Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

vgBR.com – Videogames Brasil | 20 de agosto de 2017

Ir para o topo

Topo

Um Comentário

Análise – Small Radios Big Televisions

Análise – Small Radios Big Televisions

Review

Estranho mas interessante

Small Radios Big Televisions é um indie intrigante, colorido e inovador, levando o conceito de jogos a um patamar diferente, algo que eu nunca havia experimentado igual.

Small Radios Big Televisions é um aventura point-and-click com elementos surrealistas, desenvolvido pela Fire Face Corporation, distribuído pela Adult Swim Games e disponível para PS4 e PC 

Entre em uma fábrica abandonada, estranha, pichada, resolva enigmas mecânicos para encontrar sua fita, rode-a e colete o que precisa para prosseguir. Small Radios Big Televisions é de longe um dos jogos mais estranhos que já joguei. Tive essa impressão ao iniciar, um jogo diferente com um conceito diferente, mas não conseguia parar e quando percebi o jogo havia terminado algumas horas depois.

No game você é um protagonista sem nome, sem face e sem mãos e na verdade nem sabemos ao certo se somos alguém naquele lugar. O game nos coloca em um local abandonado, onde abriremos portas e solucionaremos problemas mecânicos, seja de caráter elétrico ou físico sempre em busca da nossa fita. O jogador pode rotacionar levemente a câmera, para esquerda e para direita, vezes para cima e para baixo, para encontrar algo que na câmera normal não havíamos notado. Fitas cassete é o que procuramos. Fitas que quando tocadas nos levam para um novo local, uma árvore em um campo, uma praia, uma estrada… Nesse local precisamos encontrar com o auxílio da câmera rotacional, um cristal verde, quando encontrarmos voltaremos para a fábrica onde esse cristal é necessário para avançar.

Se parece maluco é porque é! O jogo segue essa fórmula meio sem sentido até que o jogador tenha completado a fábrica, só ai teremos algo que dá alguma razão pra essa maluquice. Um diálogo, mas para assistir esse diálogo completo ou para que ele faça sentido, mais fábricas, com puzzles diferentes, fitas diferentes e mais fábricas.

O visual é um ponto forte do game. Não só o gráfico é bonito como quando somos transportados para a fita (e não darei mais spoilers), temos um visual sempre de encher os olhos, cores e artes magníficas, assim como a trilha sonora, sempre seguindo e te levando pela mão, embalando o mistério.

Sem enredo aparente o jogador seguirá esses puzzles, e eu não vou entregar nada aqui mas já adianto para prestarem atenção nos mínimos detalhes. Eles podem lhe situar melhor.

Small Radios Big Televisions é um indie intrigante, colorido e inovador, levando o conceito de jogos a um patamar diferente, algo que eu nunca havia experimentado igual.

Prós

  • Gráficos bonitos e visuais viajantes
  • Puzzles inteligentes

Contras

  • Meio maluco e sem sentido na primeira impressão
Pedro Kakaz

Pedro Kakaz

Pedro Kakaz é apaixonado por Dark Souls, eterno hero of time, jogador de Dota que ama o trabalho que faz.