Jump to content
Ursozord

Sorteio vgBR: DARK SOULS III

Recommended Posts

VOCÊ ESTÁ PREPARADO?!

DS3.png

  • Quando e qual versão será sorteada?
    03 de ​Abril de 2016. Versão PC, Steam.
    http://store.steampowered.com/app/374320/?l=portuguese
  • Quem é aceito no sorteio?
    Usuários frequentes do fórum. Se você é novato, então participe mais no fórum. Faça parte da comunidade e assim que alcançar um bom número de postagens, sendo um agregador e não apenas alguém que busca confusão, você estará pronto para concorrer neste ou qualquer próximo sorteio!

    Usuários que promovem discussões ou clima ruim no fórum não serão aceitos. Seja um agregador e uma pessoa de bom coração e não uma pessoa chata com os outros.
  • Como concorrer?
    Descreva um novo e terrível personagem que você adicionaria ao jogo para tornar a aventura ainda mais legal ou infernal (SE DESEJAR e para enfatizar, então coloque também uma imagem do monstro. Seja desenhada ou pega da internet. Você escolhe).

    Subitamente um Imp aparece do nada e rouba os itens do jogador enquanto grita "Perdeu Playboy!!", um NPC que passa o jogo como aliado apenas esperando o momento certo para lhe chutar de um precipício ou até mesmo um buraco-que-se-move... afim que você caia dentro! A imaginação é o limite e até mesmo Dilma pode dar as caras na mais louca criação que você possa imaginar!

    A resposta mais curtida (pelo sistema de Curtida de postagens do fórum) ganha!

    Boa sorte, meus queridos!
Edited by Ursozord
  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meu personagem está abaixo e não quero competir com ele, apenas deixá-lo registrado aqui.

Você tem um site de games e um usuário gente finíssima aparece e resolve agitar a comunidade por conta própria e dar prêmios sem ganhar nada com isso. Ele é o Ursozord e é um cara foda. Que bom seria se mais usuários fossem que nem ele.

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

então coloque também uma imagem do monstro. Seja desenhada ou pega da internet. Você escolhe

eu ia postar a foto de gaspar.... mas tbm nõ quero participar :mua:

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não é bem um sorteio né :mua:

Mas iniciativa linda Ursão, só não participo porque meu PC da Dilma não roda nem Skype.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu adicionaria um Boss ao jogo que iria se chamar Gank, The Great Lord of Motherfuckers, então Anão, RhaZo e Fermac invadiriam o mundo do jogador e trariam uma experiência maravilhosa como essas abaixo para os jogadores do mundo todo:

Edited by RhaZo
  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Escondido eu seu covil um antigo sitio que outrora possuia lindos pastos e um belo lago, hoje se tornou um local de decadencia e podridão, meu personagem se chama Alul, é um Ogro corcunda, barbudo com 9 dedos, usando uma pesada armadura, usa como "arma" seus "minion", sua principal skill é usar seu battlecry "Não sei de nada..." usando isso seus minions o cercam e ele fica invulneravel, para destrui-lo você deve visitar 13 localidades diferentes , e destruir cada um de seus artefatos que fazem com que ele perca seus minions protetores.

Porem não será uma tarefa fácil uma vez que todos os seus minions posseum algum tipo de imunidade que muda de acordo com a ocasião.

Hora eles mudam de forma, hora eles mudam de lugar e até mesmo de covenant (sim eles estão filiados a uma covenant a "Irmandade da Estrela vermelha") sua trefa não sera nada fácil jovem gerreiro.

Edit: dei uma arrumada nos erros :mua: e @@Ursozord é lindo.

Edited by shadowriderX
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meu personagem se chama Dark Clody Batoré

Ele é um NPC da classe wanderer, ele te ajuda caso você dê bebidas a ele (De preferência Original ou Itaipava) mas ele também atrapalha muito caso sua quest tenha que terminar cedo, pois ele é SEMPRE o último a sair das quests, bebendo e comendo tudo que vê pela frente.

Dark Clody Batoré lembra um Gorila meio Jhonny Bravo, saca? Troncão e perninha, ele tem o super poder de fazer amigos, e graças a ele que o meu jogador consegue conquistar muitos objetivos.

Ele pode ser confundido como vilão por muitos, mas ele tem um bom coração e é sempre uma boa companhia nas tavernas do reino!

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu tenho o chefe final do jogo

moacyr_620x467.jpg

E ele ataca em dupla com Rhazo ainda :mua:

Alias viram o preço da versão deluxe na live? 350 reais

image.jpg

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu colocaria um monstro que raramente é usado em qualquer campanha de RPG que seja, devido a apelação dessa criatura. Eu porém, utilizei ele em uma campanha de Tormenta que durava 2 anos e meio e serviu como penúltimo chefe antes de encerrar a história. O dito cujo foi destruído após matar mais da metade do grupo, quando um dos heróis "recuou estrategicamente" para voltar ao airship caríssimo do grupo e derrubar em cima da criatura. Foi muito custoso pagar pelas ressurreições e a perda do veículo, mas no final das contas, deu pra reviver todo mundo e tirar satisfações com a minha última vilã, uma Clériga da Morte. O monstro a que me refiro é o...

Hecantocheires

7f5P5vl.jpg

O Hecantocheires é uma criatura gigante do tamanho de um titã, com cinquenta cabeças e cem braços, capaz de empunhar armas largas ou rochas em cada mão. Devido a forma de seu corpo, ele é incapaz de fazer todos os seus ataques contra uma criatura de tamanho humano, mas um inimigo gigante como um draco não seria poupado. O Hecantocheires é resistente à maioria das magias e é impossível se esconder dele, já que pode enxergar o invisível e tem extrema capacidade de detecção visual e sonora. No entanto, possui fraqueza contra armas encantadas com milagres e o sangue de Deuses.

Definitivamente, seria um desafio a ser enfrentado apenas por aqueles que almejam tomar o lugar dos Deuses, visto que o Hecantocheires é um matador de divindades. Um DLC com restrições para ser alcançado, exigindo vencer todos os chefes, incluindo os opcionais.

Edited by Sailor Paladina
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Passei só pra falar de coração que Ursão é uma alma abençoada <3

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

@@Cerial: Obrigado, meu querido. Todos nós somos abençoados. :drool2: Mas participe por brincadeira mesmo, imagine um bichão bem cabuloso que seria engraçado ou cruel de se ter no jogo. Exemplo: A pessoa acha uma escada e vai subindo... para subitamente ficar preso, ser puxado e mastigado! A escada era falsa, um mimico!

b074a0450c690cf46a1cd9328dfe87a8.jpg

Edited by Ursozord
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

@@Cerial: Obrigado, meu querido. Todos nós somos abençoados. :drool2: Mas participe por brincadeira mesmo, imagine um bichão bem cabuloso que seria engraçado ou cruel de se ter no jogo. Exemplo: A pessoa acha uma escada e vai subindo... para subitamente ficar preso, ser puxado e mastigado! A escada era falsa, um mimico!

b074a0450c690cf46a1cd9328dfe87a8.jpg

Cacete que inimigo foda! Vou usar em alguma campanha de D&D!

O Ricko tá ganhando com aquele post de um político? Nem sei quem é... :(

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vou escrever a cena do encontro e como eu imagino a criatura.





"O corredor terminava em uma imensa caverna oval, iluminada pelos archotes presos à parede. Parou debaixo do arco de entrada e ergueu sua tocha para ajudá-lo a enxergar melhor. Um estreito caminho pavimentado a sua frente levava ao centro da sala, onde alguns degraus se erguiam em direção a uma plataforma redonda, feita das mesmas pedras azuladas das paredes. Nas extremidades dessa plataforma, quatro pilares de pedra se erguiam até a abóbada da caverna, perdendo-se na escuridão. As pilastras, assim como as paredes eram feitas da mesma pedra azulada e brilhante devido aos veios de água que escorriam do teto e preenchiam os vãos das pedras. As luzes dos archotes nas paredes deixavam a caverna com um aspecto amarronzado e aumentava a sensação de podridão daquele lugar. O ruído contínuo de água escorrendo mais incomodava do que acalmava. Talvez fosse o eco, ou talvez fosse a insistente sensação de que havia algo de errado com aquele lugar.


E pela certeza de que ele não deveria estar ali.


Ignorando seus instintos, ele caminhou pelo caminho pavimentado e parou em frente aos degraus. Alguma coisa o impedia de continuar. Virou-se de costas e começou a voltar até o arco de entrada. Ao tentar atravessá-lo, sentiu algo pesado batendo no peitoral de sua armadura e arremessando-o longe, vindo a bater de costas contra a pequena escadaria. Sentiu-se tonto quando seu elmo bateu contra as pedras e certamente estaria morto caso sua nuca não estivesse protegida por aço élfico. Assim que sua visão voltou ao normal, viu que não havia ninguém ali. Caminhou novamente até o arco de entrada da caverna mas parou antes de atravessá-la. Fechou os olhos. Podia sentir uma presença maligna ali. Deu um passo a frente.


Dessa vez o golpe veio acompanhado de um rugido.


Quando se pôs de joelho após a nova queda, sentiu o gosto acre de sangue na boca. Estava de alguma forma preso naquea sala. Algo o impedia de sair. Voltou-se em direção a escadaria e resolveu subir os degraus até a plataforma. Não que tivesse qualquer outra escolha. No centro da plataforma havia uma fogueira acesa, com a chama baixa, porém brilhante, e aquecia o centro do disco de pedra. Uma espada estava cravada no braseiro e um livro aberto estava caído perto de uma ossada humana enrolada em panos puídos pelo tempo.


Contra toda a razão, pegou o livro na mão e olhou seu verso. O livro era feito de uma espécie de couro, e no centro havia um símbolo familiar. Tratava-se de escrita arcana feita com sangue, e brilhava de forma sobrenatural. Analisou a página em que o livro se encontrava, tentando obter sentido de alguma coisa. Parecia descrever um tipo de ritual de invocação. Parou de repente em uma das páginas e sentiu um frio percorrer sua espinha. Em questão de segundos, tudo fez sentido. Tirou apressadamente a espada de sua bainha no mesmo momento que ouviu uma risada metálica ecoar na caverna. Olhou para cima e percebeu quando a criatura desceu lentamente por um dos pilares. Tinha o formato de uma mulher idosa da cintura para cima, com a pele rugosa e mais grossa que o normal. No lugar de pernas, diversos tentáculos grossos se entrelaçavam e agarravam a pilastra como ventosas. Na ponta de alguns desses tentáculos, bocas enormes e cheias de dentes pontiagudos mordiam o ar como que em busca e alguma presa desavisada. Seu pescoço era alongado, fibroso, diversas vezes maior do que o normal. A língua comprida e bifurcada balançava enquanto descia lentamente e os olhos injetados e amarelos brilhavam de forma assustadora. Possuía um machado em uma das mãos e garras escuras e compridas como turmalinas negras. Quando falou, parecia que dezenas de mulheres com dor falassem ao mesmo tempo.


- Et hic habet clausurae! - sibilou a criatura.


Ele ergueu a espada em sua direção e ela parou repentinamente. Saltou de uma pilastra para a outra, e para a outra, e parou de frente para ele, à altura de seus olhos. Ela possuía um cheiro adocicado, que lembrava cânfora.


- Afaste-se de mim, criatura abominável.


- Non eam pugnam... Nequiquam resistentia tua est!


- Afaste-se ou acabarei com sua vida.


- Non refert. Non est iam in motu. Tu clavis!


O brilho da espada gerou um rastro violeta no ar quando a runa incandescente se ativou.

O golpe acertou em cheio no pescoço e separou a cabeça do corpo. Um grito metálico fez seus ouvidos doerem. O sangue escorreu pela pilastra e pintou o chão de vermelhor quando ela caiu no chão com um estampido rouco. Ele escorreu até tocar o fogo do braseiro e a chama tornou-se esverdeada, pintando a caverna. Pegou o livro novamente do chão e foi direto para as últimas páginas. Precisava saber o nome da criatura invocada.


A fogueira então explodiu em chamas e o arremessou para trás, e ele caiu de costas no chão, já fora da plataforma. Ouviu um rugido igual ao que ouvira quando tentou ir embora pela segunda vez. A chama da fogueira se ergueu até o teto da caverna e ele pode ver os símbolos cravados na pedra. Eram dois. Notou que as pilastras começaram a apresentar um contorno avermelhado e viu que o sangue da criatura estava como que escorrendo por entre os vãos da pedra em direção ao teto. Diretamente para os símbolos. Eles brilharam vermelho quando os espaços foram preenchidos. A chama da fogueira então diminuiu um pouco sua altura e tornou-se mais larga. Uma sombra negra, como um olho piscante surgiu do centro. Ele se abriu e viu quando uma espécie de braço enervado surgiu pela abertura. Como se uma pessoa sem pele atravessasse aquele portal. Possuía nervuras por todo o corpo, como um tronco velho de árvore, mas havia veias por entre as nervuras. Um liquido viscoso escorria incessantemente por entre os músculos volumosos da criatura que ia surgindo. Depois duas patas surgiram, com cascos semelhantes a de um bode, e um chifre imenso e retorcido apontou para fora do portal. O rosto de criatura era metade bode e metade humana, mas não de forma igualitária. A parte bode possuía olhos humanos e vice-versa. A boca possuia intervalos de dentes de ambas as criaturas, misturados entre si. Ela entou olhou para ele e seus olhos ocos verteram sangue. A boca abriu em um ângulo impossível e o rugido fez estremecer a caverna e qualquer esperança de vitória abandonar sua alma.


O nome da criatura era T'uhndr'oo.

Ela é o que acontece quando tudo que te odeia tem um filho com tudo que pode te matar.


Edited by Overload
  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

Rapaz... RAPAZ!!! Adorei cada segundo da aventura, @@Overload!!! Já pensou em criar um tópico aventura-jogo assim aqui no fórum? Adorei seu poste d++!! :xonado2::xonado2::xonado2:

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×