AnálisesIndie

Candle – Análise

Puzzle + Plataforma com uma arte única
Candle é um jogo lindo visualmente, com uma narrativa pouco interessante e elementos de gameplay incríveis. Vai agradar quem curte puzzles e plataformas.

Candle é um game de aventura e puzzles em plataforma, desenvolvido pela Teku Studios e distribuído pela Daedalic Entertainment .

Em Candle controlamos Teku, um jovem inexperiente de uma tribo que tem como missão resgatar seu xamã das garras dos Wakcha, inimigos de sua tribo, enfrentando uma série de obstáculos e desafios de quebra cabeça.

No jogo podemos pular, correr, interagir com o cenário e objetos dele e usar o fogo, que consiste em coletar uma chama de algo que já esteja pegando fogo e controlar essa chama para acender locais ou até para abrir portas que necessitem o uso desse “poder”.

Os obstáculos consistem quase sempre em uma sequência de descobertas e desafios que irão desencadear desafios maiores que finalmente irá ser resolvido, abrindo uma área nova ou dando um item que irá auxilia-lo em outro desafio. Candle é um game focado em quebra cabeças, com poucos desafios que irão envolver pulos e habilidade no controle como num jogo de plataforma casual. Você irá pensar, morrer, voltar e andar pelo cenário em busca de respostas.

Os desafios são inteligentes e logo de início você terá que desviar de uma pedra com formato de sapo. Confesso ter ficado alguns minutos nesse puzzle como mostro no vídeo sem cortes, porém algo me incomodou entre um desafio e outro na progressão do game.

Seguindo a fórmula de segurança o game diversas vezes me carregou pela mão, me dando dicas desnecessárias que quebraram minha experiência. Certa vez me achando inteligente por ter reparado em um detalhe, ao chegar no puzzle em que usaria esse detalhe em questão o jogo me avisa exatamente o que eu já havia pensado e isso pra mim é um problema imenso. O narrador é presente no jogo e quase sempre desnecessário, dando dicas ou narrando fatos que em uma primeira jogada não são interessantes.

Um ponto forte do game é não focar em desafios clássicos de plataforma, como pular no tempo certo e etc, pois os comandos não respondem com fluidez e seria extremamente frustrante ter que controlar Teku rapidamente em uma situação de perigo.

candle_08

Os gráficos são lindos, desenhados a mão, algo que só tinha visto parecido em Jotun e mesmo assim aqui de uma forma aperfeiçoada. A arte e as cores no geral são incríveis. A trilha sonora é igualmente bela e ambos os aspectos acrescentam e muito na experiência de gameplay.

As cutscenes são igualmente desnecessárias. Os primeiros vinte minutos iniciais o jogador praticamente não joga o game, assistindo a vídeos e explicações que irritam pois você realmente não quer assistir aquilo antes de jogar. Os loadings também são demasiadamente demorados.

Candle é um jogo lindo visualmente, com uma narrativa pouco interessante e elementos de gameplay incríveis. Vai agradar quem curte puzzles e plataformas.

candle_06

Prós

  • Visual 2D incrível
  • Trilha sonora maravilhosa
  • Puzzles interessantes e inteligentes

Contras

  • Gameplay travado
  • Dicas demasiadas
  • Narração e Cutscenes não prendem o jogador
Pedro Kakaz
Últimos posts por Pedro Kakaz (exibir todos)

Comentários