Análises

LEGO Worlds – Análise

Finalmente um LEGO de criação livre
A resposta ao Minecraft demorou, mas valeu a pena. LEGO Worlds é simples, carismático e divertido, com uma mecânica convidativa e mundos procedurais infinitos.

LEGO Worlds é mais um título da franquia de jogos LEGO, desenvolvido pela  TT Games e distribuído pela Warner Bros. Interactive Entertainment, lançado para PC, Xbox One, PS4 e Switch.

LEGO Indiana Jones, LEGO Star Wars, LEGO Batman entre tantos outros. A franquia de games LEGO vem crescendo a cada título lançado mas a TT Games ainda estava devendo um game de LEGO completamente livre, sem estar preso a nenhuma franquia do cinema ou tema exclusivo. O mundo de LEGO completamente transportado sem fronteiras para o videogame onde a imaginação é o limite. Este é LEGO Worlds uma resposta (tardia) ao sucesso de Minecraft game de criação onde o jogador é criativamente livre para fazer o que quiser mesmo que exista um objetivo em questão e com interação online infinita.

https://www.youtube.com/watch?v=iAcPkCaRTz0

Em LEGO Worlds o jogador encarna um construtor explorador, inicialmente vestindo uma roupa de astronauta e perdido no espaço. Logo caímos no primeiro planeta onde será ensinada a mecânica do game. Nossa nave está quebrada e para poder explorar outros planetas com ela necessitamos de Peças de Ouro, que você adquire quando realiza o desejo de personagens aleatórios no mapa. Essa é a mecânica, simples, pura e divertidíssima.

Salvar um NPC preso em uma caverna, construir um muro de uma casa que caiu ou copiar a casa para o personagem, encontrar uma lâmpada, animais entre outros, os desafios são diversos e irão incitar a sua criatividade para serem solucionados. Estes desafios necessitam das ferramentas que são entregues para o jogador no começo do game. Copiar peças, formas e objetos, criar e pintar peças, entre outras, cada ferramenta tem uma função diferente, e você vai precisar de todas elas para completar os desafios de Lego Worlds. Quando obter o número de peças indicada para cada tipo de planeta (mundos minúsculos que custam 10 peças até mundos imensos de 85 peças de ouro) viajaremos pelo universo, encontrando planetas aleatórios para melhorar nossa nave cada vez mais num estilo parecido com o de No Man’s Sky. Ao longo da jornada coletaremos formas e copiaremos peças diversas que irão nos auxiliar nas missões futuras, desbloqueando personagens e explorando esse mundo vasto com uma mecânica cativante com o estilo carismático do LEGO.

lego worlds (4)

Os mundos são distintos e trazem muitas diferenças, passando por mundos de fogo, gelo, pântanos, mundos pré-históricos, medievais e assim por diante. Basicamente tudo que foi visto nos games anteriores de LEGO será encontrado aqui, como um compilado das melhores coisas de cada versão. Vale destacar que tudo é criado de maneira procedural e por isso nenhum mundo será igual o outro. As peças quando coletadas vem com um adesivo mostrando de que versão da LEGO ele pertence, dos jogos de peças vendidos ao longo da história da empresa, um porco por exemplo vem do LEGO Castle, um barco pirata do LEGO Pirates e assim por diante. Além disso os mundos são completamente customizáveis, terreno, cores, elementos e objetos, a criação de um mundo online também é possível onde a criatividade assim como em Minecraft é sem limites, afinal Minecraft veio do LEGO e LEGO Worlds vem de Minecraft.

Uma novidade no game são as armas e veículos, extremamente úteis e carismáticos. Iremos encontrar no vasto mapa carros, caminhões, motos e até dragões. Eu sempre copiava os veículos para ter eles guardados comigo o tempo todo, assim como as armas. Os veículos são necessários para completar missões mas também servem como transporte para os mundos maiores que são extensos e andar a pé com uma peça de LEGO demora um bocado.

Um modo online bem interessante também está disponível assim como multiplayer local, tornando a experiência em LEGO Worlds muito mais divertida do que já é. Eu particularmente em um game desse gênero preferi o modo local, juntar um amigo ou a namorada para explorarem juntos os mundos coletando as peças e construindo casas, navios e reinos inteiros é algo que é obrigatório no game.

lego worlds (7)

Os gráficos estão muito bonitos e as peças de lego estão perfeitas com ótima textura e cores gritantes. Os efeitos como fogo e água são bem bonitos também para o estilo artístico que foi adotado aqui, porém os planos de fundo bem como a atmosfera dos planetas deixa a desejar com uma cor degradê muito sem graça que quebra bastante a imersão, sempre um azul ou laranja de fundo, essa falha é ainda mais gritante nos mundos de menor dimensão, nos maiores os limites não são tão visíveis e essa falha passa despercebida. Outro ponto negativo é a dificuldade extremamente fácil do game. Isso pode ser visto de uma maneira positiva considerando o público alvo que são crianças e pré-adolescentes mas para os jogadores mais hardcore, Lego Worlds não oferece muito desafio sendo um jogo mais convidativo para o público casual.

A dublagem está ótima, divertida e caricata e a trilha sonora acompanha a jornada empolgando os jogadores. O game está completamente localizado em português o que facilita o entendimento e acesso do público brasileiro.

LEGO Worlds é simples, carismático e divertido, com uma mecânica convidativa e mundos procedurais infinitos. Vale para pessoas criativas de todas as idades.

lego worlds (6)

Pontos Positivos

  • Divertido, bonito e carismático
  • Possibilidades infinitas na criação

Pontos Negativos

  • Faltam missões mais desafiantes
Pedro Kakaz
Últimos posts por Pedro Kakaz (exibir todos)

Comentários(1)

  1. Avatar

    Belo review, Kakaz!!
    Eu estava pensando em pegar futuramente no Switch para jogar com minha filha, acho que vai rolar!!

    Uma dúvida: os veículos só posso fazer em cima dos blueprints disponibilizados pelo jogo ou posso fazer os meus?

Comentários