Análises

Análise: The Wolf Among Us

8
<p style="text-align: justify;">Que venham os próximos episódios!</p>

Observação: Para os que não estão familiarizados, este texto será como a análise de The Walking Dead: The Game. Como o jogo é dividido em 5 episódios, conforme forem sendo lançados, vou atualizando esta página.

Nesta época do ano onde consoles novos e lançamentos de fim de ano como Battlefield 4, GTA V, Assassin’s Creed IV entre outros dominam a cena, um jogo como The Wolf Among Us poderia passar despercebido por muitos. Telltale Games, que criou o fantástico The Walking Dead: The Game, desta vez escolheu fazer uma interpretação de outra série de quadrinhos, chamada Fables.

Dentro do universo do jogo, houve um êxodo do lugar onde habitavam os personagens de contos de fada, por motivos desconhecidos (por enquanto). A grande maiorias desses habitantes foi morar em Nova York, em uma área que ficou conhecida como “Fabletown”. Lá moram clássicos como a Bela e a Fera, a Branca de Neve e o Caçador (Chapeuzinho Vermelho). Para evitar suspeitas por parte dos população comum, foi criada uma poção com o poder de alterar a forma dos personagens não humanos, chamada glamour, que é válida somente por um período de tempo.

O Lobo Mau, conhecido como Bigby Wolf, quer deixar para trás seu passado como vilão. Agora ele é xerife de Fabletown, encarregado de garantir que a comunidade de personagens mantenha anonimato para os humanos, o que começa a se tornar complicado quando um deles é brutalmente assassinado. O que segue é uma trama de detetive onde Bigby vai seguindo pistas para descobrir o assassino. A narrativa é muito forte, com personagens interessantes, cada um com sua motivação, seus problemas e opinião sobre os demais e apresentando um tom noir que se adequa bem à história sendo contada. A atuação é de primeira categoria, dando muito realismo aos personagens de contos de fada.

Em alguns momentos, o jogador deve fazer uma escolha que altera a forma com que a história se desenvolve. Os grandes pontos da narrativa são sempre os mesmos (como o assassinato nos primeiros 15 minutos de jogo) e algumas escolhas são deixadas totalmente a critério do jogador (como quem ele acha que é o assassino) que poderá influenciar em como a história se desdobrará em futuros episódios.

Em termos de gameplay, o jogo não se alterou muito da fórmula estabelecida em The Walking Dead: The Game. O jogador continua se movimentando dentro de um espaço usando o analógico e apertando botões para escolher opções de diálogo. Desta vez existem mais cenas de ação, porém os controles se limitam a usar o analógico para direcionar o cursor a um lugar específico da tela e apertar o botão que está sendo mostrado. Claramente o foco é a narrativa e não a inovação de mecânicas de jogo, mas não há nada de errado nisso.

Graficamente, The Wolf Among Us é muito bom, mesmo falhando um pouco em alguns momentos. Em termos de estética, o jogo apresenta um tom mais sombrio, com predominância de cores escuras e música que se encaixa bem no estilo de filmes de detetive noir, porém ainda mantendo um visual próximo dos quadrinhos. Infelizmente, apresenta problemas de sincronização de voz e lábios, além de quedas de framerate todas as vezes que uma nova cena é carregada. Nada disso acaba com o jogo, mas é triste ter a imersão de uma narrativa tão forte quebrada desta forma, ainda mais considerando-se que são problemas que já estão presentes em outros jogos da Telltale Games há algum tempo.

BigbyBusinessOffice

Sem dúvida The Wolf Among Us vale o preço do primeiro episódio no Xbox 360 e PlayStation 3, ambos oferecendo um season pass que inclui os próximos 4 a preço reduzido. Jogadores de PC só têm a opção de pagar por todos os episódios de uma única vez, baixando-os conforme forem sendo lançados. Ainda assim, se o primeiro episódio serve de alguma indicação, pagar pelo pacote deverá valer cada centavo!

The Wolf Among Us é um jogo que qualquer pessoa que gosta de narrativas fortes, com personagens bem desenvolvidos deve jogar. A temática é algo novo, o que adiciona ainda mais à experiência. O melhor de tudo é que está somente em seu primeiro episódio! Fique atento nesta página, que será atualizada no lançamento do segundo episódio!

Bernardo Dabul
Últimos posts por Bernardo Dabul (exibir todos)

Comentários