Análises

Star Wars Episode I: Racer

8
Corridas frenéticas e divertidas de Podracers
Uma ótima opção para quem não jogou a versão clássica e quer se divertir com corridas diferentes do que estamos habituados

Star Wars Episode I: Racer não é um game novo. Ele foi lançado no ano de 1999 para PC, Dreamcast, Nintendo 64 e outras plataformas da época para aproveitar o embalo do também primeiro episódio da série de filmes “A Ameaça Fantasma”, que saiu no mesmo ano. 

Contudo, eis que a Aspyr decide trazer o clássico para uma versão mais moderna, que saiu em maio para PS4 e Nintendo Switch e agora também para Xbox One. Mas será que o game envelheceu bem e continua divertido? 

A corrida mais louca da galáxia

A competição mais veloz da galáxia! 

Na trama do game, o Circuito Galáctico de Podracing tem entretido a todos com suas corridas alucinantes e perigosas. Porém há um novo corredor que está ganhando os holofotes, já que ele faz de tudo para ganhar e seus esforços não são em vão, e o seu nome? Sebulba! 

Por conta disso, vários outros corredores também estão fazendo parte da competição na tentativa de vencer o grande competidor, e consequentemente ganhar o título de Podracing mais rápido da galáxia, mas não será fácil vencer essa grande competição. 

Pois é, a trama é bem simples e até mesmo um pouco clichê, mas devo dizer que não precisava ser algo tão grandioso para esse game. Porém ao começarmos a jogar já podemos perceber que se trata de um jogo no universo de Star Wars, tanto pelos personagens e veículos quanto pelos diversos elementos que podemos encontrar enquanto vemos as cutscenes ou enquanto passamos pelas diversas pistas.  

É possível notar vários elementos dos filmes

Caso você queira acompanhar essa jornada deverá escolher o Modo Torneio, em que passará por várias corridas para tentar ser o grande vencedor da competição. Porém quando terminar esse modo poderá jogar em mais três, sendo eles o Free Play, em que você consegue jogar normalmente pelas fases sem muitas preocupações, o Time Attack, em que o jogador pode sempre estar tentando bater o seu recorde nas diversas pistas que o game apresenta, e também uma ótima adição.

Essa ótima adição que não estava na versão clássica do game é o modo multiplayer local para duas pessoas, que vão garantir boas horas de diversão com seus amigos e parentes. 

Segundo a produtora os controles foram modernizados para se adaptarem melhor aos padrões de hoje em dia, e devo dizer que não me senti incomodado em momento algum com a jogabilidade. Na minha primeira corrida já estava me acostumando bem com os controles e comandos, já que tudo é bem dinâmico e simples de aprender. 

A dificuldade do game também é bem equilibrada, no início as corridas são bem fáceis mas irão dificultando progressivamente com o tempo, trazendo ótimos desafios ao game. 

Começa fácil, porém vai dificultando cada vez mais

No Modo Torneio você também terá upgrades e nova peças para lhe ajudar a ir bem nas diversas corridas. Não é um sistema cheio de melhorias ou nem nada do tipo, mas ele já será uma boa ajuda na gameplay.  No início você não terá muitos personagens para usar, porém conforme vai progredindo no Modo Torneio e pelas diferentes corridas, vai ganhando mais e mais personagens para serem escolhidos. 

É claro que não podemos esperar por ótimos gráficos, mas se compararmos com a versão clássica houve uma boa melhoria nos cenários e é fácil de perceber enquanto jogamos. A trilha sonora também é digna dos filmes de Star Wars e os fãs irão perceber isso, sem contar que elas fazem com que tenhamos a sensação de estarmos competindo em corridas de Podracers. 

Mas nem tudo são flores. Algumas texturas poderiam ter sido ao menos melhoradas, já que destoam completamente do resto do cenário. Alguns momentos também pude ver alguns bugs gráficos que acabavam atrapalhando na visão, já que certos objetos e sombras ocupavam um bom espaço da tela.

Veredito 

Se você não teve a chance de jogar Star Wars Episode I: Racer no passado, não pode perder essa oportunidade. As corridas são muito divertidas e bem diferentes do que estamos acostumados (já que aqui controlamos Podracers), e também temos bons modos de jogo a nossa disposição, desde o Modo Torneio até o Free Play. Não se engane, o game envelheceu bem e continua muito divertido. 

Jedi

  • Boas referências aos filmes
  • Vários modos de jogo
  • Corridas muito divertidas e desafiadoras
  • Ótima trilha sonora
  • Sistema de upgrades simples, mas bom

Sith

  • Algumas texturas destoam do cenário
  • Pude presenciar bugs gráficos

Lucas Nunes
Últimos posts por Lucas Nunes (exibir todos)

Comentários