Análises

Kill It With Fire

8
Aracnofobia? Aqui não!

Kill It With Fire traz uma proposta diferencia, mas que acaba sendo muito bacana e divertida

Quem nunca teve que lidar com alguma aranha irritante, não é mesmo? Sem querer colocar a mão em uma teia de aranha ou até mesmo ser picado. Esses momentos sem sombra de dúvidas são irritantes, mas e se um game tivesse como objetivo principal acabar com os aracnídeos? Pois é, esse game existe e se chama Kill It With Fire, mas será que nos videogames essa proposta é divertida? Vamos descobrir!  

Malditas aranhas! 

Se ao iniciar o game você estiver esperando por uma introdução ou algo do tipo, pode tirar o cavalinho da chuva pois isso não acontece. Já somos enviados logo de cara para a primeira missão, que se passa em uma pequena casa do subúrbio. O jogo não nos dá muitos detalhes, mas você logo percebe que deve sair procurando por aranhas para conseguir avançar pelos diferentes cômodos e limpar a infestação. 

Logo nessa primeira missão, que serve também como uma espécie de tutorial, já recebemos alguns itens que nos ajudarão na nossa jornada contra os aracnídeos, como um spray incendiador, por exemplo. A cada missão, o jogador vai recebendo ainda mais e mais armas, como pistolas, shurikens e até mesmo uma bazuca, tudo para tornar o seu objetivo de derrotar as aranhas ainda mais variado. Essa diversidade de itens é muito boa, no início eu até achei bem simples, mas conforme ia progredindo no game, fui percebendo que a variedade ia trazendo uma diversão ainda maior ao game. 

Um momento meio… deselegante

Mas não são apenas as armas que irão ajudar o jogador na sua jornada. Ao jogar as missões, você também poderá desbloquear melhorias, que vão desde algumas para seu personagem e outras para o seu rastreador, sim, você possui um rastreador. O mesmo serve para conseguir detectar aranhas, principalmente nos momentos em que você está procurando, mas não consegue encontrar nenhuma, e devo dizer que me ajudou em vários momentos. 

Mas e as melhorias, como são? Para o seu personagem, elas vão desde a possibilidade de carregar mais itens no seu inventário, até a habilidade de correr, já que, normalmente, você só consegue andar no game. Já para o rastreador as melhorias vão desde um coldre para aumentar a agilidade de uso do mesmo, até um laser que pode queimar objetos pelo cenário. Todas essas melhorias fazem uma diferença notável no seu objetivo de procurar e derrotar os aracnídeos. 

Em cada missão você terá certas tarefas para realizar caso queira fazer o 100% do game, e é tudo bem divertido. As mesmas vão desde coletar as melhorias, armamentos e pilhas, até alguns objetivos, que dão um ar mais desafiador ao game. Esses objetivos variam de acordo com cada fase, indo desde derrotar uma aranha de alguma forma específica, até mesmo explodir e destruir certas partes dos cenários, e no fim todos acabam sendo bem divertidos. 

Matar uma aranha às vezes pode dar um pouquinho de trabalho…

Essa variedade que o game possui pode ser notada até mesmo no seu ponto principal, as aranhas. A cada fase temos que derrotar novos tipos de aracnídeos, indo desde aranhas explosivas até radioativas, e todas são muitos bacanas em suas habilidades para “atrapalhar” o jogador, já que, acredite, nem sempre será fácil derrotar certas aranhas., e você pode se embabacar todo.

O game possui nove fases no total, mas ao terminar, ficarei sem nada para fazer? De forma alguma! Caso você não tenha realizado as tarefas secundárias, após finalizar Kill It With Fire será um ótimo momentos para realizar as mesmas. Outro ponto muito bacana e que pode agradar os “trophy hunters” é que a os troféus/conquistas são de certa forma simples, fazendo com que a tarefa de conseguir os mesmos não seja algo chato ou desafiador até demais. Mas e após realizar tudo isso, o que fazer? Simples, sair rejogando as fases e tentando derrotar ainda mais aranhas é algo que não fica enjoativo, já que, com um bom arsenal, você possui um vasto leque de opções do que fazer. 

Nos quesitos gráficos, Kill It With Fire não tenta ser nem um pouco realista, entregando visuais mais cartunescos muito bonitos, e devo dizer que essa foi a escolha ideal, justamente pela sua temática diferenciada e até mesmo cômica. A jogabilidade também é muito boa. No início pode até parecer um pouco difícil acertar a mira nas aranhas, mas é só questão de tempo até você pegar o jeito. Já a trilha sonora é um dos pontos mais simples do game, mas acredite, nos momentos em que a mesma se faz mais presente, ela é muito boa e combina com o que está acontecendo. 

Hasta la vista, baby!

Mas é claro que nem tudo são flores, e Kill It With Fire possui seus problemas. Em diversos momentos as aranhas simplesmente paravam em um limbo, consequentemente sumindo. Isso acabava atrapalhando, e até me obrigou a reiniciar uma missão em um certo momento, já que não havia mais nenhuma aranha no cenário em que eu estava. Já em outro momento o game simplesmente crashou com um barulho que chegou ao ponto de incomodar, me obrigando a reiniciar o game. 

 Veredito 

Kill It With Fire foi uma surpresa muito positiva para mim. Eu já imaginava que o game seria divertido por conta de sua proposta diferenciada, mas ao começar a jogar o mesmo, percebi que era ainda mais do que eu estava esperando. Com uma boa variedade de tarefas para serem realizadas, de aranhas pelas diferentes missões e até mesmo um bom arsenal, o game é uma boa pedida para quem está procurando algo diferenciado, mas que renderá bons momentos de diversão.  O game está disponível para PC, Xbox One, PlayStation 4, Nintendo Switch e Android.

Pros

  • Missões bem variadas e divertidas 
  • Boa diversidade de armamentos e melhorias 
  • Gráficos cartunescos muito bonitos 
  • Jogabilidade simples  
  • Fator replay  

Contras

  • Vez ou outra as aranhas podem desaparecer 
  • Torça para seu jogo não crashar igual o meu…

Comment here