Análises

Final Fantasy VI Pixel Remaster

8
Bora dar o Suplex no Ghost Train!

Assim como os outros Pixel Remasters, a Square-Enix mandou bem mais uma vez com este grande clássico.

Final Fantasy VI Pixel Remaster é uma grande pedida para quem não jogou o original no Super Nintendo ou nos remakes que foram lançados ao longo dos anos, particularmente uma obra prima revivida e disponível para todos que querem experimentar um Final Fantasy com uma temática mais séria.

Disponível para a plataforma Steam, iOs e Android. Final Fantasy VI é desenvolvido e distribuído pela Square-Enix

Essa versão Pixel Remaster é de fato a versão definitiva do game para ser jogado. Além da alta resolução nativa, o jogo agora está em um belíssimo aspecto 19:6 com um retrabalho no visual fenomenal nas dungeons, sprites e até nas animações de batalha.

Clássico Worldmap usando Mode 7 está presente.

Importante enfatizar que as cenas como o da ópera que agora conta com um vocal em diversas línguas ou do carrinho de serviço da fábrica ficaram bem bacanas também, aliados a uma trilha sonora retrabalhada composta e assistida pelo mestre Nobuo Uematsu que ficou maneiro igual, kudos para os temas de batalha principalmente.

O sistema de batalha continua bem divertido.

Curtir um game que já era bom, ficou ainda melhor. O jogo conta também com uma revisão dos textos que o torna mais semelhante com o script original japonês, corrigindo também diálogos que ficaram um pouco desconexos no original, o que não trás uma experiência completamente diferente para quem já jogou, mas para quem é fã do jogo certamente vai notar essas mudanças que vieram pra deixar tudo mais bonito.

Chefes cômicos como Ultros dão o ar de sua graça.

O sistema de batalha permanece o mesmo, porém agora o quesito de qualidade de vida melhorou consideravelmente, principalmente para quem tinha dificuldade de executar os golpes com o Sabin, sendo que agora mostra os comandos sendo apertados na tela a medida que vamos fazendo-os no controle, além dos menus que ficaram mais limpos e organizados também.

Galera pronta para enfrentar Kefka.

Muitos dos bugs clássicos foram arrumados nesta revisão, mas já haviam sido feitos anteriormente, é uma pena que não dá para abusar um pouco mais disso para dar aquela auxiliada num possível speedrun.

A cena da Opera de Celes está divina, com vocais em diversos idiomas.

Sendo essa uma aventura atemporal, Final Fantasy VI é uma recomendação pessoal minha já que está dentre os melhores jogos da franquia, sem dúvidas. Para quem quer reviver este grande clássico, fica aí a dica para quem curtir mais um game de peso.

Pros
  • Revisão dos textos
  • Cena da ópera ficou linda
  • Batalha melhorada com algumas facilidades
  • Enredo continua bom como sempre
  • Personagens e vilões bem construídos
Cons
  • Não está disponível nas principais plataformas de jogos
  • Sem extras especiais da versão 
David Signorelli
Últimos posts por David Signorelli (exibir todos)