Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

vgBR | 17 de agosto de 2019

Ir para o topo

Topo

Sem Comentários

Atelier Lulua: The Scion of Arland – Análise

Atelier Lulua: The Scion of Arland – Análise
David Signorelli

Review

Nota
9
9

O melhor Atelier até hoje

A Gust conseguiu produzir o seu melhor jogo até hoje, Atelier Lulua é um jogo delicioso, com um ritmo excelente e divertido até dizer chega. A aventura da nossa alquimista e seus amigos vale cada segundo investido nesse retorno a Arland.

O mais novo jogo da série Atelier é o 4º jogo do arco Arland que teve início em 2009 com Atelier Rorona: The Alchemist of Arland para PlayStation 3 e que até então tinha dado por encerrado com as aventuras da princesa Meruru em Atelier Meruru: The Apprentice of Arland, para o mesmo console.

Mas como assim “arco”? A produtora Gust, decidiu que os jogos dessa série seriam separados por arcos ou histórias contidas. Logo em seu primeiro título, Atelier Marie: The Alchemist of Salburg em 1997, já foi estabelecido que faria parte de um arco chamado Salburg, que com isso viria mais dois jogos e assim tem sido até então.

Atelier Lulua: The Scion of Arland é a primeira vez que a Gust retoma um arco depois de supostamente ter encerrado e isso se deve a grande popularidade que Arland teve com seus fãs. Até o artista original, Mel Kishida, está de volta e com isso trazendo fielmente as características mais marcantes deixadas pelas aventuras de Rorona, Totori e Meruru no reino de Arland. O novo game está disponível para PS4, Switch e PC.

CORRENDO POR UMA ESTRADA FAMILIAR

Como o nome do jogo já diz, a nova alquimista do momento é a filha de Rorona, a Elmerulia Frixell ou Lulua. Ela vive em Arklys, uma pena cidade no reino de Arland e aparentemente é amiga de todo mundo. Lulua é uma personagem extremamente carismática, prestativa e curiosa, sempre tentando chamar atenção de tudo e a todos.

Após uma série de eventos, Lulua observa uma luz no céu e vê que um misterioso livro paira sob o ar. Sem maiores explicações, o tal livro acaba caindo na cabeça dela e Lulua resolve levá-lo para o seu Atelier com o intuito de entender o que de fato está acontecendo. Curiosamente o livro aparece com páginas em branco, porém nossa heroína consegue visualizar algumas palavras estranhas.

Esse livro, apelidado pela própria de Alchemyriddle, começa a brilhar sempre que Lulua se depara com alguma dificuldade e ele se torna uma das peças-chave para a história desse jogo. Por se passar em Arland, nesse jogo iremos visitar lugares famosos de outros jogos da “quadrilogia” como a cidade de Arls e até mesmo a capital Arland, onde tudo começou. Para quem teve oportunidade de jogar os jogos anteriores com certeza vai curtir essa nostalgia sob o ponto de vista de uma personagem completamente nova.

O enredo é muito beneficiado pela estrutura linear adotada neste título. Com eventos mais focados e passagens emocionante, Atelier Lulua entrega uma aventura que vai te prender por muito tempo.

CONTANDO COM VOCÊ, LULUA

Mesmo se tratando de um JRPG, a série Atelier sempre teve uma mistura de gêneros que deu certo e aqui não seria diferente. O sistema de alquimia é o ponto fora da curva aqui, ele demanda que o jogador vá atrás de itens diferentes para poder criar as coisas mais loucas possíveis, esses itens/materiais são encontrados por toda a parte, desde na próxima cidade em plantações diversas até de drop de inimigos.

Não existe material inútil, por mais que você não encontre uma receita de algo que utilize um determinado item, posso lhe assegurar que eventualmente aquele famigerado vai ter uma serventia! E é incrivelmente relaxante explorar os cenários atrás de materiais, pelo fato do jogo não ter um tempo limite, o jogador pode ir numa boa fazendo o toque de recolher e deixando Lulua repleta de opções.

O sistema de alquimia em si é super simples de usar, você vai obtendo receitas comprando livros em lojinhas como da Pamela ou mesmo desvendando os mistérios do Alchemyriddle. Com as receitas em mãos, basta ir até o caldeirão e escolher o item que irá fazer, passando por bombas até remédios, a quantidade de coisa que dá pra fazer em Lulua é impressionante.

Algo que achei bem legal foi a inclusão de comentários dos personagens em relação a algum item. Ao selecionar as propriedades do item em questão o jogador pode ver os atributos do mesmo e os comentários do lado, alguns são muito engraçados e dão ainda mais charme ao jogo. Vale lembrar que é praticamente impossível terminar o jogo sem utilizar da alquimia, aqui não é algo opcional como em alguns outros RPGs e mesmo que não seja sua praia ficar fazendo item, lhe garanto que aqui a história será outra.

PARA A NOITE LONGA À FRENTE

Ao percorrer as mais diversas áreas de Arland, nós vamos encontrar com os mais variados inimigos e ao entrar em contato com eles uma batalha será travada(ou fugir com o rabo entre as pernas, fique à vontade!). As batalhas em Atelier Lulua podem contar com até 5 membros, sendo 3 na linha de frente e 2 de suporte. Existe muita estratégia nesses combates, desde a escolha do time até o arsenal de itens que será carregado consigo.

Somente os alquimistas podem usar os itens criados no Atelier e por sorte Lulua não é a única, logo no começo a Piana se junta a equipe e ela também pode usar itens, fazendo dela uma excelente escolha. Os demais lutadores podem usar golpes de suporte e ataques especiais variados que são dependentes de MP. A dificuldade dos combates é na medida certa e é muito divertido lutar nesse jogo, existem tantas situações de batalha imprevisíveis que podem ocorrer que fará algumas lutas comuns se tornar épicas.

À medida que vamos avançando, novos cenários vão sendo desbloqueados no mapa mundi e eles variam desde planícies verdejantes até pântanos, a GUST caprichou bastante no design de estágios em Atelier Lulua. Ainda falando da parte de exploração, uma das categorias de itens mais importantes é a de ferramentas, como por exemplo a rede para catar insetos ou a vara de pescar, esses são itens que funcionam dentro de um evento contextual e que sem eles Lulua não conseguirá pegar determinado item.

DOMÍNIO DA NOITE

Atelier Lulua sem sombra de dúvidas é o mais belo jogo da série, finalmente a Gust se viu livre de ter que produzir o jogo para o PSVITA e com isso conseguiu se dedicar aos consoles atuais, no caso o PlayStation 4 e o Nintendo Switch(jogo está disponível para os PCs também). Ele utiliza a mesma engine dos jogos da série Dinasty Warriors e está realmente muito bonito, evidentemente que ainda não está no nível de produções AAA, porém foi o jogo que mais chegou perto das artworks de conceito em âmbito poligonal.

Arklys é aquela típica cidadezinha do interior, com casas pequenas e muito verde, sua paisagem pitoresca ajudou a dar uma boa primeira impressão ao jogador. Outros cenários como a cidade de Arls, a área dos moinhos de vento e até mesmo Arland são lindos, demonstrando uma boa maturidade técnica do estúdio. A luz ficou bem caprichada também, dentro de locais fechados como a taverna Golden Axe(…ok!) dá pra perceber um trabalho “brilhoso” no chão de madeira e destacando as luzes de velas e os diversos quadros nas paredes de diversas casas contam com um desenho texturizado bem bonito… e a lista continua.

Mais destaque ainda fica pelos modelos das personagens principais, Lulua e os demais são muito bem feitos, com detalhes infinitos e até as roupas alternativas são belas, realmente um trabalho primoroso dos artistas da Gust. Eles brilham ainda mais durante as lutas cheias de efeitos alpha e partículas, tudo com ajuda de um trabalho de câmeras dramáticas de qualidade.

CRIANDO NOSSO FUTURO

A excelente dublagem do jogo é 100% em japonês e acho que a essa altura do campeonato já dá para esquecer que teremos outro jogo da série dublado em inglês. Ruim para quem se incomoda com o idioma, porém acredito que o público-alvo não irá se importar.

Trilha sonora pra variar é linda, músicas com uso forte de instrumentos de sopro, composições voltadas para o lado clássico e claro, temas de batalha com guitarras distorcidas da melhor qualidade. Algumas faixas dos jogos anteriores retorna em novos arranjos e ainda melhores, a Gust Sound Team nunca decepciona.

DE VOCÊ, PARA MIM

A Gust conseguiu produzir o seu melhor jogo até hoje, Atelier Lulua é um jogo delicioso, com um ritmo excelente e divertido até dizer chega. A aventura da nossa alquimista e seus amigos vale cada segundo investido nesse retorno a Arland.

Pros

  • Melhor sistema de alquimia já feito em um videogame
  • Ritmo de jogo mais linear só beneficiou a série
  • Visuais bem melhorados em relação aos demais títulos

Cons

  • Dublagem somente em japonês pode desagradar alguns
  • Os mais puristas vão torcer o nariz para o fim do tempo limite na série Arland
  • Meruru e Totori somente por DLC
David Signorelli

David Signorelli

Amante de jogos japoneses, foi responsável por derrotar os Weapons de Final Fantasy VII que iriam afundar a Ilha da Rainha da Morte, conhecida como Florianópolis. Se arrepende disso até hoje.