Notícias

Microsoft diz que Xbox Live está chegando para iOS, Android e Switch

Uma descrição da sessão da Game Developers Conference, de 2019, parece ter tido uma grande revelação da Microsoft: o Xbox Live está se dirigindo para dispositivos móveis e para o Nintendo Switch.

O Windows Central chamou a atenção para o painel apresentado pela Microsoft, “ Xbox Live: Crescendo e Envolvendo sua Comunidade de Jogos em iOS, Android, Switch, Xbox e PC ”, que cobrirá a próxima expansão da plataforma online da Microsoft.

O Xbox Live está prestes a ficar MUITO maior“, diz a descrição . “O Xbox Live está expandindo de plataformas de jogos de 400 M e um alcance para mais de 68 milhões de players ativos para mais de 2 bilhões de dispositivos com o lançamento de nosso novo XDK multiplataforma”.

Dê uma olhada no SDK para permitir que os desenvolvedores de jogos conectem os jogadores entre o iOS, o Android e o Switch, além do Xbox e de qualquer jogo da Microsoft Store em PCs com Windows.

Não há menção a uma janela de lançamento, mas o painel pretende explicar como o Xbox Live funcionará nesses variados dispositivos móveis. O plano é tornar os históricos de realizações, listas de amigos, clubes e “mais” acessíveis aos assinantes quando eles não estiverem em seu Xbox ou PC.

Enquanto o Xbox Live é atualmente exclusivo das plataformas Microsoft – Windows, Xbox 360 e Xbox One – a Microsoft demonstra interesse em colaborar com seus concorrentes desde 2017 . A empresa permitiu o jogo entre plataformas para grandes jogos multiplayer como Rocket League , Fortnite e Minecraft . Quando a versão para o Nintendo Switch do Minecraft foi lançada, tanto a Nintendo quanto a Microsoft enfatizaram a conexão ao promover o jogo .

O jogo multiplataforma continua a ser uma missão central para a Microsoft em 2019, parece.

Essa [sessão] vai derrubar barreiras para desenvolvedores que querem que suas comunidades se misturem mais livremente entre plataformas”, continua a descrição do GDC. “Combinado com os serviços de jogos da PlayFab, isso significa menos trabalho para os desenvolvedores de jogos e mais tempo para se concentrar em tornar os jogos divertidos”.

Fonte: Polygon

Para mais novidades, fique ligado no vgBR.

David Signorelli

Comentários