Análises

Fatal Fury: First Contact

A versão original de Fatal Fury: First Contact foi desenvolvido pelo menos em parte pelo estúdio Yumekobo, que também esteve envolvido com SNK Gals Fighters, ambos agora disponíveis para o Nintendo Switch. 

OS LUTADORES DA FÚRIA FATAL

A lista de personagens é mais semelhante à de Real Bout: Fatal Fury 2, apenas menor e com um personagem original chamado Lao disponível no modo de dois jogadores. Alfred(originalmente de Fatal Fury: Real Bout Dominated Mind, exclusivo do PlayStation) também se torna jogável após vencer o jogo. 

Joe Higashi é figurinha carimbada da série desde o primeiro Fatal Fury!

Os personagens que foram removidos são: Bob Wilson, Sokaku Mochizuki, Cheng Sinzan, Hon Fu, Tung Fu Rue, Duck King, Blue Mary, Jin Chonshu, Laurence Blood, Jin Chonrei e Franco Bash. E claro, não há enredo algum. aqui.

UMA JOGABILIDADE FAMILIAR

Apesar de parecido, Fatal Fury: First Contact não é completamente idêntico aos jogos da série Real Bout, mas há muito poucas mudanças na jogabilidade. Essa semelhança é observada até mesmo na animação de introdução, onde os dizeres “Real Bout” aparece na tela. 

Claro que o embate mais emblemático da série não ficaria de fora.

A mudança mais notável e significativa é que o sistema de oscilação de linhas foi removido, algo que sempre teve na série. No entanto, isso não significa que não haja meios de evitar os ataques de um oponente, pois ainda é possível contra-atacar pressionando A e B ao mesmo tempo antes de ser atingido. 

O dash, back hop, short jump e recuperação de knockdowns são mantidos, mas não é mais possível realizar um salto em distância. Todos os outros movimentos e regras – como Breakshots, H. Power, P. Power Supers e S. Power Supers – ainda se aplicam. 

No que diz respeito aos controles, tocar rapidamente em um dos dois botões de ataque no Switch executará um chute ou um soco, e segurar um dos botões resultará em um terceiro ataque idêntico para os dois botões.

Geese não vai facilitar a vida de Terry.

TECNICAMENTE ARRASADOR

A maioria dos sprites são tirados de outros jogos de luta Neo Geo Pocket Color. Cada composição é tirada diretamente dos jogos Real Bout e “renderizada” em um sintetizador minúsculo de 8 bits, como era no original. Da mesma forma, cada plano de fundo recria diretamente os planos de fundo dos Real Bout. Ele faz isso incrivelmente bem, e é muito legal vê-los redesenhados nessa versão.

Os frames dão muito charme ao pacote.

Assim como os demais jogos que foram portados do Neo Geo Pocket Color para o Nintendo Switch, FFFC não faz feio e conta com um visual super charmoso em seus diversos frames disponíveis e opções de Zoom. Como a grande maioria de nós não teve o NGPC na época, a SNK acertou em cheio de usar o Switch como plataforma para esses ports.

VEREDITO

Se você é um fã da série Fatal Fury ou da própria SNK como eu, não deixe passar esse jogo. Quando você para e pensa que ele foi desenvolvido para um portátil super ultrapassado e ainda possui essa qualidade toda, fica evidente a capacidade da empresa de tirar água da pedra.

Pros

  • Um dos melhores jogos do Neo Geo Pocket Color agora em seu Nintendo Switch
  • Mesmo simplificado, ele manteve toda a diversão dos jogos originais
  • Capricho total na produção do port

Contras

  • É meio esquisito jogar um jogo de luta hoje em dia sem as vozes dos personagens
  • Poderia ter mais personagens jogáveis

David Signorelli

Comment here