Análises

Mobile Suit Gundam: Extreme Vs. Maxi Boost ON

9
Robôs gigantes em um jogo de luta incrível
Mobile Suit Gundam Extreme VS. MAXI BOOST ON impressiona por sua qualidade e profundidade. Se você é fã de Gundam ou mesmo de jogos de luta num geral, precisa conhecer esse jogo.

Com um nome bem louco, Mobile Suit Gundam: Extreme Vs. Maxi Boost ON finalmente chega ao PlayStation 4 depois de 4 anos de exclusividade nos Arcades.

Como o cenário dos Arcades em qualquer parte do mundo com exceção do Japão está em decadência, foram poucos os que tiveram oportunidade de testar esse excelente jogo da Bandai Namco.

O visual dos Gundams é muito louco.

Nessa análise irei abreviar o imenso nome do jogo para apenas Gundam EXVS, ok? Enfim, ele é essencialmente um jogo de luta de arena em 3D, um estilo de jogo que as produtoras demoraram para deixar redondinho e dentro de todos que joguei na vida, Gundam EXVS é o que mais se aproxima da qualidade dos jogos de luta convencionais. Não tenho muita certeza, mas creio que o primeiro jogo desse gênero envolvendo robôs foi o Virtual-On da SEGA que utilizava um Twin-Stick como controle padrão, mas o meu primeiro contato foi com o charmoso Robo Pit no PlayStation em 1996, portanto até chegarmos em Gundam EXVS foram pelo menos 16 anos de aprendizado.

DIRETAMENTE DOS ARCADES PARA SUA CASA

Gundam EXVS é uma conversão perfeita dos Arcades para o PlayStation 4, evidentemente que não pude experimentar o jogo em sua versão original por motivos óbvios, entretanto baseado nos vídeos que ví do jogo nos Arcades e comparando com o que tenho acesso, isso fica bem evidente. Gundam EXVS é um jogo com visual relativamente simples, mas com cenários belíssimos baseados nas séries, rodando a 60 frames bem lisinho e cada um dos mais de 180 robôs(sério mesmo) foram meticulosamente detalhados para agradar uma das bases de fãs mais fanáticas do Japão. 

As lutas são travadas nos cenários mais épicos possíveis.

Imagina só se o Gundam obscuro do fã japonês fosse recriado com uma qualidade inferior à de outro Gundam qualquer, iria ter boicote de certeza. Diante disso a produtora realmente deu tudo de si para fazer um produto que não deixaria fã algum botar defeito. Eu não me considero um fã de Gundam, porém sempre tive interesse pela série, acredito que muitos de nós teve contato com a série quando o Cartoon Network trouxe Gundam Wing para o Brasil no começo dos anos 2000. Além do anime também experimentei alguns jogos como Gundam: The Battle Master no PlayStation, um jogo de luta 2D bem divertido com sprites enormes e claro, a série Super Robot Wars que tinha Gundam até dizer chega.

A questão aqui é a seguinte, Gundam EXVS é tão bem feito que mesmo você não sendo fã da série Gundam, existe uma grande chance de se interessar por ela. Confesso que depois de algumas horas jogando com o Kamille de Gundam Zeta, eu corri para procurar meios de assistir esse anime e com certeza não será o único. Gundam EXVS conta com tanto conteúdo adicional que fará você ficar louco caso seja aquelas pessoas que gostam de fazer 100% em tudo, desde o Dissidia: Final Fantasy eu não via um jogo do gênero com tanta coisa pra destravar.

Tudo que você pode imaginar de customização dos próprios Gundam, passando por emblemas, ícones, roupas, roupas para os personagens assistentes, troféus, é coisa pra caramba mesmo, ou seja, é um jogo que faz valer seu rico dinheirinho. Não poderia deixar de mencionar que temos uma quantidade enorme de músicas tiradas diretamente da série para Gundam EXVS, podendo utilizá-las para customizar a música de menu, de vitória, de derrota e até a música de quando você liga seu console… brincadeira! Senti falta de algumas músicas da série Gundam Wing como as aberturas Just Communication e Rythmn Emotion da banda TWO-Mix, mas a minha favorita, Arashi no Naka de Kagayaite de Gundam 08th Ms Team está presente, então estão perdoados.

Tiroteio desenfreado.

Caso você não suporte música de anime e não gosta de usar o Spotify, o jogo ainda conta com a possibilidade de você usar suas próprias músicas através de um drive USB qualquer que seja compatível com o PlayStation 4, bem old-school, né? Falando nisso, os produtores por alguma razão permitiram que Gundam EXVS fosse compatível com controles Dual Shock 3, isso mesmo, controles de PlayStation 3, eu pessoalmente achei isso demais.

UM JOGO DE LUTA BEM DIFERENTE

Até agora só falei que Gundam EXVS é um jogo de luta 3D de arena com robôs, todavia ele também conta como característica marcante o fato de temos lutas travadas de 2 contra 2. Apesar de poder customizar lutas de 1 contra 1 e afins, o jogo base sempre envolve lutas 2×2 de times, algo que diferencia ele bastante da maioria dos jogos desse gênero.

Antes de entrar na pancadaria propriamente dita, gostaria de explicar alguns modos de jogo. É válido mencionar que existe um foco enorme no aspecto online aqui, tanto que quando você inicia o jogo, ele já tenta conectar e se a sua conta não for de um assinante da PlayStation Plus, ele vai querer te jogar para a página de assinatura, eu achei isso algo de extremo mal gosto pois parece que o jogador é culpado de não ser assinante e que vai perder muito por conta disso, algo que infelizmente não deixa de ser um pouco verdade.

Heero Yui e seu Gundam Zero.

Além dos tradicionais modos de luta auto-explicativos como partidas rankeadas, casuais, partidas com seus amigos e off-line, o modo mais importante de Gundam EXVS é o Branch Battle. Ele é o Arcade mode com outro nome e é nele que você irá desbloquear praticamente tudo que é conteúdo que temos no jogo, portanto recomendo antes de mais nada vir aqui. Nesse modo os tutoriais irão aparecer de forma gradativa e em pouco tempo já irás se acostumar com os controles, só que não se iluda pois esse jogo é muito mais complexo do que você pode imaginar.

Fato é, o jogo é incrivelmente fácil de jogar, pelo menos em um nível mecânico básico, o jogo em si ensina muito pouco sobre como jogá-lo, além dos botões básicos. Na maioria dos jogos de luta, a parede da complexidade de entrada e a parede da aplicação tática estão praticamente interligadas. Para se sair bem em algo como os jogos da série Marvel vs. Capcom por exemplo, você precisa aprender fisicamente todos os tipos de técnicas e tempos de execução de combo e, geralmente, quanto mais complexas essas strings, mais “cadência” você pode exercer e, portanto, mais pode controlar o fluxo da partida.

Gundam EXVS não é assim. A parede de complexidade de entrada é muito baixa, a complexidade de entrada de alto nível não é muito mais difícil. No entanto, o teto de aplicação é funcionalmente infinito.

Elenco de Zeta Gundam em ação.

Como vocês já sabem, Gundam EXVS é um jogo relativamente antigo nos Arcades e a razão pela qual as pessoas podem jogar este jogo por anos e ainda serem detonadas por veteranos da série é muito simples: há tanta coisa acontecendo sob o capô que você provavelmente não sabe e terá dificuldades de entender. Se esses micro-sistemas existem, é muito difícil – senão quase impossível – descobrir como eles devem ser usados, especialmente por conta própria.

VAMOS ENTENDER O BÁSICO

Na imagem abaixo temos uma explicação simples dos controles do jogo:

Referência: Gundam EXVS MBON Player’s Guide

Esteja ciente de que todos os controles e entradas nesta explicação não serão mencionados por suas designações de botão do controle do PlayStation 4. Você verá apenas “ A / B / C / D “ ou “ Tiro / Corpo-a-corpo / Boost / Alterar alvo / etc. “

Além disso, esteja ciente de que todas as entradas direcionais serão indicadas usando a notação do teclado numérico. Segue uma explicação um pouco mais detalhada:

7 8 9

4 5 6

1 2 3

5 é neutro

8 é para cima, 2 é para baixo

4/6 são esquerda / direita, também conhecido como Entradas Laterais

Botões / Funções / Controles / Conceitos Básicos

Movimento

Realizado por movendo o stick na direção desejada.Apesar de ser a maneira mais simples de se mover, você raramente – ou nunca – caminhará em qualquer lugar neste jogo.

Bloqueio / Guarda

Mova o manche 2 ~ 8, ou para baixo, então mova rapidamente para cima. Pode ser segurado, mas isso aumenta o custo do medidor. Pode ser usado em superaquecimento (mais sobre isso mais tarde).

Lados e costas estão expostos. Existem exceções, mas são específicas do traje.

Tiro (A)

Pressione A para atirar nas pessoas. Bastante auto explicativo.

Charge Shot

Segure A até que a carga seja concluída e solte.

Corpo a corpo (B)

Pressione B para acertar as pessoas com ataques de curta distância. Muitas vezes pode ser modificado com entrada direcional.

Mostrado, em sequência:

BB ~ 8BB (dois golpes corpo a corpo, ataque, dois ataques corpo a corpo)

>> BBBB (impulso de impulso, quatro ataques corpo a corpo)

4 / 6BBB (entrada lateral, três ataques corpo a corpo)

Boost (C)

O recurso mais importante do jogo. Governa o movimento, opções defensivas e evasivas.

Você reabastece o Boost quando está em solo. Quanto mais impulso você tiver ao pousar, mais rápido ele será recarregado e, quanto menos você tiver ao pousar, maior será a janela para ser atacado (em geral).

Saltar

Toque em C para pular. Segure C para subir verticalmente até que o medidor se esgote.

Boost Dash (BD)

Toque duas vezes em C para “voar” na direção que você está com o alvo marcado

Step Dodge

Toque duas vezes em qualquer direção cardeal para evitar os tiros e projéteis que se aproximam. Quebra o rastreamento de projéteis.

Overheat

O esgotamento total do medidor de Boost equivale à incapacidade de usar a maioria das técnicas baseadas em impulso. Sem salto, sem traço, sem degrau.

Você pode defender, mas o tempo deve ser exato. Seu escudo permanecerá levantado enquanto atira, mas errar o controle do bloqueio fará com que você engula o tiro. Você deixará cair o escudo automaticamente. O tempo de recarga longo na aterrissagem. Sua probabilidade de levar um tiro / acerto é muito alta.

Alterar alvo (D)

Provavelmente o botão mais importante de todo o jogo. Seu movimento em torno do campo gira em torno de / é relativo ao seu alvo atual. Você pode mudar de alvo a qualquer momento, até mesmo para ficar de olho nas ações de um inimigo enquanto você está no meio de um combate corpo a corpo em seu parceiro.

Algumas combinações de botões:

Sub Shot / Subweapon

A + B

Special Shot

A + C

Special Melee

B + C

NOTA: Podem existir variações direcionais. Dependerá do Gundam.

Burst

Um medidor de “super”. Causar dano, receber dano e bloquear dano preenche o medidor.

Ele é ativado apertando A + B + C

Pode ser ativado a 50%, mas não ao ser atingido (a menos que use Extend).

Tipos de Burst

FIGHTING

Buffs:

Boost Recovery: ◼◼◼

Boost Efficiency: ◼◻◻

Melee Damage +: ◼◼◻

Range Damage +: ◻◻◻

Reload Speed ​​+: ◼◻◻

Lock-on Range +: ◻◻◻

Defense +: ◼◻◻

Mobility +: ◼◼◼

Efeitos Especiais: 

O primeiro golpe da maioria dos ataques corpo a corpo pode quebrar a guarda de um oponente, causando um atordoamento de pop-back. Pode cancelar diretamente ataques de longo alcance em ataques corpo a corpo. Pode cancelar diretamente ataques corpo a corpo em supers baseados em corpo a corpo. O rastreamento de ataque corpo a corpo é bastante aprimorado.

SHOOTING

Buffs:

Boost Recovery: ◼◻◻

Boost Efficiency: ◼◼◻

Melee Damage +: ◻◻◻

Range Damage +: ◼◼◻

Reload Speed ​​+: ◼◼◼

Lock-on Range +: ◼◼◻

Defense +: ◼◻ ◻

Mobility +: ◼◻◻

Efeitos especiais:

Pode cancelar livremente os ataques à distância em qualquer outro ataque à distância ou projétil, permitindo uma janela de fogo contínua. Pode cancelar livremente os ataques à distância. Pode cancelar qualquer ataque à distância em qualquer super ataque baseado em burst, seja corpo a corpo, à distância ou baseado em status.

EXTEND

Buffs:

Boost Recovery: ◼◼◻

Boost Efficiency: ◼◼◻

Melee Damage +: ◻◻◻

Range Damage +: ◻◻◻

Reload Speed ​​+: ◼◻◻

Lock-on Alcance +: ◼◻◻

Defesa +: ◼◼◻

Mobilidade +: ◼◼◻

Efeitos especiais:

Pode ser usado a 50% ou mais para escapar dos danos. Habilita a capacidade de aumentar o passo diagonalmente. Buff de defesa significativo de 30%.

Burst Attack / EX Super Move

A + B + C enquanto Burst está ativo.

Custo

Custo é uma medida de quanto peso um Gundam coloca em uma equipe. O pool de custos de uma equipe é de 6.000 pontos. Quando o pool se esgota, o time perde a partida.

Ufa! É coisa pra caramba, mas olha que só falei um pouco do básico mesmo. Bem, agora que você teve uma introdução aos controles, manobras e conceitos básicos, é hora de pegar esse conhecimento … e jogar um pouco de Branch Battle / Arcade Mode para um único jogador ou algum modo Free Battle por um tempo. Realmente reserve um tempo para inserir esses controles na memória muscular. Se você está acostumado com jogos de luta, não vai demorar muito, e se você não está acostumado com jogos de luta, não se preocupe – você deve sentir imediatamente em suas mãos que este jogo está longe de ser tão complicado ou mecanicamente exigente como um lutador padrão.

Com isso dito, os conceitos fundamentais presentes em um jogo de luta tradicional estão igualmente presentes aqui – ataques à distância, ataques próximos, cancelamentos, combos, gerenciamento de medidor, controle de espaço, quadros ativos, quadros de recuperação, etc. – mas a complexidade de entrada necessária para alcançar os resultados desejados é muito menor e, portanto, a expressão baseada no jogador pode parecer mais facilmente alcançada.

Claro que teria colegiais aqui.

Minha recomendação  é começar sua jornada jogando com o RX-78-2 Gundam – o original venerado – pois ele representa um naipe que incorpora os fundamentos do jogo, o “Ryu” de Gundam EXVS, por assim dizer. Não é dominado em nenhum sentido, mas também não tem nenhuma fraqueza flagrante. É o Gundam perfeito para aprender as funções básicas do jogo e sentir.

NO RITMO DA EMOÇÃO

Sabe aquela sensação de que o esforço valeu a pena? Nem lembro da última vez que realmente me dediquei a entender um jogo de luta e com Gundam EXVS foi tão prazeiroso que não me incomodava de perder pois sabia que através daquela derrota existia algo que me faria me tornar um jogador melhor. A Bandai Namco fez um trabalho exemplar aqui, mostrando que desde sempre foi uma desenvolvedora preocupada em trazer qualidade e conteúdo para as versões caseiras de seus títulos de Arcade.

Pros

  • Um sistema de jogo relativamente simples com uma complexidade que impressiona até os jogadores mais experientes
  • Conversão perfeita dos Arcades, 60 frames só deixam a coisa ainda mais gostosa
  • Mais de 180 robôs para escolher, queria mais?
  • Diversas músicas lindas da série Gundam à sua disposição

Contras

  • Somente com os tutoriais do jogo você não vai conseguir sequer arranhar o que o jogo tem a oferecer em termos de jogabilidade

David Signorelli