Análises

Puyo Puyo Tetris 2

Desenvolvido pela Sega, Puyo Puyo Tetris 2 é o casamento surpreendente entre dois pilares dos jogos de puzzle.

Dois jogos cuja lógica e perfeição de design dão origem a jogos frenéticos entre os participantes. Obviamente não farei a afronta de explicar o princípio de Tetris, mas vamos voltar ao seu oposto. Puyo Puyo pede ao jogador para alinhar ou sobrepor 4 pequenas bolhas da mesma cor para fazê-las desaparecer e assim ganhar pontos.

O modo aventura traz desafios bem variados, mas se prepare para ler.

Todo o “tchan” deste título é que os combos são essenciais. Impossível obter uma pontuação decente ou infligir danos substanciais ao seu oponente sem fazer 3 ou quatro quedas convincentes das criaturinhas. Essas bases divertidas ainda são estimulantes e o conjunto é particularmente viciante e elas ainda são inseriras em muitas variações por meio de diferentes modos de jogo. Então, essa base já era muito sólida no original, então por que mudar a fórmula? Parece que esse é o raciocínio seguido pelos desenvolvedores, pois os dois títulos diferem muito pouco.

Essa mistura ficou realmente genial.

Aqui temos um modo de aventura bastante clássico que alterna entre fases de diálogos intermináveis, tendo pouco interesse, pois a graça do título está em outro lugar. A jovem Ringo, adepta do Puyo Puyo, vê o seu quotidiano perturbado com a chegada de jogadores de Tetris de outra dimensão. Essas trocas absurdas e um pouco tensas servem de pretexto para muitos confrontos que abrangem todos os modos de jogo disponíveis.

Portanto, selecionamos nossas missões em um mapa-múndi e gradualmente desbloqueamos novas áreas, nada de novo aqui. Se este modo não é fundamentalmente original, tem o mérito de oferecer um conteúdo substancial e um desafio progressivo para jogadores ávidos por conteúdo solo.

Quanto mais amigos você tiver, melhor… pelo menos para se divertir aqui!

Claro que o forte mesmo são os modos competitivos. Particularmente generoso, ele oferece muitas maneiras de os jogadores competirem, o único problema é que a maior parte desse conteúdo já estava disponível no primeiro jogo.

Um total de 7 modos de jogo estão disponíveis. Assim, encontramos o Versus tradicional que opõe dois jogadores enviando um ao outro blocos ou blobs de Puyo. Se a tela de um jogador ficar completamente cheia, o jogo termina. Como no primeiro jogo, o todo está muito bem equilibrado. Enquanto os jogadores de Tetris se beneficiam da velocidade com que podem enviar blocos em sua contraparte, os jogadores de Puyo têm acesso a combos devastadores que saturam a tela do inimigo em uma fração de segundo.

Claro que não poderia faltar o modo Online.

Uma variante chamada “Exchange” alterna Puyo Puyo e Tetris em um ritmo regular. A jogabilidade é muito agradável, pois requer que os jogadores “conectem” seus cérebros de forma diferente de fase para fase. O modo “Grupo” mostra os objetos a serem acionados ao completar uma linha ou uma área específica da tela. Como em um Mario Kart, esses objetos permitem que você envie ataques para seu concorrente.

Visão restrita, incapacidade de girar suas peças de Tetris … Simples, mas eficaz. No jogo “Fusion”, Tetriminos e Puyos caem simultaneamente, forçando os jogadores a pensar sobre suas construções de forma completamente diferente. Portanto, é necessário reaprender as regras específicas para este modo. Por exemplo, os Tetrominos destroem os Puyos cinzentos enviados pelo adversário e passam por baixo dos negros. Reservado para jogadores experientes que não têm medo de quebrar seus pequenos hábitos.

Incrível como quase todo jogo atualmente possui elementos de RPG.

O Big Bang exige que os jogadores concluam quebra-cabeças predefinidos o mais rápido possível para ganhar pontos. O jogador que menos coletou vê sua barra da vida sofrer um golpe. As sequências seguem uma à outra até que a morte chegue e reste apenas uma. Esse tipo de jogo enfatiza a velocidade e a precisão de execução mais do que a reflexão e tem o mérito de acelerar os jogos. Desafios, como o nome sugere, apresentam desafios solo, como atingir uma pontuação definida em um mínimo de tempo ou com Puyos de tamanho reduzido, o que aumenta muito o número de combos potenciais. De novo, muito clássico, mas não vamos cuspir pra cima, conteúdo adicional é sempre bom.

SEGA x CPU, quem sairá vitorioso?

A verdadeira novidade deste episódio vem do modo “Talent Fight”. Os jogadores formam uma equipe de 3 heróis, cada um com seu próprio poder e escolhem equipamentos para aumentar sua barra de vida, o número de puyos “lixo” que enviam ao oponente, etc. Assim será possível curar a meio do jogo, fazer aparecer uma série de blocos à espera de uma fila para fazer um Tetris, cancelar a sua última jogada. A ideia é bem vinda e adiciona uma sobreposição táctica muito agradável e energizante os confrontos. Este modo também permite, se necessário, equilibrar os confrontos entre dois jogadores de níveis diferentes.

Assim, um novato pode aumentar seus pontos vitais para dobrar os de seu oponente ou melhorar seus ataques. Uma ideia bem-vinda que permite aos jogadores de todos os níveis competir. Além dos desafios, todos os modos podem ser jogados online e com várias pessoas localmente, o que dá ao título uma capacidade de replay potencialmente infinita.

Os visuais aqui são bem limpos e coloridos, o grande destaque fica mesmo para o design dos diversos personagens e seus ataques especiais durante as partidas. A parte sonora também não decepciona, inclusive estou com uma das músicas do jogo na cabeça enquanto escrevo essa análise.

Puyo Puyo Tetris 2 é um excelente jogo e os fãs de jogos de puzzle vão se sentir em casa com essa versão, mas não sei exatamente se vale a pena para aqueles que possuem o original, pois as novidades não são tantas.

Pros

  • Os diversos modos de jogos faz com que os jogadores não consigam enjoar
  • Visuais bem limpos, com excelente performance
  • Músicas bem divertidinhas que combinam com a energia do jogo


Contras

  • Não possui muitas novidades em relação ao original
  • O modo história, apesar do nome, poderia ter diálogos mais curtos


David Signorelli
Últimos posts por David Signorelli (exibir todos)

Comment here