AnálisesIndie

Beat Cop – Análise

Indie policial estilo anos 90
Beat Cop é divertido e intrigante, uma mistura de humor com temas sérios e resolução de problemas. Ótimas linhas de diálogos e gráficos nostálgicos.

Beat Cop é um point-and-click com gráficos retro, desenvolvido pela Pixel Crow e distribuído pela 11 bit studios, lançado para Mac OS e Windows.

Os filmes policiais marcaram os anos 80 seja com filmes galhofas de comédia ou aqueles bad cops que sozinhos resolviam todo o problema de criminalidade de Nova Iorque. Beat Cop pega essa essência em um excelente point-and-click onde controlamos o policial Kelly, um ex-detetive incriminado injustamente que perde os antigos colegas, tem um chefe carrasco que o odeia e uma esposa que suga o seu dinheiro. Para piorar a situação a máfia quer a cabeça de Kelly numa bandeja. É nesse clima hostil de uma Nova Iorque conturbada que temos que fazer nossa patrulha, dia após dia.

O interessante é que o enredo não é linear e existem diversos finais diferentes. Quão a fundo você vai investigar e descobrir sobre a cilada que te armaram vai definir como sua história como oficial Kelly vai progredir, e claro aplicar multas de trânsito e prender alguns bandidos farão parte do seu trabalho, afinal você é um policial né?

O gameplay funciona como em qualquer adventure point-and-click, onde você clica para andar e interagir com os objetos, para conversar com os personagens e para acessar as ferramentas de trabalho. Prepare-se para usar suas algemas, arma e caderno de anotações para multar e prender. E fique de olho no caderninho com objetivos que você tem que cumprir para garantir o seu salário.

Os gráficos são num estilo bem old-school, lembrando os primeiros GTA, com uma visão 2D com tudo modelado em pixel-art. Porém as cores aqui são mais vivas do que na era de ouro dos games e a tela obviamente atinge os 1080p, dando uma nova cara pra uma coisa antiga. Os efeitos sonoros também lembram muito os games mais antigos. As pessoas falando, buzinas e tiros assim como as músicas, tudo é meio nostálgico e amantes dos adventures clássicos vão curtir bastante.

Vale lembrar que o game não se encontra localizado em português, o que é triste devido a tantas linhas de diálogos engraçadas ou que movem o enredo. Beat Cop tem milhares de linhas de diálogos diferentes então quem não entender inglês vai perder muito da experiência.

Beat Cop é divertido, nostálgico e intrigante, uma mistura ótima de humor com temas mais sombrios em que nós como policiais temos que resolver diversos problemas, tem ótimas linhas de diálogos e gráficos nostálgicos.

Pontos positivos

  • Nostálgico e engraçado

Pontos negativos

  • Jogo apenas em inglês
Pedro Kakaz
Últimos posts por Pedro Kakaz (exibir todos)

Comentários