Análises

Cat Quest II – Análise

9.5
Action RPG de gatos
Cat Quest II traz uma aventura leve com gameplay bem feito, dificuldade balanceada e muito divertido. Fácil de pegar e jogar, dos mais novatos até quem é fã hardcore de games do gênero como Zelda e Ys vão curtir pra caramba

Cat Quest II, continuação do RPG felino, chega para o Nintendo Switch (a versão em que esta análise é baseada) e todas as demais plataformas para acrescentar bem positivamente ao acervo de games de RPG. Ele é segundo game da série que foi originalmente lançado em 2017 pela desenvolvedora The Gentlebros – um Action RPG que se mantém muito, mas muito fofo, engraçadinho, com gráficos super vivos e coloridos, e o não menos importante; simples de jogar.

E agora você poderá jogar em modo cooperativo local também, é só destacar os controles, apoiar seu Nintendo Switch na mesa e engajar em horas de diversão legítimas pelas terras de Fellingard.

A simplicidade foi certamente a escolha adotada para esta miauventura, com os comandos do controle bem intuitivos, desde batalhar contra os monstros no mapa ou realizar pequenas tarefas como comprar itens, equipar, miauvegar pelos menus, nunca foram tão claros e amigáveis, tudo acontece super rápido e o gameplay flui com um dinamismo de tirar o chapéu. Pequenos detalhes como a mudança de aparência dos heróis ao trocar de peça de equipamento ou os grunidinhos deles me deixou com um sentimento de “oowwnnn ” o tempo todo, já que eu particularmente amo muito cães e gatos.

Fiquei muito feliz com a qualidade da produção desse jogo e um dos fatores que mais somaram pra mim foi a possibilidade de curtir toda a experiência com o idioma totalmente em português brasileiro, os textos são incríveis e muito joviais, com direito a várias gírias e garranchos verbais que arrancam sorrisos ao longo da jogatina toda, fazendo que os heróis, NPCs e os demais habitantes peludos ganhem uma expressiva qualidade interativa com o jogador. Aliás, parabéns para a equipe responsável pela localização, fenomenal.

Essencialmente, Cat Quest II é um Action RPG que se passa predominantemente num grande mapa mundi aonde estão espalhadas os pequenos vilarejos e dungeons. Nestes mapas, os inimigos andam livremente e estarão agressivamente a espreita ao avistarem o jogador, como o jogo é dividido por regiões, ao explorar terras mais longínquas é provável que você encontre inimigos com um nível muito acima do seu, sendo virtualmente impossível derrotar sem estar a altura de certos gaps de nível em comparação ao seu, contudo, mesmo que você venha a morrer em combate, o game não irá lhe punir de maneira alguma e fará apenas que você retorne ao ponto de save mantendo tudo o que foi conquistado até a hora da derrota, e também, em muitas das dungeons que são de níveis levemente maiores que o seu (5 níveis por exemplo) são perfeitamente encaráveis para quem tem mais habilidade nesse tipo de jogo, e que por fim vai recompensar com uma peça de equipamento melhor ou uma subida considerável de experiência.

Espalhadas pelo mapa estarão vários tesouros, uns que você consegue abrir normalmente, outros que precisarão de chaves especiais que são coletadas mais adiante no game gerando aquele backtracking gostoso, além de dezenas de quests que os NPCs dão aos montes sempre recompensando o jogador com uma quantia bem gorda de dinheiro e experiência extra.

Você poderá alternar entre seus dois personagens, o cão e o gato, na hora que miaulhor convir. Enquanto jogando sozinho, a inteligência artificial cuidará de esquivar e atacar enquanto você está ocupado controlando seu personagem atual. Apertando um botão apenas, você realiza a troca de boneco imediatamente, em situações que você quer preservar o HP ou precisa que um deles use miaugias de suporte ou cura. Seus heróis contam com uma variedade de habilidades e feitiços que auxiliarão bastante para cruzar os perigos que o jogo lhe prepara. Essas magias podem ser melhoradas ao falar com um mago NPC em troca de dinheiro, assim como seus equipamentos também. O que aé interessante o caso você queira uma habilidade passiva legal e não desejar trocar de peça, e sim apenas dar um up nela.

Cat Quest II não é mais um “mais do mesmo”, é uma jornada independente, com um novo enredo e mecânicas retrabalhadas que precedem o sucesso do primeiro game. Qualquer pessoa pode pegar e jogar, dos mais novatos até quem é fã hardcore de games do gênero como Zelda e Ys vão curtir pra caramba. Aventura leve, gostosa, gameplay bem feito, um grau de dificuldade super balanceado, é de fato um dos melhores que já vi.

Pontos Positivos

  • Personagens excessivamente bonitinhos
  • Sistema de batalha simples porém eficiente
  • Progressão rápida e gostosa
  • Menus limpos e intuitivos
  • Modo Cooperativo legal pra caramba
  • Seus personagens mudam de aparência conforme o equipamento

Pontos Negativos

  • A maioria das batalhas de chefe se jogam parecidas, não é chato, mas podia ter tido um pouco mais de carinho nesse sentido

Fábio Kraft
Últimos posts por Fábio Kraft (exibir todos)

Comentários