Análises

Clubhouse Games: 51 Worldwide Classics

9.5
51 jogos clássicos!

Desenvolvido internamente pela Nintendo, Clubhouse Games: 51 Worldwide Classics trás para o Nintendo Switch o mundo dos jogos clássicos de tabuleiro e muito mais. Tudo é feito com um capricho ímpar, desde os menus, passando pela carismática explicação dos jogos e os jogos propriamente ditos.

Os tutoriais são tão divertidos que até jogos que sempre tive dificuldade para entender como Shogi e Mahjong acabaram ficando até simples de jogar posteriormente, de fato há muito o que desbravar neste excelente título.

Sem mais delongas, vamos conferir agora um por um dos jogos dessa compilação.

Mancala

Não é por acaso que Mancala é o primeiro jogo da lista, ele é um dos jogos mais antigos conhecidos ainda hoje em dia. O objetivo da maioria dos jogos de Mancala de duas e três linhas é capturar mais pedras do que o oponente. 

Dots and Boxes

O jogo começa com uma grade vazia de pontos. Normalmente, dois jogadores se revezam adicionando uma única linha horizontal ou vertical entre dois pontos adjacentes não ligados . Um jogador que completa o quarto lado de uma caixa 1 × 1 ganha um ponto e pode jogar novamente. Por ter sido originalmente um jogo que precisava apenas de um lápis e papel, era um dos jogos favoritos nas escolas.

O visual desse se destaca bastante e é um dos jogos que mais me diverti, vale muito a pena experimentá-lo.

Yacht Dice

O objetivo do jogo é marcar pontos rolando cinco dados para fazer certas combinações. A pontuação máxima, que leva o nome do jogo, se chama Iate(Yacht em inglês) e é quando o jogador consegue todos os dados de números iguais.

Four-in-a-Row

Também conhecido como Conecta 4, Four-in-a-Row é um jogo para dois jogadores onde para ganhar é preciso fazer uma linha vertical, horizontal ou diagonal de 4 discos. Esse jogo é um clássico absoluto e é um dos mais bonitos dessa compilação.

Hit and Blow

Esse jogo não é dos mais simples, ele é conhecido como Mastermind também e foi desenvolvido em 1970 e o elemento sorte é quase nulo aqui. Um jogo de Mastermind tem pinos de sete cores diferentes, aleatórias, exceto preto e branco. O desafiador faz uma combinação com quatro pinos coloridos, sem repetir as cores de cada pino, e as põe na décima primeira fileira e levanta o defletor, escondendo a senha. Então, o desafiado tenta adivinhar a senha, pondo quatro pinos que ele acha que são a senha na primeira fileira, e o desafiador põe os pinos pretos e brancos no quadrado menor ao lado. 

A regra dos pinos pretos e brancos são essas: o branco significa que há uma cor certa mas lugar errado, o preto significa que há uma cor certa no lugar certo, e nenhum pino significa que uma das cores não é contida na senha. O desafiado vai tentando adivinhar, se guiando pelos pinos pretos e brancos. Se o desafiado não acertar até a 10ª fileira, o desafiador fecha o defletor e revela a senha, mas se adivinhar, o desafiador põe quatro pinos pretos e revela a senha.

Confuso? Com certeza, mas na prática a coisa até que vai, só que acabei de divertindo bem menos com ele do que com os outros jogos.

Nine Men’s Morris

Esse é super antigo, porém bem interessante. O tabuleiro consiste em uma grade com vinte e quatro cruzamentos ou pontos . Cada jogador tem nove peças, ou “homens”, geralmente coloridas em preto e branco. Os jogadores tentam formar ‘moinhos’ – três de seus próprios homens alinhados horizontal ou verticalmente – permitindo que um jogador remova o homem de um oponente do jogo. Um jogador vence reduzindo o oponente para duas peças (onde ele não podia mais formar moinhos e, portanto, seria incapaz de vencer), ou deixando-o sem uma jogada legal. 

Bom jogo para relaxar depois do Hit and Blow!

Hex

Hex é um jogo de estratégia para dois jogadores jogados em uma grade hexagonal(originando seu nome), teoricamente de qualquer tamanho e várias formas possíveis, mas tradicionalmente como um losango 11 × 11 . Os jogadores alternam a colocação de marcadores ou pedras em espaços desocupados, na tentativa de vincular seus lados opostos do tabuleiro em uma corrente ininterrupta. 

Qualquer semelhança com Go não é mera coincidência e eu considero Hex um dos jogos mais inteligentes de toda a coletânea.

Checkers

O clássico jogo de Damas, quem nunca jogou esse? Checkers é jogado por dois oponentes, em lados opostos do tabuleiro de jogo. Um jogador tem as peças escuras; o outro tem as peças claras. 

Um jogador não pode mover a peça de um oponente. Um movimento consiste em mover uma peça na diagonal para um quadrado desocupado adjacente. Se o quadrado adjacente contiver a peça de um oponente e o quadrado imediatamente além dele estiver vago, a peça poderá ser capturada (e removida do jogo) saltando sobre ela. Ganha quem “comer” todas elas e se você conseguir se tornar um “rei”, poderá ser a única peça a poder retroceder.

Sempre considerei Damas uma variante de Xadrez, para aqueles que estavam com um pouco de preguiça ou pressa e ainda sim queria se divertir.

Hare and Hounds

Os jogos de lebre(Hare) são jogos de tabuleiro abstratos de estratégia para dois jogadores que eram populares no norte da Europa medieval até o século XIX. Neste jogo, uma lebre está tentando passar por três cães que estão tentando cercá-lo e aprisioná-lo. Os três cães são representados por três peças que normalmente começam em uma extremidade do tabuleiro, e a lebre é representada por uma peça que geralmente começa no meio do tabuleiro ou cai em qualquer ponto vago no início do jogo.

O que temos aqui é uma das variações dos jogos de lebre, o Hare and Hounds e ele funciona da seguinte forma:

  • Um jogador representa os três Hounds, que tentam encurralar a lebre do outro jogador enquanto ele tenta vencer escapando deles.
  • Os Hounds se movem primeiro. Cada jogador pode mover uma peça um passo em cada turno. Os cães só podem avançar ou diagonalmente (da esquerda para a direita) ou verticalmente (para cima e para baixo). A lebre pode se mover em qualquer direção.
  • Os Hounds vencem se “prendem” a Lebre para que ela não possa mais se mover.
  • A lebre vence se “escapa” (fica à esquerda de todos os cães).
  • Se os Hounds se moverem verticalmente dez movimentos seguidos, eles serão considerados “parados” e a Hare vencerá.

Conheci alguns poucos fãs desse jogo na vida, acho que não foi muito popular por essas bandas.

Gomoku

Gomoku, também chamado de Five in a Row, é um jogo de tabuleiro de estratégia abstrato(novamente…). É tradicionalmente jogado com peças de Go(pedras preto e branco) em um tabuleiro de Go. Pode ser reproduzido usando o tabuleiro 15 × 15  ou o tabuleiro 19 × 19. 

Como as peças normalmente não são movidas ou removidas do tabuleiro, o Gomoku também pode ser jogado como um jogo de papel e lápis. O jogo é conhecido em vários países com nomes diferentes e no Brasil ele não teve uma adaptação, tive a oportunidade de assistir partidas de Go e Gomoku em eventos de cultura japonesa, eram bem intensos!

Dominoes

O clássico jogo dos velhinhos das praças, o Dominó! Acredito que esse dispensa apresentações e continua sendo um jogo bem divertido.

Chinese Checkers

O objetivo é colocar todas as peças para o canto da estrela no lado oposto do tabuleiro antes que os oponentes façam o mesmo. O canto de destino é chamado de lar. Cada jogador tem 10 peças, exceto em jogos entre dois jogadores, quando 15 peças são usadas.

Apesar do nome, esse jogo foi criado na Alemanha sob o nome de Sternhalma. Joguinho bem divertido esse.

Ludo

Com certeza um dos mais divertidos de todos. O objetivo do jogo é ser o primeiro que, partindo de uma casa de origem, chega com quatro peões à casa final. Para isso, deve-se dar a volta inteira no tabuleiro e chegar antes dos adversários. O visual do tabuleiro ficou demais, tem até uma textura simulando um papelão dobrado, como se fosse o Ludo original mesmo! Deu até vontade de ir lá jogar mais uma partidinha…

Backgammon

Gamão, como é conhecido aqui, é um dos mais antigos jogos de tabuleiro. Sua história remete quase 5.000 anos às descobertas arqueológicas na Mesopotâmia. 

É um jogo para dois jogadores em que cada jogador tem quinze peças (damas ou homens) que se movem entre vinte e quatro triângulos (pontos) de acordo com o lançamento de dois dados.

O objetivo do jogo é ser o primeiro a sair, ou seja, retirar todas as quinze damas do tabuleiro.

Velho é pouco! Entretanto continua entretendo as pessoas até hoje, um feito em tanto.

Renegade

Mais conhecido como Reversi ou Othello, nesse jogo existem sessenta e quatro peças de jogos idênticas chamadas de discos (geralmente escritas “discos”), que são claras de um lado e escuras do outro. 

Os jogadores se revezam colocando discos no tabuleiro com a cor atribuída voltada para cima. Durante uma jogada, qualquer disco da cor do oponente que esteja em linha reta e limitado pelo disco recém colocado e outro disco da cor do jogador atual será transferido para a cor do jogador atual. O objetivo do jogo é ter a maioria dos discos girados para exibir sua cor quando o último quadrado vazio jogável for preenchido.

Sinceramente não sei da onde a Nintendo tirou esse nome Renegade, o que importa é que lembraram desse excelente jogo!

Chess

Talvez o jogo mais famoso dessa compilação, pelo menos pra nós ocidentais. Todo mundo já jogou ou pelo menos viu alguém jogando Xadrez na vida, então como Damas acredito que não há muito o que introduzir, mas para jogar é necessário um tabuleiro composto por oito colunas e oito linhas, o que resulta em 64 casas possíveis para a mobilidade das peças. As peças são compostas de oito peões, duas torres, dois cavalos, dois bispos, uma rainha e um rei.

Cada peça tem sua particularidade no modo de movimentar-se sobre o tabuleiro e o conhecimento das mesmas é que faz alguém se sobressair na partida. Eu amo esse jogo, pena que sou ruim demais!

Shogi

Meu primeiro contato com Shogi foi em alguns jogos de RPG malucos que tinham esse jogo como uma espécie de mini-game. Não foram poucas as vezes que insisti em tentar entender as regras e no fim acabava tudo ficando no chute. Porém graças a Clubhouse e seu tutorial carismático, consegui pegar um pouco da ideia.

Dois jogadores se enfrentam em um tabuleiro composto por retângulos em uma grade de 9 fileiras (linhas, 段 ) por 9 arquivos (colunas, 筋 ), produzindo um tabuleiro de 81 quadrados. Em japonês, eles são chamados Sente 先手 (primeiro jogador) e Gote 後手 (segundo jogador), mas em inglês são convencionalmente chamados de preto e branco, sendo preto o primeiro jogador. A placa é quase sempre retangular e os retângulos não são diferenciados por marcação ou cor. Pares de pontos marcam as zonas de promoção dos jogadores.

O objetivo usual de um jogo é que um jogador faça xeque – mate ao rei do outro jogador, vencendo o jogo, exatamente como no Xadrez convencional. Pensando dessa forma não parece coisa de outro mundo, o negócio é conhecer as peças assim como, bem… Xadrez.

Mini Shogi

Minishogi é uma variante moderna do shogi (xadrez japonês). O jogo foi inventado (ou re-descoberto) por volta de 1970 por Shigenobu Kusumoto de Osaka, Japão. As regras são quase idênticas às do shogi padrão, com a exceção de que é jogado em um tabuleiro 5×5 com um número reduzido de peças, e a zona de promoção de cada jogador consiste apenas na classificação mais distante do jogador. 

Para quem quiser jogar Shogi sem ter que gastar umas 2 horas no processo da partida, vá direto pra essa variação!

Hanafuda

Antes de se tornar uma gigante do mundo dos jogos eletrônicos, a Nintendo produzia baralhos, isso há mais de 100 anos. Esses baralhos se chamavam Hanafuda e não é por acaso que esse jogo está aqui! 

Nesse jogo você tem 8 cartas mostradas na linha inferior. No seu turno, você deve descartar uma delas, para combinar a carta selecionada e uma das 8 cartas na área central. Se não houver correspondência, o cartão selecionado permanecerá na área central.

Os cartões correspondentes chegam ao seu cartão localizado no canto inferior direito. Você ganha quando recebe qualquer tipo de Yaku. Nesse ponto, você pode optar por declarar “Koi Koi” para continuar indo mais longe, visando mais Yaku por mais pontos. É um jogo relativamente simples e belo demais, curiosamente a Nintendo ainda produz essas cartas, com temas de Mario e afins.

Riichi Mahjong

Também conhecido como Mahjong japonês, ele é geralmente jogado com 136 peças. Os ladrilhos são misturados e depois dispostos em quatro paredes, cada uma com duas pilhas de altura e 17 ladrilhos de largura. 26 das stacks são usadas para construir as mãos iniciais dos jogadores, 7 stacks são usadas para formar uma parede morta e as 35 stacks restantes formam a parede de jogo. É, precisa sacar um pouco do Mahjong original para entender esse!

Last Card

Agora vamos adentrar no mundo do baralho de cartas que conhecemos. O objetivo é simples, primeiro jogador a jogar sua última carta vence o jogo. As regras de partida são:

Distribua sete cartas para cada jogador. Quando as cartas são distribuídas a cada jogador, a carta do topo do baralho é virada para começar o jogo. Esta carta apenas determina o naipe inicial e nada mais.

Se o primeiro jogador não puder seguir o exemplo, ele deve pegar uma carta normalmente. Coringas não são usados. Divertido pacas esse e eu que sou uma negação para esse tipo de jogo, peguei a ideia fácil.

Blackjack

Famoso jogo dos casinos mundo à fora. Em cada rodada de Blackjack, os jogadores sentados na mesa começam colocando uma aposta em suas respectivas posições de aposta, também conhecidas como ‘boxes’. Cada mesa indica claramente os limites mínimos e máximos que os jogadores podem apostar, e o tamanho das apostas pode ser escolhido clicando no ícone de ficha que simboliza o valor correto de uma aposta desejada. Depois que todas as apostas são colocadas, os jogadores recebem duas cartas com a face para cima em frente às suas posições, e o dealer irá receber ou uma carta (estilo European) ou duas cartas, uma com a face para cima e uma com a face para baixo (estilo Atlantic City), dependendo da variante que estão jogando.

O objetivo de qualquer mão de Blackjack é derrotar o dealer. Para fazer isso, você deve ter uma mão em que a pontuação seja mais elevada do que a mão do dealer, mas não exceda 21 no valor total. Como alternativa, você pode ganhar tendo uma pontuação menor que 22 quando o valor da mão do dealer ultrapassar 21. Quando o valor total da sua mão for 22 ou mais, normalmente conhecido como ‘estourar’, você vai automaticamente perder qualquer dinheiro apostado.

Agora pratique bem aqui no Switch antes de fazer feio em Vegas, hein?

Texas Hold’em

No Texas Hold’em, como em todas as variantes do poker , os indivíduos competem por uma quantia de dinheiro ou fichas contribuídas pelos próprios jogadores (chamados de pote ). Como as cartas são distribuídas aleatoriamente e fora do controle dos jogadores, cada jogador tenta controlar a quantidade de dinheiro no pote com base na mão que está segurando, ou em suas previsões sobre o que seus oponentes podem estar segurando e também como eles podem se comportar.

Não consigo jogar esse jogo sem lembrar de Casino Royale, acredito que esse filme fez muita gente querer aprender a jogar Poker, mas eu não fui uma delas.

President

President é um jogo para três ou mais participantes, no qual os jogadores correm para se livrar de todas as cartas em suas mãos para se tornar “presidente” na rodada seguinte. Ficou mais famoso como um Drinking Game, pensando bem muitos jogos dessa compilação poderiam se encaixar nessa categoria.

Sevens

Sevens também é conhecido como Fan Tan, Dominó ou Parlamento, dependendo de quem você perguntar. Independentemente do nome, o objetivo é se livrar das suas cartas primeiro para ganhar. Dá para ver que para quem gosta de jogos de carta opções não faltam em Clubhouse!

Speed

Speed é um jogo de cartas em que cada jogador tenta se livrar de suas cartas. É um jogo muito rápido, que você pode jogar em questão de minutos. É jogado com um baralho de 52 cartas e sem coringas. Para aqueles quem tem pressa, Speed é a sua praia.

Matching

Clássico jogo de memória! Basta cada um dos jogadores ir virando duas cartas por turno e com o uso da sua memória ir combinando as mesmas, nada muito emocionante.

War

O objetivo do jogo é ganhar todas as cartas.

O baralho é dividido igualmente entre os jogadores, dando a cada uma uma pilha para baixo. Em uníssono, cada jogador revela a carta do topo do seu baralho – esta é uma “batalha” – e o jogador com a carta mais alta pega as duas cartas jogadas e as move para a pilha. Ases são altos e ternos são ignorados.

Se as duas cartas jogadas tiverem o mesmo valor, haverá uma “guerra”(ahá, o nome do jogo ). Ambos os jogadores colocam a próxima carta da pilha virada para baixo (algumas variantes têm três cartas viradas para baixo) e depois outra carta virada para cima. O dono da carta virada para cima ganha a guerra e adiciona todas as cartas da mesa ao fundo do baralho. Se as cartas com a face para cima forem iguais novamente, a batalha se repetirá com outro conjunto de cartas com a face para baixo / para cima. Isso se repete até que a carta virada para cima de um jogador seja maior que a do oponente.

Dizem que ele é bem popular entre as crianças, eu nunca vi uma criança jogando isso na vida.

Takoyaki

Esse nome já dá fome! Não confundir com essa delícia japonesa… Enfim, este jogo pode ser jogado com qualquer número de jogadores. Dois a oito é o número sugerido de jogadores. Mais de oito podem ser acomodados combinando dois baralhos de cartas. O carteador distribui a cada jogador 10 cartas com a face para baixo. O objetivo do jogo é esvaziar sua pilha! 

Pig’s Tail

Buta no shippo como é conhecido no Japão, Pig’s Tail funciona usando o baralho de cartas padrão, cada jogador tenta ter o menor número possível de cartas no final do jogo. Todas as cartas estão viradas para baixo no meio do jogo, como a forma de “rabo de porco”(ahá!). Todo mundo começa sem cartas na mão. 

Por sua vez, você joga uma carta ou joga uma carta da sua mão. Se a cor e o número forem diferentes do anterior, ele permanecerá lá. Caso contrário, você leva todas as cartas viradas para cima para a sua mão. O jogo termina quando não há carta virada para baixo no meio da mesa. Estou aprendendo algumas coisas do idioma japonês escrevendo essa análise, Nintendo é cultura!

Golf

Agora vamos para uma parte com um pouco mais de ação, essa versão de Golf é bem simples de jogar e pista de golfe lembra muito aquela do Golf original de NES, não acredito que seja coincidência. Gostei bastante do efeito de água de um pequeno riacho que fica no canto superior direito, são detalhes que fazem toda a diferença.. Ok, exagerei.

Billiards

Nada como uma sinuquinha, né? Um dos jogos mais divertidos de todos está presente em Clubhouse e essa versão é particularmente demais. Pena que tanto na vida real quanto aqui eu jogo mal pra caramba….

Bowling

Quem não gosta de boliche levanta a mão! Um dos “esportes” mais relaxantes que existem chegou aqui em uma versão que lembra muito a do antigo Wii Sports, só que com uma precisão bem melhor devido a tecnologia dos Joy-Cons. Só faltou o tema dos Flintstones para ser perfeito.

Darts

Falando em Joy-Cons, essa versão de Darts usa eles de uma forma que parece mesmo que você está segurando um dardo, só cuidado que a TV não é o alvo! Seja esperto e use de forma inteligente o strap, senão o arrependimento pode ser grande. 

Carrom

Carrom ou Karom é um jogo que é praticado há muito tempo na Índia e no Sudeste Asiático, mas o jogo se tornou cada vez mais popular em grande parte do resto do mundo durante o século passado. Há um grande número de variações nas regras.

Para decidir quem vai primeiro, um jogador deve segurar uma peça escondida em uma mão. Se o oponente adivinhar corretamente qual mão, o oponente escolhe quem vai primeiro, caso contrário, o jogador que esconde a peça escolhe. A pessoa que toca primeiro visa embolsar as peças brancas.

O jogo é jogado por dois adversários sentados um em frente ao outro. Para começar, a rainha é colocada no centro do tabuleiro. Seis peças são colocadas ao redor da rainha diretamente em um círculo, cada uma tocando a rainha e seus vizinhos. As doze peças restantes são posicionadas em torno do círculo interno de seis peças, de modo que cada peça externa toque o círculo interno. Ambos os círculos devem ter as peças alternadas em cores. Os dois círculos são orientados para que a Rainha, uma peça branca do círculo interno e uma peça branca do círculo externo, fiquem em uma linha reta apontando para o centro do lado do tabuleiro onde o jogador que jogará primeiro está sentado.

Esse é um dos jogos que preciso me familiarizar mais para conseguir ganhar, particularmente não achei muito divertido, provável que seja pelo fato de eu ser muito ruim!

Toy Tennis

Tennis de brinquedo! É basicamente isso, você tem um movimento limitado pela “quadra” e ainda sim não deixa de ser super divertido, sem contar que é bonito pacas.

Toy Soccer

Lembra dos pebolins? Então, aqui temos uma versão virtual dele e foi um dos jogos que mais dei risada, tanto pelo fato dele ser naturalmente engraçado e também por conta das “jogadas” alopradas que só um jogo dessa natureza poderia proporcionar.

Toy Curling

Nada que envolve “gelo” é muito conhecido em um país tropical que nem nosso. O Curling é um esporte olímpico coletivo praticado em uma pista de gelo cujo objetivo é lançar pedras de granito o mais próximo possível de um alvo, utilizando para isso a ajuda de varredores. É mais legal do que parece, não deixe de experimentar!

Toy Boxing

Pense em um Punch Out em formato de brinquedo… pensou? Deve ter chego no que é de fato o Toy Boxing. Engraçado e bem feito pra caramba, acho que a Nintendo deveria fazer um jogo só com estética de brinquedos, só acho.

Toy Baseball

Apesar de não ser um esporte muito praticado por aqui, o Baseball tem lá seus fãs e a versão brinquedo ficou simplesmente demais. Super fácil de jogar e em questão de segundos você já estará errando as bolas arremessadas por conta dos blefes de seu amigo!

Air Hockey

Depois dos Arcades tradicionais, para mim esse sempre foi um dos jogos “físicos” mais legais dos Game Centers da vida. Só cuidado para não dar uma porrada muito forte no disco pois eles podem sim sair voando da mesa! Experiência própria? Talvez…

Slot Cars

Só a Nintendo pra me fazer lembrar de como era divertido o Autorama, Slot Cars é uma versão eletrônica daquele brinquedo que fazia você querer ter um quarto com o dobro do tamanho só para poder criar pistas ainda mais insanas, só faltou sair faíscas!

Fishing

Incrível como as empresas japonesas adoram dar um jeito de colocar pescaria nos jogos, estou tão familiarizado com o esporte que logo logo devo arriscar na vida real, ainda bem que essa versão digital por enquanto satisfaz essa vontade! Aqui na prática é bem simples de pegar o jeito e ainda tem uma quantidade enorme de peixes para pescar, com a vantagem que aqui não precisa se molhar.

Battle Tanks

Na hora lembrei do famoso Combat do Atari 2600. Controle um tanque e destrua os inimigos, rápido e rasteiro.

Team Tanks

Quer mais ação com tanques só que agora com um amigo? Team Tanks é para você e sem sombra de dúvidas é muito mais divertido em dupla.

Shooting Gallery

Tiro ao alvo com Joy-Cons? Conte comigo! A experiência de atirar em alvos loucos ficou bem bacana com esse esquema de controle, pena que acaba enjoando rápido pelo fato de existir poucos desafios.

6-Ball Puzzle

6 bolinhas que podem ser rotacionadas devem se encaixar nesse jogo que lembra muito o Puyo-Puyo! O mais legal é que se você conseguir formar um elemento poligonal como um triângulo ou um hexágono, você desfere uma espécie de ataque no seu adversário, deixando a vida bem complicada. Um dos jogos mais bonitos de todos e as bolinhas parecem uma mistura de bolinha de gude com as de Natal, um charme só.

Sliding Puzzle

Aqui temos que guiar um coelho ou uma tartaruga num percurso seguro com a intenção de comer bolinhas brilhantes. O problema é que o caminho é cheio de perigos como buracos e para que isso não aconteça nós devemos modificar os trajetos rapidamente, evitando desastres. Esse tipo de jogo é bem jogado em celulares hoje em dia, mas não deixa de ser uma diversão bacana no Switch!

Mahjong Solitaire

Como o próprio nome implica, é uma versão para um jogador de Mahjong, assim como o famoso Paciência que você já deve ter jogado enquanto fingia estar trabalhando/estudando. 

Os 144 ladrilhos são dispostos em um padrão especial de quatro camadas, com as faces voltadas para cima. Diz-se que um ladrilho está aberto ou exposto se puder ser movido para a esquerda ou para a direita sem perturbar outros ladrilhos. O objetivo é combinar pares abertos de peças idênticas e removê-las do tabuleiro, expondo as peças sob elas para jogar. O jogo termina quando todos os pares de peças foram removidos do tabuleiro ou quando não há pares expostos restantes.

Klondike Solitaire

Falando em Paciência, aqui está ele com esse nome exótico. Para jogar utiliza-se um baralho completo, 52 cartas. Deve-se fazer um monte com 7 cartas e colocá-lo virado para baixo na mesa, depois um com seis cartas colocado da mesma forma à esquerda do primeiro, e assim sucessivamente até um último monte de apenas uma carta. O restante das cartas passa a ser o monte de compra.

Haja paciência.

Spider Solitaire

Uma variação de Paciência. O principal objetivo do jogo é remover todas as cartas da mesa, reunindo-as no quadro antes de removê-las. Inicialmente, 54 cartas são distribuídas para o quadro em dez pilhas, com a face voltada para baixo, exceto as cartas de cima. As pilhas do quadro se acumulam por classificação e as seqüências de fato podem ser movidas juntas. As 50 cartas restantes podem ser distribuídas ao quadro dez por vez, quando nenhuma das pilhas estiver vazia.

Não, o Homem-Aranha não aparece nesse jogo.

Piano

Por fim, um bônus que me surpreendeu. Aqui temos um piano funcional com uma função de órgão também. Ele só pode ser jogado no próprio console e se você for rico ou tiver mais amigos com Switches, poderá formar um piano completo! Esse piano pra mim fechou a compilação com chave de ouro, é realmente demais.

VEREDITO

Clubhouse Games: 51 Worldwide Classics é um jogo que não pode faltar na sua coleção. Todos os jogos foram perfeitamente adaptados para uma versão digital, trabalhadas com um carinho que pouco é visto em compilações como essa. Ele me fez voltar ao passado com jogos da minha infância e foi mais além me introduzindo a diversos outros jogos que jamais teria contato se não fosse por conta de uma oportunidade como essa. 

O código para análise foi cedido gentilmente para nós pela Nintendo.

Pros

  • 51 jogos clássicos conhecidos mundialmente em uma versão digital que não deixa nada a desejar para os originais
  • Tutoriais cheios de carisma e nada de leitura chata
  • A apresentação do jogo é um show à parte, nada foi feito nas pressas

Contras

  • Se você odiar jogos de tabuleiro não irá gostar de Clubhouse

David Signorelli