Análises

GRID Autosport (Switch) – Análise

8
Grid Autosport portátil!
Apresentação, gráficos, jogabilidade e gameplay são ótimos e jogar um game de corrida desse tamanho num portátil é bem impressionante. Ficou faltando só um modo online, mas nada que estrague a experiência.

GRID Autosport é o jogo mais bonito graficamente de Nintendo Switch que pude experimentar, de fato. Essa é a primeira ocasião que eu tive a impressão de estar com um game de Playstation 3 rodando em um console portátil, fazendo dele o port mais impressionante no aparelho sem sombra de dúvidas.

É o primeiro jogo que eu vejo para console com a possibilidade de baixar um pack de texturas para deixa-lo ainda mais bonito as custas de uma redução de taxa de quadros, ou ainda optar por deixar o gráfico mais simples para alcançar uma performance superior de execução – configuração que eu preferi usar neste review.

Desenvolvido pela Feral Interactive e distribuído pela Codemasters, GRID Autosport não trata-se só de um jogo com visual impressionante mas entrega o game da geração passada num port completo e competente que vai cerca-lo de uma grande variedade de eventos em diversos tipos de modalidades dentro do universo automobilístico.

O jogo tem uma pegada de simuladorzão com vários aspectos técnicos que podem ser mexidos nos carros para tuna-los ou realizar alguns ajustes importantes para se adequar a um tipo determinado desafio, como de drifting ou endurance rounds, situação que eu me sinto um completo inepto por compreender bulhufas do assunto.

Embora você não precise ser um expert na arquitetura de carros, a imersão fica mais legal e intensa caso você seja um entusiasta neste assunto, até porque eu acredito que o publico alvo desses jogos sejam a galera que curte mesmo carro, jogar no manual, jogar sem os auxílios na pista e tudo mais. Mesmo assim isso não atrapalhou mesmo minha trajetória de progressão nos eventos de maneira alguma, fui confiando no que o game configurava pra mim nesses aspectos técnicos e me diverti bastante, foquei mais em estar sempre em primeiro lugar e fazer um tempo maneiro nas pistas, firme nas minhas bagagens pessoais de Gran Turismo, Forza e um pouco de Burnout Paradise e, meio que chutado, fui consideravelmente longe nas corridas.

Este é um jogo bem longo e bem trabalhoso de se concluir, muitas das corridas e dos eventos podem aparentar bem massantes também, pois demandam muito tempo, no sentido em que alguns eventos tem cerca de 3 ou 4 corridas com 5 voltas cada, uma atrás da outra sequencialmente, em média cada corrida concluí-se em cerca de 4~6 minutos.

Dividido em 5 tipos de seguimentos como Touring: o modo de corrida tradicional, Endurance: corridas com longa duração, Tuner: as corridas com drift e time-attack, Open-wheel: corridas de mostras de velocidade final e por fim, o Street: corrida com foco em ruas fechadas das cidades, esses eventos são feitos individualmente mas é necessário obter uma quantia de experiência em todas elas para poder prosseguir para avançar nas Seasons principais.

Me vi diversas vezes colocando o jogo em sleep-mode para descansar depois de prender a atenção indivisível na pista, algo que acaba sendo um problema para quem quer concluir as missões secundárias nas corridas, coisas que envolvem não colidir com outros carros, não ir para fora da pista e etc., a boa coisa é que o jogo conta com diversos auxílios como falei acima, auxílios de voltar momentos no tempo caso tenha acontecido um acidente e você não queira reiniciar a corrida toda, ou as setinhas que indicam quando você tem que frear e a configuração de dificuldade geral da inteligencia artificial.

Jogando no Professional (o modo normal), eu não tive problemas que me frustraram no progresso do game, mas as dificuldades acima disso são só para os que devoram assiduamente jogos de simulação, porque pra mim não tem condições.

Apresentação, gráficos, jogabilidade e gameplay são ótimos e jogar um game de corrida desse tamanho num console portátil é bem impressionante, inédito algo assim pra mim. Ficou faltando só um modo online eu acho, mas nada que estragasse a experiência num geral.

Atualização(22/10/2019)

Ficamos sabendo que o jogo receberá uma atualização com o recurso multi-jogador em um patch gratuito.

Prós

  • Gráficos são impressionantes e o pack de texturas deixa ainda melhor
  • Excelente simulador de corrida, comparável a grandes títulos como Gran Turismo e Forza
  • Controles excelentes – resposta dos comandos e layout ergonômico
  • Sistema de progressão maneiro, variado e instigante. É legal pra caramba fazer as missões secundárias da sua equipe

Contras

  • As corridas são longas demais algumas vezes
  • Falta um modo online para ele
Fábio Kraft
Últimos posts por Fábio Kraft (exibir todos)

Comment here