Análises

Análise – Digimon All-Star Rumble

5
É hora de digivolver!
Apesar de ser muito simples, Digimon All-Star Rumble pode proporcionar uma diversão para a galerinha mais jovem e seus amigos Digifanáticos.
“Vamos colocar nossos queridos monstrinhos digitais para cair na porrada?”

Digimon All-Star Rumble é um jogo desenvolvido pela Prope e distribuído pela Bandai-Namco para as plataformas Playstation 3 e Xbox 360.

Antes de mais nada é bom deixar bem claro que esse jogo foi concebido para ser voltado pro público infantil, a dificuldade baixíssima e a extrema simplicidade do todo, não negam esse fato.

Gameplay

Digimon All-Star Rumble é um jogo de luta 4×4 nos moldes de Power Stone (CAPCOM, 1999) onde existem arenas com obstáculos e itens diversos. São 12 digimons lutando entre si e os comandos são super simples: cada Digimon possui uma série de combinações e quando “digivolvem” eles podem desferir outros golpes, um mais apelativo que o outro.

Equilíbrio é algo inexistente nesse jogo. Trata-se de um free-for-all desenfreado com poucas possibilidades de estratégia. As arenas são muito parecidas e quase não existe diferença em qual você vai escolher pra jogar, já que no fim sempre vai se tratar de uma corrida atrás dos itens que ficam em lugares pré-definidos e que com o tempo vão sendo liberados (ao contrário do próprio Power Stone ou mesmo Smash Bros, onde os itens eles vão caindo na aleatoriedade).

digimon3

Existe também um modo “história” bastante simples, onde o jogador percorre umas fases e vai enfrentando uns Digimons, coletando itens em baús, etc… É um modo divertido, porque dá uma certa variedade ao jogo e é a única maneira de habilitar mais personagens. Infelizmente esse modo também cansa rápido, visto que é simples demais, e acredito que até as crianças eventualmente vão se entediar.

Gráficos

Muito simples, parece um jogo de 2 gerações atrás só que em HD. O frame-rate é muito inconsistente e só se salva mesmo a modelagem de alguns Digimons. A apresentação do jogo como um todo é fraca, e a arte parece tirada diretamente daqueles jogos em flash ou mesmo aqueles modelos 3D antigos da época das placas Voodoo nos anos 90. Definitivamente o título poderia ter um esmero maior nesse aspecto.

digimon6

digimon7Som

Praticamente inexistente, músicas e efeitos sonoros de qualidade baixíssima, nem os gritos dos Digimons aplicando seus ataques icônicos (Baby Flame do Agumon por exemplo) prestaram. Deviam ter utilizado pelo menos algum material do Anime.

Conclusão

As crianças provavelmente vão gostar, o jogo tem uns colecionáveis em formas de cartas que atribuem uns bônus para os Digimons e que no fim vão aumentar a longevidade do game. Apesar de simples, o combate não é de todo ruim e num universo limitado de pouquíssimos jogos multiplayer local com 4 jogadores, Digimon All-Star Rumble pode proporcionar uma diversão bacana para a galerinha mais jovem e seus amigos Digifanáticos.

David Signorelli

Comentários