os monstros tem um motivo de lhe atacar e até alguns tem um motivo de lhe evitar, fiquei deslumbrado com esses detalhes, principalmente dos bibliotecários... Super tenso o momento que eles ficam encarando. Gostei tanto do jogo que espero comprar e ler o livro em um futuro próximo.

Estou querendo até esticar e perseguir as conquistas que esse jogo tem. Gostei d+! :drool2::xonado2:

Transformers: Fall of Cybertron: Zerado. De longe o melhor jogo dos Transformers! Emocionante as missões, momentos épicos e a ultima missão é um show completo. Coisa para emocionar qualquer fã ou não-fã de tão bem feito que ficou. Jogão demais e aconselho todos jogarem.

Edited by Ursozord

Share this post


Link to post
Share on other sites

Life is Strange - Terminei o game, se tivesse jogado antes, teria entrado no meu TOP 3 de 2015, mesmo o game sendo escrito por uma pessoa de mais de quarenta anos, ele consegue relatar muito bem os dramas do grupo adolescente do game, tornando os personagens bem realistas. Eu só não gostei de um puzzle de enquadrar algumas pistas, que ocorre no quarto episódio, fiquei quase uma hora naquilo sem conseguir entender muito bem, até que taquei o foda-se e fui na tentativa e erro para passar daquilo.

O quinto episódio achei que o game deu uma decaída, ficou muito fantasioso em algumas partes abstratas, já o final é para lá de emocionante.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comecei Resident 0, por hora impressão é positiva exceto que não tem layout que muda "change partner" pra outro botão.

Morri pra um escorpião que apareceu do nada, vou tentar de novo pela noite.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tibia.

Comecei Resident 0, por hora impressão é positiva exceto que não tem layout que muda "change partner" pra outro botão.

Morri pra um escorpião que apareceu do nada, vou tentar de novo pela noite.

Impressão positiva durante a apresentação. Depois ela cai vertiginosamente... kkkkkk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Axiom Verge.

Eu já tinha começado, mas parei e agora voltei pra fechar.

A primeira coisa a dizer é que falar que esse jogo é inspirado em Metroid não passa a ideia certa... O jogo não é inspirado, ele é um clone completo. Claro que as armas e as habilidades não são todas idênticas, mas é uma coisinha ou outra que muda mesmo. No mais é tudo muuuito cópia... É tão igual que até o padrão de movimentação de uns inimigos eu já sabia qual seria a primeira vez que eles apareceram na tela, por causa da semelhança com inimigos de Metroid. Ainda estou com umas portas fechadas que dão a entender que alguma habilidade parecida com uma morph ball vai aparecer e, pelo tanto de "inspiração", eu não duvido nada que algo assim aconteça.

Apesar de tudo isso, é um jogo que vale a pena ser jogado e eu recomendo. Esta bem abaixo de qualquer Metroid de verdade, tanto em música, design de fases, história, ambientação e carisma, mas na falta de jogos novos pra série isso é provavelmente o mais perto que da pra chegar.

Parece ser curtinho também. Eu umas horinhas eu já abri quase tudo que tinha pra abrir. Acho que na próxima vez já fecho. Duas jogadinhas ai já resolvem (pelo menos pra quem já manja de Metroid e já sabe como funciona o esquema.... Novatos podem perder um certo tempo batendo cabeça). Aliás, vale a pena comentar que o jogo é bem mais fácil que Metroid.

Edited by Sepu

Share this post


Link to post
Share on other sites

To puto com as tempestades intermináveis do Mad Max, só isso que eu queria dizer. .

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vi uma das cenas mais emocionantes que eu já vi em qualquer jogo em The Witcher 3 ontem. Quem terminou o jogo com certeza sabe qual é sem nem ter que especificar, mas é uma em isle of mists em Skellige. Quem não se emocionar com essa cena não tem coração não mermão :mua:

Nivel gente q chorou em FF7? haha

Jogue Ori, final é triste também, mas não nível lagrimas :P

Continuando (lentamente) TW3, ainda to tentando me acostumar com a mecanica cheap das batalhas, fui enfrentar um golem (bem começo do jogo acredito) jogando na dificuldade mais difícil e deu um trabalhinho, nada que a tecnica, ataca, ataca, esquiva não desse um jeito porém

O primeiro desafio do jogo, aquele bicho que voa (e esqueci o nome) é muito melhor por exemplo.

E subir escadas bugadas e apagar velas tentando dar loot é um feature desse jogo :mua:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Reta final de Trails in the Sky SC.

Acho que depois desse jogo devo jogar algo mais light porque tem diálogo demais e ás vezes fica difícil absorver tanto conteúdo por mais que eu já tenha experiência no gênero.

To pensando em jogar um Devil May Cry, tenho o 4 Special Edition e o Definitive Edition do DmC... qual recomendam?

Share this post


Link to post
Share on other sites

To pensando em jogar um Devil May Cry, tenho o 4 Special Edition e o Definitive Edition do DmC... qual recomendam?

Ambos.

E Seifer, isso aí foi um spoiler. E sobre Witcher vc está fazendo análise do tutorial do jogo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×