Análises

Análise – Rare Replay

8.5
Coletânea Fantástica
Rare Replay dá oportunidade de jogar grandes clássicos da empresa num pacote de fácil acesso e preço justo.

Poucas desenvolvedoras de game podem orgulhar-se de ter uma história de 30 anos. Menos ainda tem títulos, personagens e franquias relevantes para serem lembradas numa coletânea que reúna todo o legado da empresa.

Rare Replay é tudo isso. Uma viagem no tempo através de uma coletânea de 30 jogos de uma das empresas mais importantes da história dos videogames.

Muito mais do que um simples pacote de ROMs, o título tem uma apresentação de primeira. É praticamente obrigatório para retrogamers, já que traz toda a história da Rare e de cada um dos jogos em vídeos exclusivos, nunca antes vistos.

Em variedade o pacote também não decepciona. Rare Replay tem beat-em-ups, side-scrollers, jogos de corrida, um jogo de luta, tiro em primeira pessoa, aventuras, plataformas e vários outros.

Jogos antigos, jogabilidade refinada

Jogadores mais velhos vão se lembrar de Battletoads, um dos grandes títulos da coletânea e um dos melhores jogos de NES e também um dos games mais difíceis de todos os tempos. Que tal jogar esse game com uma função de save-state? Ah, mas isso você já podia fazer em qualquer emulador não é mesmo?

E que tal dar uma chance a Battletoads com uma função de “retrocesso” podendo voltar no tempo a qualquer instante e corrigir um erro cometido? Será que agora você consegue finalmente zerá-lo?

rare replay (1)

Para uma coleção tão ampla não é surpreendente que algumas inclusões não sejam muito convincentes. O ponto fraco da coletânea são os games de ZX Spectrum, que apesar de fazerem parte do legado da empresa, são muito simples, mas recebem o mesmo peso de títulos muito mais complexos e recentes.

Esses títulos mais fracos são compensados pelos excelentes jogos da época do Nintendo 64, considerado por muitos gamers como o auge criativo da Rare. A emulação do antigo console da Nintendo, apresenta um belo trabalho ao rodar os jogos em 1080p e 30 FPS cravados, ou 60 FPS no caso de Killer Instinct Gold.

rare replay (15)

Para melhorar o aspecto de nostalgia, você também tem a opção de aplicar um filtro de varredura da tela para esses jogos,o que simula a sensação de jogar em uma antiga TV CRT, aplicando linhas horizontais por toda a tela.

Outra novidade é o modo Snapshot, que reúne alguns trechos famosos de títulos específicos em forma de desafios. Lembra do turbo tunel de Battletoads? O snapshot dessa área está lá e transforma essa fase num corredor sem fim, algo como o pior pesadelo de qualquer retrogamer.

rare replay (9)

Talvez o maior defeito de Rare Replay seja a obrigação de ter que jogar todos os títulos para desbloquear todos os documentários. E você vai querer ver cada um deles, já que o trabalho é primoroso e o conteúdo é muito mais valioso do que alguns jogos incluídos na coletânea. Uma solução pra isso seria uma lojinha onde você pudesse comprar o material que quisesse com pontos ganhos em qualquer jogo.

Rare Replay é uma rara celebração de uma empresa que, apesar de não estar no seu auge nos últimos anos, tem motivos de sobra pra comemorar. Ter a oportunidade de jogar grandes clássicos em um pacote de fácil acesso vale o título, e os novos vídeos que documentam a história da empresa são a cereja no topo desse bolo de aniversário de 30 anos.

rare replay (6)

Veja abaixo a lista completa dos jogos:

Jetpac (1983, 1-2 jogadores) – Um shooter de uma única tela onde Jetman deve remontar e abastecer seu foguete, enquanto derrota hordas alienígenas.
Atic Atac (1983, 1 jogador) – Uma aventura vista de cima com locais aleatórios e três classes de personagens diferentes.
Jetman Lunar (1983, 1-2 jogadores) – Sequência sidescrolling de Jetpac com cenários gerados aleatoriamente.
Sabre Wulf (1984, 1-2 jogadores) – Um jogo de labirinto clássico.
Underwurlde (1984, 1 jogador) – Primeiro plataforma da Rare.
Knight Lore (1984, 1 jogador) – Sabreman deve vasculhar o castelo de itens para curar sua maldição do lobisomem.
Gunfright (1986, 1-2 jogadores) – Shooter no estilo isométrico, com seções de tiro ao alvo em primeira pessoa.
Slalom (1987, 1-2 jogadores) – primeiro jogo de console da Rare. Esquie montanha abaixo antes do tempo acabar, evitando árvores, sledders, bonecos de neve, e outros esquiadores.
R.C. Pro-Am (1988, 1 jogador) – Corrida clássica que inspirou Rock’n’Roll Racing.
Cobra Triangle (1989, 1 jogador) – Aventure-se num barco completando desafios distintos em diversas fases.
Snake Rattle N Roll (1990, 1-2 jogadores) – Aventura isométrica.
Digger T. Rock (1990, 1-2 jogadores) – Um jogo de plataformas 2D, em que Digger deve encontrar um interruptor de saída, ficar sobre ele, e chegar até a saída em 60 segundos.
Solar Jetman (1990, 1 jogador) – Jetman tem que coletar combustível e outros itens para sua nave-mãe.
Battletoads (1991, 1-2 jogadores) – habilidade e perseverança são pré-requisitos num dos jogos mais difíceis de todos os tempos.
R.C. Pro-Am II (1992, 1-4 jogadores) – Sequência de RC Pro-Am com mais opções de personalização do carro e pistas.
Battletoads Arcade (1994) – O primeiro Battletoads que permitia jogar com os 3 sapos simultaneamente. Nunca teve uma conversão caseira antes.
Killer Instinct Gold (1996, 1-2 jogadores) – A versão de N64 de Killer Instinct 2.
Blast Corps (1997, 1 jogador) – Controle uma frota de veículos destrutivos para limpar o caminho nas fases.
Banjo-Kazooie (1998, 1 jogador) – Primeiro da série de sucesso de aventura plataforma 3D.
Jet Force Gemini (1998, 1-4 jogadores) – Esta aventura de ação interestelar mistura exploração em terceira pessoa e elementos de shooter.
Perfect Dark (2000, 1-4 jogadores) – FPS clássico da agente secreta Joanna Dark contra a DataDyne Corporation.
Banjo-Tooie (2000, 1-4 jogadores) – Sequência de Banjo-Kazooie com mundos maiores, novos personagens e modos multiplayer.
Conker’s Bad Fur Day  (2001, 1-4 jogadores) – Aventura comédia que une diversos gêneros (plataformas, tiro em terceira pessoa e corrida) com humor ácido, referências à cultura pop, e paródias.
Grabbed by the Ghoulies (2003, 1 jogador) – primeiro jogo da Rare no Xbox! Beat-‘em-up, em uma casa assombrada.
Perfect Dark Zero (2005, 1-4 jogadores localmente, até 32 jogadores on-line) – Prequel de Perfect Dark revela as origens de Joanna Dark.
Kameo: Elements of Power (2005, 1-2 jogadores localmente ou online) – Aventura de fantasia focada no combate e exploração, com Kameo se transformando em 10 diferentes elementais.
Viva Piñata (2006, 1-2 jogadores localmente) – Simulador de um jardim de Pinatas.
Jetpac Refuelled (2007, 1-2 jogadores localmente ou online) – Versão moderna do clássico Jetpac com 128 fases.
Banjo-Kazooie: Nuts & Bolts (2008, 1-2 jogadores localmente, até 4 jogadores online) – Terceiro jogo da série com desafios baseadas em veículos customizáveis.
Viva Piñata: Trouble in Paradise (2008, 1-2 jogadores localmente ou online) – Sequência de Viva Piñata com novas espécies de piñatas.

Átila Graef

Comentários