Jump to content

SHURATO

Membros
  • Content Count

    2,028
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    3

Everything posted by SHURATO

  1. SHURATO

    O que você está jogando ultimamente?

    Feito! Tales realmente fica muito legal em multiplayer. Sobre diablo, acho que não tem crossplay não.
  2. N & E Quem comprou a edição cagada com o peso de papel de 100 obamas vai ganhar alguma compensação? Mas a pergunta mais importante é: Com o preço igualado, que desculpa e-gamer vai usar pra justificar a lanterninha nas vendas? Vai insistir no número de países com suporte oficial, ou vai inventar outra?
  3. SHURATO

    O que você está jogando ultimamente?

    On topic: E continuo no diablo 3. Porra, quem disse que a expansão deixou "outro jogo" não exagerou. Realmente ficou muito bom, a blizzard arrumou tudo que tava ruim no jogo. Virou jogão! @LEIGA - O REI KARLA porque ainda não comprou? Quando acabar empresta pro brother aqui na camaradagem.
  4. SHURATO

    O que você está jogando ultimamente?

    Cities of Tomorrow é expansão? O jogo ficou melhor? Joguei o SimCity que saiu em 2013 (odeio quando tiram subtítulos) e enjoei rápido. Depois que comecei a entender como o jogo funciona virou mais uma questão de "como exploitar as mecânicas ridiculamente mal feitas desse simulador pra que a minha cidade funcione" do que "como projetar uma boa cidade". Como o jogo internamente funciona de uma maneira muito contra intuitiva, em muitas situações aplicar o bom senso acaba te levando pro lado contrário de uma boa cidade.
  5. SHURATO

    O que você está jogando ultimamente?

    AUHAUHAUHAUAHUAHUAHAUHAUHAHUAHUAHAUHAUHAUHAUHAUAHUAHUAHAU Só que Não. Pokémon nem comento. O 1 é o melhor da série de longe. Acho um jogo muito bom. E acho o 2 o pior da série. Passaria longe dele se fosse você. Boa sorte. O aumento enorme da base de vendas e consequentemente da procura pelas melhores cartas antigas inflacionou muito os preços pra montar um deck constructed nos últimos anos, especialmente dos formatos "eternos". Hoje é normal um deck top tier standard custar esses 1000 reais, e Legacy chega aos 8k obamas fácil. O formato extended não "existe" mais (se quiser você até pode jogar, mas não é mais suportado na forma de campeonatos e efetivamente morreu mesmo). By the way, falar que só legacy e extended ainda tem bastante inovação foi bostejo puro. O que ocorre é justamente o contrário. São exatamente os formatos mais afetados pela rotatividade de expansões legais (standard) que tem mais inovação.
  6. SHURATO

    O que você está jogando ultimamente?

    Voltei pro Diablo 3, me empolguei com a expansão. Edit: Comprei versão digital da expansão. Indo pelo site da blizzard, a única forma que tive de pagar com cartão com uma conta br é através de um site DinheiroMail... Comprei faz umas duas horas e até agora a battle.net ainda não reconheceu a compra. Que merda cara. A vantagem do digital é justamente a praticidade, mas colocando um serviço de pagamento de merda no meio isso se perde completamente. Devia ter feito uma conta americana e usado paypal. Edit 2: Tudo resolvido. Os jogos da blizzard podem não ser pra todo mundo, mas o suporte e serviço de atendimento ao usuário deles é realmente excelente. Dá de bucha.
  7. Ces tão hypando isso? Achei a terceira geração de pokémon bem fraca. Desempolguei na época e nem deu vontade de jogar a quarta. Podiam pular essa lindamente e ir direto pro rmk da Diamond/Pearl
  8. Total War é a melhor franquia da Sega mesmo. Pena que o auge da série já passou.
  9. SHURATO

    O que você está jogando ultimamente?

    Esse tópico me deu vontade de jogar TPS.
  10. Eu também adoro chefes, mas não acho que eles sejam essenciais. Analisando imparcialmente, eu vejo chefes essencialmente como um elemento de game design com o objetivo de inserir um momento de tensão e desafio maior em pontos específicos do jogo (muitas vezes associado a um clímax da narrativa). Em muitos casos isso fica muito legal. Só que: - Não é todo jogo que quer ter esse tipo de momento. - Existem outras formas de se evocar esse tipo de emoção, que dependendo do caso podem até ser mais adequadas do que chefes. Não vejo motivo nenhum pra um designer se limitar e usar sempre o recurso "chefes" pra tentar conseguir isso. Se conseguir implementar outras ideias de um jeito que fique legal, ótimo. O que acho realmente ruim é quando o jogo tenta e falha em criar esse momento de tensão, ou não resolve o conflito central de maneira satisfatória. Daí é uma bosta mesmo.
  11. SHURATO

    O que você está jogando ultimamente?

    Mas comprou uns 3 desse, diga-se de passagem
  12. SHURATO

    O que você está jogando ultimamente?

    Que isso Wang. Estou pasmo com essa reação. Aguarde resposta mais completa de noite.
  13. SHURATO

    O que você está jogando ultimamente?

    Normal. Xenoblade Idem. Ambos tiveram menos de 20% de suas vendas no Japão. http://www.vgchartz.com/game/45870/ni-no-kuni-wrath-of-the-white-witch/ http://www.vgchartz.com/game/42966/xenoblade-chronicles/ Agora com certos títulos acontece o contrário: http://www.vgchartz.com/game/50483/atelier-meruru-alchemist-of-arland-3/ [troll] A verdade é que RPG bom não vende no Japão. [/troll] Arrumei
  14. SHURATO

    O que você está jogando ultimamente?

    Acabei Child of Light. Jogo lindo e divertido, porém curto e com história fraca. Não esperava mais que um visual bonito, mas o jogo me surpreendeu com boa trilha sonora e jogabilidade.
  15. Acabei esse fim de semana. Até "prateei" sem querer (o jogo só tem troféus de bronze e um de prata). Muito bom. Tive dificuldade na batalha final até perceber que . Não recomendo os DLCs. Trazem no máximo uma quest ridícula de 2 minutos e um personagem inútil. Fiquem longe a não ser que queiram muito um vestido mais bonito para a Aurora.
  16. SHURATO

    Topicão Dark Souls II

    Se invasões tão muito problemáticas entra pro covenant Way of Blue. Daí quando é invadido membros do Blue Sentinels podem ser invocados automaticamente pro seu mundo pra te ajudar.
  17. Comemora aniversário da série com pratos? LOL Jogo que é bom...
  18. Na real não, magos não precisam dançar ciranda.
  19. Olha, eu joguei de mago nas primeiras jogadas de Demons Souls e Dark Souls, e de knight em Dark Souls 2. O terceiro caso foi, de longe, o mais fácil. Não sei se o jogo que é mais fácil, eu que to melhor, ou o estilo de jogo de knight que é mais fácil. Na minha opinião, mago não é tão fácil no começo não. Pra ele dar dano tem que focar em int/faith cedo, só que daí não sobra pontos pra ter vida, stamina, etc. Então fica um glass cannon, o que deixa o jogo ainda mais unforgiving. Você mata tudo rápido, mas qualquer inimigo te mata em 1-2 hits também. O guerreiro dá menos dano, mas não tão menos assim, e pode se dar ao luxo de errar sem morrer na hora. Eu acho ele bem melhor pra quando você não conhece o jogo. Mas esse jogo tem respec, então não se preocupe taaanto com isso.
  20. Esqueci de mencionar: A parte de exploração ficou bem legal, principalmente porque o jogo tem uma movimentação bem livre e os cenários são lindos. O jogo em si é bem linear, mas tem vários itens e pequenas áreas meio escondidas com puzzles pra se achar.
  21. Acho que não faz muita diferença. Não tem nada comparável ao royalty do demons souls que começa com aquele anel lindo. Imagino que clérigo deve começar com algum milagre fraco e fé alta. Não acho que isso seja roubado, mas também nunca joguei com um pra ver. Não me enganas. ???????????????????
  22. To adorando. No campo artístico achei excelente (mas leve em conta que esse aspecto é bem subjetivo). É muito bonito e a trilha sonora é muito boa (onde se destaca o piano e a flauta). A jogabilidade também é muito boa. Claramente inspirado em RPGs clássicos com batalha em turnos, mas com algumas mudanças bem interessantes. O tempo de "espera" entre turnos de um personagem depende de um atributo de velocidade. Além da espera tem um cast time que depende da skill usada. Durante esse tempo se o personagem é atingido a ação é cancelada, mas o tempo de espera depois de ter sua ação cancelada é menor que o normal. É difícil de explicar, mas ficou bem legal. Como você tem a possibilidade de influenciar os tempos "lerdando" inimigos (gastando a energia de um "familiar" pra lerdar inimigos) você consegue, em certa medida, manipular a ordem dos turnos, o que adiciona um pouco mais de profundidade ao combate. O enredo é simples, bonitinho, e um pouco infantil. Nada excepcional, mas não faz mal também. TLDR: Bonito, feeling de jrpg clássico mas com inovações no sistema de combate. Dá de bucha em muito retail. Compra logo.
  23. Quanto ódio no coração
  24. Prevejo que se trata de conteúdo extra de versões para XONE/PS4 e vendido como DLC para PS360/PC.
  25. Também to jogando, e to gostando muito. Jogo lindo e divertido. Alucard tá viajando. To jogando no hard e é raro uma batalha que não seja contra boss durar mais de 1 minuto. Obviamente desabilitei battle intro e botei battle speed no máxima nas opções. No começo do jogo todos os inimigos morriam pra mim com 2-3 ataques... Acho que vou pegar os DLCs de quest. Se algum dos vestidos for muito fofo pego esse também
×