AnálisesArtigos

VRUM – Aprendendo Sobre o Trânsito

Análise diferente hoje na vgBR, em especial por ser nossa primeira matéria sobre um jogo educativo mas também inteiramente produzido no Brasil, mostrando que o mercado de games local está crescendo ao ponto de recebermos títulos nacionais para analisar.

VRUM – Aprendendo Sobre o Trânsito é um jogo educativo feito pela desenvolvedora nacional, Thinkbox Games, que trás em sua concepção a ideia de passar as principais regras de trânsito através de um sandbox.

A primeira vista o jogo lembra uma espécie de GTA, usando a mesma câmera e mundo aberto, mas sua proposta é totalmente contrária a série da RockStar. Ao invés de criar o caos e quebrar as regras de trânsito, aqui você terá que respeitá-las e andar dentro da lei.

Em VRUM você será um pedestre que vai se tornar um motorista e motociclista e terminará o jogo como piloto da cidade de Santa Fé. Com um enredo básico o jogo mostra a história de um jovem que completou 18 anos e que sonha em se tornar piloto e participar da corrida anual da cidade. Para começar essa jornada, você deverá se dirigir até a autoescola próxima a sua casa e tirar a carteira de motorista. Tarefa um pouco demorada devido à lenta movimentação do personagem. Mesmo correndo, quando você estiver a pé o ritmo deixará um pouco a desejar.

Felizmente o jogo não demora em lhe colocar a bordo de um veículo e neles, seja carro ou moto, a coisa muda de figura. É possível acelerar a vontade, embora você sempre seja alertado sobre os limites de velocidade e as regras de trânsito que eventualmente estará quebrando ao fazê-lo.

A cidade de Santa Fé, apesar de relativamente grande, não tem muitos extras e o jogo se mantém focado em suas missões da campanha até que você consiga se tornar um piloto na corrida anual.

É interessante observar que apesar do jogo lhe avisar quando você cometeu uma infração, ele felizmente não o impede de fazê-lo, pois ainda que seja o objetivo do jogo, nem sempre você vai ter habilidade ou paciência pra obedecer às leis de trânsito. No entanto se você ignorar completamente as leis o jogo lhe avisa que você está conduzindo de forma perigosa, e reinicia sua missão. Além disso, VRUM faz você andar na linha com uma espécie de pontuação na carteira de maneira decrescente que quando chega à zero, obriga o jogador a refazer as aulas na autoescola e tirar a carteira novamente.

Apesar do conjunto de regras do jogo ser bastante completo, a detecção de algumas infrações é falha e é mais difícil andar dentro da lei do que parece. Tivemos dificuldades nos testes da autoescola, por exemplo, pois mesmo obedecendo algumas paradas na faixa de pedestres ou a placa PARE, o jogo aparentemente não detectou e considerou a infração mesmo assim, nos fazendo repetir a prova por diversas vezes. Uma opção para pular os textos de explicação fez falta, pois fomos obrigados a reler as instruções todas as vezes que a prova reiniciava.

Outro fator que acaba quebrando o ritmo, é que a cada infração o jogo mostra uma janela e dá uma pequena pausa para lhe avisar sobre a falta. Com isso VRUM mantém a conscientização, mas perde em dinamismo. O ritmo de jogo é bastante afetado e por diversas vezes ficamos tentados a quebrar as regras pra chegar ao objetivo.

No geral, os controles respondem bem e embora os gráficos sejam simples a engine de jogo não é pesada, permitindo rodar em máquinas mais modestas de maneira eficiente. A história progride através de quadrinhos que fazem o papel das cutscenes. Já os carros são em sua maioria baseados em modelos reais e a atenção a detalhes como a necessidade de se colocar o cinto de segurança, utilizar as setas e ficar de olho no consumo de combustível com postos para abastecer os veículos somam pontos positivos em detalhes a VRUM, não vistos em outros jogos do gênero.

O jogo obviamente é inteiro em português, apesar de que na versão que recebemos pra análise, a janela de configuração para iniciar o jogo ainda estava totalmente em inglês. Mas acreditamos que o mesmo deverá ser traduzido para a versão final.

No final das contas, o esforço da desenvolvedora em criar um produto educativo é válido, pois VRUM trás uma experiência didática que simula bem as regras de trânsito, entrega o que propõe e certamente fará sucesso junto ao seu público alvo.

VRUM – Aprendendo Sobre o Trânsito deve ser distribuído gratuitamente aos alunos da 6ª a 9ª séries pelas escolas através de convênio firmado com o DETRAN ou Secretaria Municipal de Trânsito.

Galeria de imagens:

Átila Graef

Comentários(4)

  1. Avatar

    show de bola , parabéns a ThinkinBox Games…jogo muito bem feito!

  2. Avatar

    Interessante mesmo, vale a pena dar uma conferida.

  3. Avatar

    Curti a textura do asfalto, condizente com as nossas ruas esburacadas, hahahaha.

  4. Avatar

    gostaria muito do link da vesao completa versão completa do VRUM – Aprendendo Sobre o Trânsito

Comentários