Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

vgBR | 26 de maio de 2019

Ir para o topo

Topo

Sem Comentários

Unruly Heroes – Análise

Unruly Heroes – Análise
Fábio Kraft

Review

Beat'em up local cooperativo

Aventura/ side-scroller 2D com lindos gráficos e jogabilidade de primeira. O desafio é tranquilo, mas o game é muito divertido em cooperativo, tanto local quanto online. Recomendado!

A grande maioria dos jogos de aventura/ side-scroller 2D apostam em misturas de ação clássica com elementos de RPG como os que são encontrados em games como Castlevania Symphony of the Night e Odin Sphere por exemplo, porém Unruly Heroes insenta-se desta linha e foca exclusivamente na ação pura sem auxílio de níveis e atributos. Um gênero que, infelizmente, não se vê com muita frequência nos dias atuais. 

Este é claramente um projeto carinhosamente bem trabalhado! Somos recebidos por uma tela de título muito bonita, um mini-game de bandinha durante a tela loading antes do carregamento das fases e uma trilha sonora com instrumentos orientais clássicos.

Desenvolvido pela softhouse Magic Design Studios, o game poderá ser adquirido nas plataformas da geração atual, o Xbox One, Ps4, Nintendo Switch e PC, e é com bom grado que falarei um pouco sobre ele. Este é um jogo que pode ser curtido sozinho ou em até 4 jogadores no cooperativo (e PVP) localmente e online, com um visual artístico incrível, músicas e animações de primeira.

A arte é equiparável a grandes títulos como Ori and the Blind Forest que na minha opinião, é o mais bonito que já vi no estilo artístico adotado. Cheio de efeitos de iluminação e partículas, esse ar de “feito a mão” é muito gostoso pois a maneira que o cenário interage com ele mesmo faz tudo parecer mais vivo e vibrante, puxando cada detalhezinhos do ambiente tais como o vento passando pela vegetação, pássaros e insetos que andam nos backgrounds e foregrounds também.

Inspirado nas lendas chinesas como um todo, o game trás muitas referências a cultura do país, baseando-se na literatura ” A viagem para o Oeste ” que é muito popular na China. A história do game é contada de maneira simples, descontraída e divertida durante o progresso dos estágios, sendo muito dos diálogos competentemente dublados.

Unruly Heroes é uma aventura muito agradável que levará cerca de 10 horas para chegar até o fim de seus 29 estágios, recheado de grandes desafios, uma trilha sonora excelente, personagens carismáticos e 4 mundos para se percorrer. Seu objetivo principal é restaurar os fragmentos de um pergaminho e restaurar o balanço do mundo.

O game possui controles fáceis e intuitivos, uma dificuldade moderada principalmente para quem optar em jogar ele sozinho e um sistema de combate gratificante e recompensador. Cheio de puzzles, chefões e outros desafios característicos do gênero.

Os jogadores tomarão controle de 4 heróis neste aventura, Wukong, o rei macaco, nosso personagem principal que também serviu de inspiração para o Goku de Dragon Ball, Sanzang, Sandmonk e Kihong. Cada personagem terá um papel para colaborar com a progressão do game, tanto para resolver alguns puzzles quanto para afinidades e proficiência durante as batalhas.

As habilidades e capacidades distintas de cada um servirão para superar os desafios de cada estágio com pulos duplos, resistências, carregar objetos pesados ou poder planar através de longas distancias, nunca deixando que a ação se torne um pouco chata ou repetitiva demais pois o game sempre achará uma maneira de manter-se interessante e legitimamente frenético até o fim. Essa variedade de experimentações é o que mais me atraiu nas jogatinas onlines, mesmo quando seu parceiro não é tão habilidoso assim, até porque dificilmente você vai se frustrar por ser derrotado uma ou duas vezes.

Concluindo, a versão que joguei foi no Nintendo Switch então eu adorei essa experiência num console portátil. Eu particularmente não sou um fãzasso de games de aventura mais simples, mas eu confesso que mesmo diante de tudo o que eu imaginei que eu acabaria não gostando, eu quebrei a cara me surpreendendo com a capacidade de cativação que essa empresa teve com este jogo.

Eu posso sim recomendar para todos que possuem um Nintendo Switch, sem dúvida é um titulo muito legal para curtir com seus amigos em qualquer lugar.

Pros

  • Game com um raro modo de cooperativo local bem competente e divertido.
  • Visual artístico maravilhoso
  • Ótima resposta dos controles
  • Puzzles e batalhas positivamente estimulantes

Contras

  • Pode ser um pouco fácil para os mais experientes
  • Sistema de ranking simples demais
  • O personagem barrigudo com asas
Fábio Kraft

Fábio Kraft

Um jogador de RPG e amante de batalhas finais e odiador de joguetes bugados sem fim e com música tosca.