Jump to content
Hello Kitty

O que você está jogando ultimamente?

Recommended Posts

Eu ainda acho o II um jogo bem legal, pra fãs principalmente. O problema é que apesar de ser bem mais polido que o primeiro ele também foi lançado antes da hora e acabou ficando demasiadamente curto.

 

Então pra mim é um jogo 7.5, com várias melhorias em relação ao primeiro mas infelizmente desperdiçaram uma oportunidade e por conta disso devem ter cancelado o 3.

 

Essa série precisa voltar. Mas infelizmente é algo bem improvável.

Share this post


Link to post
Share on other sites

não só pra fã. Só conheço o 2 e nem sou chegado em Star Wars, embora não tenha assistido a apenas Rogue One e Solo, dos filmes grandes. Como obra de ação, é até que legal. Tem momentos muito bacanas, como toda a sequência de fuga com os tie fighters, o monstrão da arena e o "pouso" do Destroyer.

 

Lembro que atiçou minha curiosidade pra série, na época. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Link.... Jesus!

 

Esses jogos são horríveis.

 

Dá mais não! É muita falta de manjação!

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

42 minutos atrás, JD disse:

Link.... Jesus!

 

Esses jogos são horríveis.

 

Vc teria q zerar o jogo pelo menos na sith lords para q a gente pudesse debater. Do contrário é só uma questão de impressões.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu tô muito disléxico com videogame faz tempo. Tenho uma caralhada de jogos lá, fico aceso pra comprar outros e nunca termino nenhum.

 

Botei como meta Terminar Horizon. Comecei ontem.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fiz algumas capturas dessa minha jogatina repentina de Force Unleashed.

To desconfiado que o 2 é o jogo mais bonito da geração passada. Várias dessas imagens são CGs entretanto.

 

 

ed3d5cf2-9bf0-4a88-a7a6-de9d0418cb2f_Thu[
1bc9034e-e4e7-4931-ae7e-d6461603bf5c_Thu
ccd33500-84d9-44d3-9002-8d0bcd2b7623_Thu
16b0a99b-c50a-4a29-9c92-d3f75b4e6adc_Thu

fdc7248a-c62e-4125-a238-82c60c0fd736_Thu

 

2b8be2e0-613b-4e9d-b26c-76b35f233125_Thu
6542af39-f8a9-45bc-9e5c-e015d8d80b23_Thu
2ec5dc29-bce0-4a0c-bd50-ab96a7d05843_Thu
0f47358e-503c-4493-ba45-93e21b6cf3e1_Thu
0b5577d7-18a4-496a-8697-531349306cc5_Thu
46fa0a47-bdff-4196-8c0b-5067f2a5a90c_Thu
7a6efe13-fbf7-4ad3-ac7a-7ed2f6e764c7_Thu
3f69e11d-4238-4d9d-939a-32244f7d11ba_Thu
78c88961-5062-4567-8602-91b671a37a19_Thu
5e1310d5-20b7-41ce-8bf9-f2af275256b0_Thu
44977d22-8b84-47e6-bcbe-02e2fee15d9f_Thu
56043fd9-baee-421d-8165-cca42789528f_Thu
c9ddb153-e6c0-44b3-8ac1-8b272c6ea046_Thu

Edited by Libraink

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 horas atrás, koston disse:

Eu tô muito disléxico com videogame faz tempo. Tenho uma caralhada de jogos lá, fico aceso pra comprar outros e nunca termino nenhum.

 

Botei como meta Terminar Horizon. Comecei ontem.

 

Estou na mesma...
Atualmente, em progresso e sem concluir eu tenho o Deus Ex Mankind Divided, Witcher 3 (que terminei a campanha, mas nem encostei nas expansões), Middle Earth: Shadow of War, Sleeping Dogs Definitive Edition...

Meses atrás, antes de começar a trabalhar, eu estava jogando direto o Elite Dangerous, provavelmente um dos melhores jogos da atualidade (para quem gosta da temática espacial).
Algumas screens:

 

Spoiler

359320-screenshots-20180306135836-1.jpg
359320-screenshots-20180308174233-1.jpg
359320-screenshots-20180312122630-1-1.jp
359320-screenshots-20180312122630-1-1.jp
359320-screenshots-20180323124030-1.jpg
359320-screenshots-20180329113123-1.jpg
359320-screenshots-20180417173437-1.jpg
359320-screenshots-20180420210056-1.jpg
359320-screenshots-20180420212907-1.jpg
359320-screenshots-20180420214728-1.jpg
359320-screenshots-20180423224018-1.jpg
359320-screenshots-20180425172059-1.jpg
359320-screenshots-20180514210849-1.jpg

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
23 horas atrás, koston disse:

Eu tô muito disléxico com videogame faz tempo. Tenho uma caralhada de jogos lá, fico aceso pra comprar outros e nunca termino nenhum.

 

Botei como meta Terminar Horizon. Comecei ontem.

 

Eu tô na mesma juju, mas esse lance de botar como meta não rola, IMO...ou o jogo te prende ou não prende. Aliás, tem outros motivos, mas grande parte do motivo pelo qual eu termino pouca coisa que jogo é pq tem muito jogo ruim por aí. Ou na real, não é nem que o jogo é ruim, mas nego entucha com tanto filler que mesmo que vc goste, tem grande chance de se tornar insuportável em algum ponto. Mesmo os jogos que me prenderam em tempos recentes, como Nier: Automata, foi fodinha de terminar pq era pro jogo ter terminado umas 2 horas antes do que terminou.

 

Os outros motivos são pessoais: me mudei 2 meses atrás e fiquei 1 mês com os consoles encaixotados, e agora que estabilizei na casa nova, tou viajando direto a trabalho ahahah...gostei muito do Spider-man mas não jogo tem quase um mês pq não paro em casa. Tô jogando o Valkyria Chronicles 4 no switch e tô achando excelente.

 

E eu caio na mesma cagada que vc: não termino nada e tô sempre na seca pra pegar jogos novos ahahah, tô de olho no Call of Cthulhu novo, no Red Dead Redemption 2, praticamente toda semana eu procuro data de lançamento pro Beat Saber no PSVR...peguei uns 3 ou 4 jogos pro switch nos quais mal encostei.

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, SKOG disse:

 

...

Meses atrás, antes de começar a trabalhar, eu estava jogando direto o Elite Dangerous, provavelmente um dos melhores jogos da atualidade (para quem gosta da temática espacial).
Algumas screens:

 

  Ocultar conteúdo

359320-screenshots-20180306135836-1.jpg
359320-screenshots-20180308174233-1.jpg
359320-screenshots-20180312122630-1-1.jp
359320-screenshots-20180312122630-1-1.jp
359320-screenshots-20180323124030-1.jpg
359320-screenshots-20180329113123-1.jpg
359320-screenshots-20180417173437-1.jpg
359320-screenshots-20180420210056-1.jpg
359320-screenshots-20180420212907-1.jpg
359320-screenshots-20180420214728-1.jpg
359320-screenshots-20180423224018-1.jpg
359320-screenshots-20180425172059-1.jpg
359320-screenshots-20180514210849-1.jpg

 

Comprei. Joguei 100h. Mas é um jogo que como ninguém jogou, não tinha nem como conversar com ninguém

Share this post


Link to post
Share on other sites
17 horas atrás, JD disse:

Comprei. Joguei 100h. Mas é um jogo que como ninguém jogou, não tinha nem como conversar com ninguém

 

Eu entrei nos grupos do jogo no Facebook e com isso arrumei uma galera BR que jogava. No Elite teve momentos que eu preferi a solidão do jogo, como quando fiz a expedição pra Colônia (2 semanas jogando várias horas por dia sem ver uma alma viva) e quando fui visitar o buraco negro massivo no centro da galáxia. Teve outras vezes que eu me empenhei em jogar em grupo, como quando reconquistamos a estação "Brazilian Dream" pro clã BLP (Brazilian League of Pilots). Ou quando fomos expulsar os Thargoids de alguns sistemas na bolha.

No geral, eu só não me adequei muito no Elite ao PvP... sempre tomo bola e acabei não me empenhando.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu to numa fase muito estranha em termos de jogos.

 

Antes eu jogava de tudo e jogava RPGs a rodo. Mas depois de ter me decepcionado com Witcher 3 e FFXV, não tive vontade de comprar mais nada. Tá lá minha wishlist parada com Trails in The Sky 3, Dragon Quest, Tomb Raider, Megaman 11 e nunca compro eles.

 

Heroes of The Storm, Overwatch e Civilization V têm suprido toda a minha necessidade de jogar. O nível de diversão e rejogabilidade desses jogos é praticamente infinito.

 

E fora isso tenho gastado meu tempo livre com jogos de tabuleiro e RPG de mesa. Acho curioso como meu perfil gamer mudou bastante ao longo dos anos...

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Desses aí, só Megaman 11 presta de verdade.

 

Trails 3 é legal pra fechar o enredo, mas é o mais fraco da trilogia, que já é bem maior do que precisava. Dragon Quest é Dragon Quest, se gosta de um, gosta de todos.

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Vash disse:

Desses aí, só Megaman 11 presta de verdade.

 

Trails 3 é legal pra fechar o enredo, mas é o mais fraco da trilogia, que já é bem maior do que precisava. Dragon Quest é Dragon Quest, se gosta de um, gosta de todos.

 

 

Pois é, o Trails 2 não me deixou nenhum gancho pra motivar tanto assim a jogar o 3.

 

E eu adorei o DQ 8 na época e pelo vi o novo DQ segue a mesma linha. Mas ainda tá muito caro também.

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, Billy Lee Black disse:

E fora isso tenho gastado meu tempo livre com jogos de tabuleiro e RPG de mesa. Acho curioso como meu perfil gamer mudou bastante ao longo dos anos...

 

Eu prefiro muito mais resolver um episódio de TIME: Stories ou Sherlock Holmes: Consulting Detective com a patroa do que jogar videogame atualmente. Ainda jogo mas mais como tapa-buraco de tempo do que como hobbie principal mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Cerial disse:

 

Eu prefiro muito mais resolver um episódio de TIME: Stories ou Sherlock Holmes: Consulting Detective com a patroa do que jogar videogame atualmente. Ainda jogo mas mais como tapa-buraco de tempo do que como hobbie principal mesmo.

 

Ainda não joguei nenhum dos dois (até pq não foram lançados no Brasil). Mas esse Time Stories não vi viva alma falando mal. É só elogios!

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Sherlock é da década de 80...O foda é que é impossível traduzir o jogo, ele é 99% texto.

 

O sistema do TIME: Stories é animal, nego conseguiu traduzir um rpg/aventura pra tabletop de forma impecável. O foda mesmo são as aventuras - eu e a patroa jogamos os 2 primeiros (Asylum e The Marcy Case) e apesar de ter gostado dos 2, tem umas falhas muito fortes. É difícil de explicar o pq, mas de forma geral, essas aventuras não só não te estimulam a explorar e tentar tudo no jogo, como te punem por isso: toda santa vez que vc vai fazer algo opcional, vc se fode. De vez em quando o jogo deixa bem claro que se vc continuar, vc vai se foder, mas tem umas situações em que literalmente não dá pra saber ahahah, muito fdp.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

TlJg3pf.jpg  HPjB51I.jpg

 

Já chegou o disco voador, Submarino honrando uma pré order e entregando no DAY ONE, milagre!

 

Salvou meu fim de semana.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Zerei Megaman 11. Bom jogo, apesar dos pesares. Dificuldade boa, ainda mais se não usar os poderes e o Gear System.

 

Uma pena que foram muito tacanhos e fizeram um jogo bem classicão. Podiam explorar mais como foi feito no 7, Megaman & Bass e no 8: Vc teria que achar os itens pra loja, criando uma exploração maior dos cenários e até um uso mais interessante dos poderes além de ataques diferentes (e muito bons, diga-se de passagem). Poderia ter mais customização de tiros e manter a armadura, era legal DEMAIS usa-la no 7.

 

Espero que numa sequência, visto que o jogo aparentemente teve uma recepção muito boa, se sintam livres pra explorar mais e sair do molde ultra clássico da série.

Edited by Vash

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas veja, megaman 7 e 8 não são unânimidades, muito em razão dessas mudanças aí. Não serei hipócrita em dizer que não gostaria de explorar em busca de segredos, mas tem a série X que sempre foi sobre isso. Como fã, esperava bastante ação, level design no equilíbrio ideal entre o fazer pensar e reagir rápido, Bosses empolgantes. Tive tudo isso, não tenho do que reclamar. 

 

To tentando fazer boss rush no Superhero sem dano, mas tá difícil. já tenho um no normal.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Então o que eu já ouvi de reclamações de megaman 7 e 8 foram: tamanho dos bonecos, Ost, Spring Man (Megaman 7) e design de fases, 4 chefes por vez, cutscenes e VA (Megaman 8). Nunca ouvi falarem mal dessas mudanças mas não tem como eu saber o que o mundo todo pensa :lol:

 

Na verdade Megaman 11 foi exatamente o que eu achava que ia ser: direto e muito competente com pouca coisa nova. o Gear System foi uma ideia legal, fases e chefes foram pensados com ele em mente, pelo menos o Speed Gear. O power Gear eu mal utilizei. No modelo com mais exploração que gostaria isso podia ser muito bem utilizado com os poderes dos chefes.

 

Enfim, é só coisas que queria ver mesmo e espero que adotem. Ficar na formula tradicional demais que gente que nem joga mais videogame curtia não acho uma receita muito interessante, por mais competente que o jogo no final seja. Como revival tudo bem, mas agora é pra dar sequência.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

RDR2 - Aqui vai minhas primeiras impressões após cerca de 10 horas de jogo, estou com 20% da campanha principal concluída.

O jogo tem uma ambientação inacreditável, tudo é muito vivo e bonito, não é o jogo mais bonito que joguei se for comparar gráficos, entretanto ele é o mais bonito no conjunto da obra devido sua grandiosidade, variedade de arvores, flores, animais, NPCs, enfim, tudo é feito com muito esmero.

Também é o jogo de mundo aberto mais realista que joguei, só que esse realismo por muitas vezes chega a incomodar, para cada ação que tu vai fazer tem um comando, pegar um item encontrado, gera uma animação de alguns segundos, no inicio é bonito ver, com o passar do tempo vai dando no saco. O cavalo parece um tamagochi, tu pode que dar comida, fazer carinho, pentear crina, assim como seu personagem tem que se alimentar também senão vai ficando fraco, tem que administrar as armas que vai carregar, pois as demais ficam no cavalo. Outra coisa complicada é que se você se distancia muito do cavalo ele não respondeu ao assobio, como no primeiro game em que o cavalo era tele transportado para onde você está, esse jogo está me mostrando que o realismo nos videogames nem sempre são flores.

Você encontra uma arma, da para passar óleo nela para melhorar o desempenho, personalizar seu itens, enfim, é uma enormidade de personalizações que já me deixa cansado só de ver, quanto mais de fazer.

Felizmente a maioria dessas coisas não atrapalham no gameplay padrão, outras já irritam, como fazer uma bolsa para aumentar a quantidade de itens que tu pode levar, tu vai ter que caçar alguns animais em especifico, mas não basta caça-los, vai ter que encontrar o animal X com uma boa pele para poder ser utilizado, isso faz você caçar várias vezes um mesmo tipo de animal até encontrar a pele desejada, são detalhes que sinceramente acho desnecessário.

A jogabilidade continua bem no padrão Rockstar, o que eu acho muito ruim, além do personagem ser bem limitado para se movimentar, na hora do tiroteio tu tem aquela sensação que o jogo está fazendo tudo automático devido ao auxílio da mira, agora se você desliga esse auxílio fica horrível de mirar, estou deixando automático mesmo já que é do jeito que vem. Outra coisa que me incomodou foi o “Jenio” que resolveu deixar o RT/R2 para sacar a arma, já matei NPC sem querer com isso algumas vezes no jogo, querem reinventar a roda com uns comandos básicos que só atrapalham.

A história evolui de forma bem lenta, até agora só teve uma única missão que impressionou, que foi de caça, as demais foram bem no padrão do primeiro jogo, espero que melhore mais para frente, por enquanto estou preferindo bem mais o primeiro jogo da série a essa continuação.




Enviado de meu SM-G611MT usando o Tapatalk

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Jim Sterling comentou exatamente disso, o excesso de realismo como punheta artística que mais atrapalha do que ajuda na diversão, tudo isso travestido de "atenção aos detalhes".

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estou com menos tempo que o ITA, mas tô concordando bastante com as impressões dele. 

 

Problema é que esses medalhões da Rockstar, Nintendo e Sony são meio imunes as críticas... 

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 horas atrás, Vash disse:

Jim Sterling comentou exatamente disso, o excesso de realismo como punheta artística que mais atrapalha do que ajuda na diversão, tudo isso travestido de "atenção aos detalhes".

 

Primeira coisa que a indústria de games tinha que parar de fazer é perder essa pretensão artística dos jogos.
Hoje em dia não basta ter boa ambientação, os caras querem transpor pro jogo coisas do mundo da arte que vão além do que é necessário. Parece que o objetivo do jogo que é entreter fica em segundo plano. Antes o jogo se preocupava em entreter e depois, se desse, incluia coisas de viés artístico - contando que não atrapalhassem o andamento ideal do jogo. Aliás, essa alta pretensão artística é um dos fatores que encarecem a produção de um jogo também.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×