Artigos

E3 2014 – O que esperar da Nintendo?

Algumas coisas que vão pintar na E3 de 2014 da Nintendo já foram anunciadas. Sabemos que será realizado um evento de Smash Bros, que o novo Zelda para Wii U finalmente aparecerá, que a nova IP de Shigeru Miyamoto será revelada ao mundo, além de outros jogos da E3 passada que serão mostrados com mais detalhes.

A lista abaixo basicamente dá conta de alguns dos jogos que já foram anunciados na E3 ou em uma Nintendo Direct e que devem voltar na E3 2014 da Nintendo para mais detalhes:

– The Legend of Zelda (Wii U)

– Yarn Yoshi (Wii U)

– Pushmo World (Wii U)

– Smash Bros (Wii U/3DS)

– Bayonetta 2 (Wii U)

– X (Wii U)

– Shin Megami Tensei x Fire Emblem (Wii U)

– Hyrule Warriors (Wii U)

– Pokémon Omega Ruby & Pokémon Alpha Sapphire (3DS)

Jogos recentemente lançados como Mario Kart 8 provavelmente serão lembrados no Nintendo Direct, com foco no sucesso de vendas e na boa recepção da crítica. Da mesma forma, a Nintendo deve falar do QoL (Quality of Life), que deve ocupar parte do seu evento digital.

toadO foco deste artigo não será nos jogos anunciados e sim nas eventuais “surpresas” que virão. Tentei analisar o contexto atual de Wii U e 3DS e imaginar quais seriam esses tais anúncios, conhecendo a Nintendo e tendo em vista seu conservadorismo. Com o 3DS já em um ótimo patamar de vendas, vejo a Nintendo nessa E3 concentrada no Wii U, mais ainda do que em relação ao ano passado.

Quando o Wii U foi anunciado, a Nintendo em menos de 1 ano já havia disparado algumas de suas franquias mais fortes comercialmente: New Super Mario, Mario Kart, Mario 3D e Smash Bros. Essas armas já foram usadas e agora ela necessita de outro tipo de munição. Acredito que a solução virá do 3DS.

Eu vejo a Nintendo tentando evitar que o Wii U se transforme em um novo Gamecube e tentando transformá-lo justamente em um novo 3DS: um sistema que não faz nada de mais em relação ao seu antecessor mais revolucionário e que provavelmente não venderá tanto quanto, mas que possui jogos extremamente competentes.

A ideia será convencer os donos do 3DS a adotarem o Wii U através de anúncios de jogos que fizeram sucesso no 3DS.

Seguem aqui alguns dos jogos que eu acredito que serão anunciados neste E3, além de outros tipos de anúncios. Trata-se de uma previsão e deve ser considerada como tal.

1)      Novo Luigi’s Mansion para o Wii U

Luigis-Mansion1

Luigi’s Mansion: Dark Moon foi sucesso de crítica e de público no 3DS. Eu não ficaria surpreso se a sua sequência viesse para o Wii U, de forma a convencer os donos de 3DS a adotarem o Wii U também. O jogo foi million seller nos EUA, na Europa e no Japão e conta com um personagem conhecido do público. Para vender mais unidades do sistema, vejo a Nintendo optando por uma sequência que faça uso do gamepad, que seria utilizado para interagir com os fantasmas apontando-o para a tela. Acredito que o jogo sairá no natal de 2014.

2)      Animal Crossing para Wii U

Animal Crossing New Leaf.01_090413

Na mesma pegada de Luigi’s Mansion, um anúncio de Animal Crossing me parece inevitável. Não existem dúvidas de que a série virá eventualmente para o Wii U. A questão é saber quando isso irá acontecer. Não vejo a Nintendo esperando muito mais para anunciar um novo jogo da série, visto que assim como Luigi’s Mansion ela vende bem nos três principais mercados e ainda por cima vende melhor. Nós sabemos bem que mais vendas é exatamente o que a Nintendo está precisando nesse momento com o Wii U.

Animal Crossing deverá ser o “Mario Kart” de 2015, ou seja, o jogo que herdará a responsabilidade de gerar o buzz necessário para mover mais consoles. Acredito que só sairá no primeiro semestre de 2015.

3)      Mario Party 10 para Wii U

mario party 8 art

Os jogos da série Mario Party apareceram em todos os consoles da Nintendo desde o Nintendo 64 e costumam ter de 2 a 3 iterações por console. Acredito que 3 fatos corroboram para o anúncio de um nogo jogo da série neste E3: o fato da série aparecer tanto em consoles em prazos tão curtos, o fato do Wii U estar perto dos 2 anos de idade e o fato de 10 ser um número especial para a franquia. Disso poderemos esperar duas coisas: um novo Mario Party 10 para Wii U e o lançamento dos jogos da série para o Virtual Console, começando pelos de Nintendo 64.

O jogo fará uso extensivo do Gamepad, mas nada que já não tenhamos visto em jogos do console. O gamepad será usado para rolar um dado virtual com uma chacoalhada (como em Wii Party U) e também será usado em jogos 3 versus 1 com foco em gameplay assimétrico (como em Nintendo Land), o que fará com que o gamepad sempre esteja trocando de mãos e sendo utilizado por todos os jogadores em minigames assim. O grande foco do anúncio será o online, que utilizará o mesmo modelo conceitual de Mario Kart 8.

Normalmente o anúncio de um jogo assim tão próximo de um jogo da mesma franquia recém lançado num portátil (Mario Party: Island Tour) poderia ser improvável, mas Mario Party é uma série com alta rotatividade (leia-se: milkagem), o que me faz pensar que neste caso existe uma exceção.

4)      Paper Mario volta às origens Wii U

paper mario

Paper Mario: Sticker Star para 3DS não convenceu. Trata-se do jogo da série com pior avaliação. Vejo a Nintendo tentando voltar à “era de ouro” da série, com o resgate de elementos dos dois primeiros jogos da franquia: Paper Mario e Paper Mario: The Thousand-Year Door.

O uso do gamepad deverá trazer inovações de gameplay, mas o foco de RPG que foi esvaziado com a retirada do sistema de evolução por levelling up e a ausência de companheiros de time (Goombario, Bombette, etc.) voltará com tudo. O sistema de stickers certamente será descartado.

5)      Metroid em dose dupla e descanso para Donkey Kong

Metroidprime3_1Existe uma ala de fãs de Metroid que deseja ver Metroid Prime 4 num console HD da Nintendo. Esta ala ficou bastante desapontada quando a Retro Studios anunciou Donkey Kong Country: Tropical Freeze, sequência do excelente Donkey Kong Country Returns do Wii.

No entanto, logo após o polêmico anúncio foi divulgado na imprensa que o time da Retro Studios ficou bastante dividido quando da decisão entre um novo Donkey Kong e um novo Metroid. O meu palpite é que na época foi acordado que um jogo mais simples como Donkey Kong Country daria mais tempo para a equipe explorar bem o poder do novo console, que então seria utilizado ao máximo no jogo seguinte. O fato de Donkey Kong Country ser uma série mais comercial – pensava-se à época – também ajudaria com vendas de consoles mais do que um Metroid faria. Sendo assim, vejo como natural o anúncio de um novo Metroid Prime para o Wii U. Apesar da declarada capacidade da Retro Studios de trabalhar em mais de um jogo simultaneamente, não vejo muito mais do que um teaser para o novo jogo. De qualquer forma, creio que junto com o novo Zelda este será o jogo que vai chamar a atenção na E3.

A outra ala de fãs de Metroid mais tradicionalista gostaria de ver um novo Metroid em 2D, assim como os clássicos. Estes também serão atendidos pela Retro Studios, mas o jogo virá não para o Wii U e sim para o 3DS. A equipe responsável por trabalhar neste jogo foi a mesma que foi designada para ajudar com pistas em Mario Kart 7. Com o sucesso da equipe e a experiência adquirida, foi concedida permissão para trabalharem em um novo Metroid em 2D. O jogo será anunciado e será uma sequência de Metroid Fusion, do Game Boy Advanced.

Depois de Donkey Kong Contry Returns, Donkey Kong Country Returns 3D e Donkey Kong Country Returns: Tropical Freeze eu vejo o mascote da Nintendo descansando por um bom tempo.

6)      É a vez do Gamecube no Virtual Console. F-Zero e Star Fox vem aí, mas não como você esperava

f-zero gx

Recentemente muita gente foi pega de surpresa com o anúncio de que a Nintendo trará de volta o controle de Gamecube, através da venda de um adaptador USB para o Wii U. A justificativa oficial foi de que muitos jogadores puristas preferem jogar Smash. Bros com o controle. No entanto, me parece risível a ideia de um adaptador unicamente para atender o público de uma única franquia. Sendo assim, me parece claro com esse anúncio que o objetivo da Nintendo é já de antemão atender a demanda que uma parte dos jogadores fará de jogar com o controle original quando anunciarem jogos de Gamecube para Virtual Console.

Se for o caso, espero anúncio de 4 jogos para o Virtual Console do Gamecube:

– Super Mario Sunshine
– Metroid Prime
– F-Zero GX
– Starfox Assault

Como se vê, F-Zero GX e Starfox Assault voltarão, mas não como jogos novos. Não vejo a Nintendo nesse momento voltando com mais do que uma de suas séries clássicas. Vejo-a optando por Metroid e testando as outras duas franquias através do Virtual Console, como uma forma de “testar as águas”. Imagino que a ideia é de lançar jogos novo como F-Zero e Starfox quando o Wii U estiver mais bem estabelecido.

Super Mario Sunshine e Metroid Prime terão o mesmo propósito que The Legend of Zelda: Wind Waker HD teve: servirão como aperitivos antes do lançamento dos jogos novos de suas respectivas franquias.

7)      Esperem mais parcerias para exclusivos e o grande MEGAton da feira

sonic-and-mega-man-in-comic-book-crossover

Para compensar a ausência de jogos third party para o Wii U, a Nintendo tem focado em parcerias. Projetos com outras softhouses para trazer jogos exclusivos já foram vistos outras vezes. Sonic Lost World (SEGA) , Bayonetta 2 (Platinum Games) e Wonderful 101 (Platinum Games) são só alguns. Creio que pelo menos um novo jogo terá o mesmo efeito que o anúncio de Bayonetta 2 teve.

Refiro-me a um novo Mega Man. Imagino que o motivo pelo qual a Capcom não falou mais nada a respeito da franquia se deve ao fato de trabalhar secretamente com a Nintendo para trazê-lo de volta, da mesma forma que a SEGA fez com Sonic. A decisão foi tomada após a surpreendente reação dos fãs diante do anúncio da participação de Mega Man em Smash Bros. O resto parecia óbvio: criar do zero um novo jogo da clássica franquia para o Wii U.

8)      Reedição da parceria com a Best Buy

NintendoBestBuy

Tenho motivos para acreditar que a tática da E3 passada de disponibilizar demos jogáveis em lojas da Best Buy se repetirá. Da última vez foram 4 jogos de Wii U (The Legendo f Zelda: Wind Waker, Donkey Kong Country: Tropical Freeze, Super Mario 3D World e Mario Kart 8) e 1 de 3DS (Donkey Kong Country Returns 3D). Desta vez vejo Zelda U, Smash Bros (Wii U e 3DS) e Luigi’s Mansion (Wii U).

Essas são algumas das minhas previsões para a E3 da Nintendo em 2014. O que acharam? Concordam ou discordam delas? Deixe sua opinião nos comentários ou participe do nosso fórum e faça as suas próprias!

E não deixe de escutar o vgBR Cast 20, onde fazemos mais previsões sobre tudo aquilo que esperamos da E3 2014.

Daniel V.

Comentários(2)

  1. Avatar

    Gostei das previsões, mas acho que é isso mesmo, bem esperado o que você acredita que pode ser anunciado mas eu queria ver alguma serie nova.

  2. Avatar

    Curti as previsões do Mister N!
    Acho um pouco otimista demais anunciar Metroid para ambos consoles, mas vai que vem?
    Aquele Mario Maker de uma foto leakada acho que não é fake, então dá pra encaixar aí.

Comentários