Jump to content
vgBR - Videogames Brasil
Hello Kitty

O que você está jogando ultimamente?

Recommended Posts

Dá vontade de baixar emulador pra tentar rodar esse Zelda, de tanto que falam que é bom. Não vou comprar um console só pra isso.

 

Pior que, de certa forma, Ocarina of Time seria Sandbox, não (apesar do mapa pequeno)? 

Edited by Billy Lee Black

Share this post


Link to post
Share on other sites
53 minutos atrás, Billy Lee Black disse:

 

E vocês ainda morrem de elogios pelo Witcher 3. 

 

Sandbox é um dos maiores cânceres dessa geração :(

 

Apesar de concordar com a crítica a sandboxes, nego morre de elogios por Witcher 3 pq é um jogão do caralho, um dos melhores sandboxes ever. Quer criticar algo por essa mecânica de quests genéricas, critique o modelo sandbox da Bethesda que é mais próximo a isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites
35 minutos atrás, Cerial disse:

 

Apesar de concordar com a crítica a sandboxes, nego morre de elogios por Witcher 3 pq é um jogão do caralho, um dos melhores sandboxes ever. Quer criticar algo por essa mecânica de quests genéricas, critique o modelo sandbox da Bethesda que é mais próximo a isso.

 

Velho, vocês podem elogiar o que for, que o Witcher 3 me deu a mesma sensação de qualquer outro sandbox que joguei com relação as quests: repetitividade.

 

Era quase sempre a mesma coisa: vá até A, ligue a visão do Batman, siga um rastro até B, entregue o resultado da quest. No meio disso, mudava-se apenas o texto de cada uma e alguns detalhes, ou apenas a quantidade de voltas que você tinha que dar pra fechar a quest.

 

Volto a dizer que conto nos dedos as quests que foram realmente interessantes. O resto foi só encheção de linguiça e chato como todo sandbox que joguei.

Edited by Billy Lee Black
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Questão de ponto de vista, chapa Billy. Mas não é uma crítica objetiva, as quests de Witcher 3 são bem mais variadas e imprevisíveis do que a da maioria dos sandboxes, inclusive do que as de FFXV, que vc elogiou. Elas podem ter te incomodado mais pelo jogo não fazer o seu estilo mas Witcher 3 passa longe de ser um dos principais culpados na lista de sandboxes com sidequests repetitivas e genéricas. Passe longe de Skyrim ou Xenoblade Chronicles X se vc acha Witcher 3 repetitivo ou genérico nas sidequests ahahah

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, Libraink disse:

Sandbox precisa ser assim? To desanimando.

Na verdade, creio que seja por conta de que todos os jogos de hoje estão nessa onda de mundo aberto.

 

Daí, por mais que o jogo seja bom como Shadow of War ou Witcher 3, dependendo da época que você joga, acaba ficando de saco cheio.

 

3 horas atrás, Billy Lee Black disse:

 

E vocês ainda morrem de elogios pelo Witcher 3. 

 

Sandbox é um dos maiores cânceres dessa geração :(

Vc parece @WangTang com essa implicanciazinha

Share this post


Link to post
Share on other sites

Deixa o cara, ninguém merece ser crucificado só porque não gostou de um jogo hypado.

 

FF tem quest merda.

Witcher tb

 

Querem quest boa? Legend of Heroes.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mesma coisa. Pega item e leva pra alguém, mate Mobs (acho que tem umas 2 que podem ser considerados bosses).

Não adianta, esse excesso de sidequest não funciona, nego acha que ta tendo conteúdo mas ta igual barata tonta indo de um lado pro outro sem muito propósito.

 

Acho que o último jogo que tinha sidequests diferentes, úteis para progressão do personagem ou com algum side story legal foi Shadow Hearts no PS2.

GoW é legalzim mais pelas lutas e umas duas maiores que adicionam bastante pro lore do universo.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, WangTang disse:

FF tem quest merda.

Witcher tb

 

Querem quest boa? Legend of Heroes.

 

 

Pelo menos TiTS não tem quests melhores que The Witcher 3 não. Não são ruins, aliás, lembram muito as de Witcher por sempre terem uma história por trás e muitas vezes com algum twist envolvido. Mas em TiTS elas são bem curtas e simples, lembro que eu fiz todas as sidequests de Ruan em mais ou menos uma meia hora, tempo em que eu faria umas 2 quests de Witcher 3. Alem delas serem lineares né, muitas sidequests de Witcher 3 tem decisões a serem feitas que mudam o rumo da história.

 

Único jogo que eu joguei com sidequests melhores que Witcher 3 foi Breath of the Wild em si, e justamente pq o jogo não te fala diretamente o que fazer.

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, Cerial disse:

 

Pelo menos TiTS não tem quests melhores que The Witcher 3 não. Não são ruins, aliás, lembram muito as de Witcher por sempre terem uma história por trás e muitas vezes com algum twist envolvido. Mas em TiTS elas são bem curtas e simples, lembro que eu fiz todas as sidequests de Ruan em mais ou menos uma meia hora, tempo em que eu faria umas 2 quests de Witcher 3. Alem delas serem lineares né?

Mas isso @WangTang e @Billy Lee Black não vão falar sabe porquê?

 

Porque eles simplesmente gostaram de TiTS e não gostaram de Witcher 3. Simples de entender né?

 

Agora os caras ficam arrumando 1001 teses de doutorado dos motivos pelos quais Witcher 3 é uma merda e blá blá blá.... 

6 horas atrás, Cerial disse:

justamente pq o jogo não te fala diretamente o que fazer.

Deus! Isso deve ser insuportável.

 

Até hj lembro da chave do Forest Temple na árvore ANTES da entrada do templo.

 

Coisa de designer FDP!

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 horas atrás, Cerial disse:

Questão de ponto de vista, chapa Billy. Mas não é uma crítica objetiva, as quests de Witcher 3 são bem mais variadas e imprevisíveis do que a da maioria dos sandboxes, inclusive do que as de FFXV, que vc elogiou. Elas podem ter te incomodado mais pelo jogo não fazer o seu estilo mas Witcher 3 passa longe de ser um dos principais culpados na lista de sandboxes com sidequests repetitivas e genéricas. Passe longe de Skyrim ou Xenoblade Chronicles X se vc acha Witcher 3 repetitivo ou genérico nas sidequests ahahah

 

FFXV eu falei que gostei de fazer as hunts e só. E foi mais por causa do combate, e não por profundidade ou qualquer outra coisa da quest. O restante das quests do jogo são um lixo, muito piores que as do Witcher 3. Ignorei quase tudo na alta.

 

 

10 horas atrás, WangTang disse:

Deixa o cara, ninguém merece ser crucificado só porque não gostou de um jogo hypado.

 

FF tem quest merda.

Witcher tb

 

Querem quest boa? Legend of Heroes.

 

 

Aí forçou, Wang. TiTS tem sidequests bestas igual qualquer RPG. A diferença é que aqui o jogo não é sandbox e a quantidade de sidequests é muito menor e incomodam menos, simplesmente porque a developer não precisa encher o jogo de besteira pra justificar um mapa grande aberto.

 

32 minutos atrás, JD disse:

Mas isso @WangTang e @Billy Lee Black não vão falar sabe porquê?

 

Porque eles simplesmente gostaram de TiTS e não gostaram de Witcher 3. Simples de entender né?

 

 

Leia acima, seu tosco.

 

 

Acho que não teve um jogo sandbox que eu tenha realmente curtido nessa vida. Um que chegou perto foi o Elder's Scrolls Oblivion, mas o sandbox é legal só no começo, onde o mundo aparenta ser vivo: você é assaltado por bandidos no meio das estradas e outras coisas acontecem. Mas depois de poucas horas tudo começa a se repetir.

 

Mesma coisa no Dragon's Dogma. A primeira vez que você explora o mapa é lindo! Tiveram o cuidado de colocar eventos bem diferenciados em cada parte do mapa. Lembro até hoje de uma parte em que uns bandidos montavam uma armadilha pra te pegar e ficavam te atacando de forma estruturada.

 

Mas aí quando o jogo te força a passar pelo mesmo lugar novamente, você vê a merda que é. O MESMO EVENTO se repete sempre, kkkkkk.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Chapa Billy, se vc não gostar de The Witcher 3 e GTA5/RDR, desencana de open world que esses são a nata do gênero. Só dá uma chance pra Zelda pq realmente é um open world diferente mas desencana do gênero.

Share this post


Link to post
Share on other sites
18 minutos atrás, Cerial disse:

Chapa Billy, se vc não gostar de The Witcher 3 e GTA5/RDR, desencana de open world que esses são a nata do gênero. Só dá uma chance pra Zelda pq realmente é um open world diferente mas desencana do gênero.

 

RDR eu curti APESAR do sandbox. Mas eu odiei toda a parte sandbox de ficar viajando e fazendo as sidequests.

 

Eu arrisquei o Final Fantasy XV por ser Final Fantasy, mas eu acho que não arrisco outro sandbox não. Zelda eu nunca vou jogar, porque acho improvável comprar console daqui pra frente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Então larga do gênero chapa ahahah...sandbox era legal antigamente quando os jogos eram todos fechados e jogo aberto era raro, ainda lembro do tesão que era em Farcry 2, dar um cacete no jipe no meio da África, perder o controle pq um mameluco explodiu meu pneu, cair no rio, nadar até a margem e pegar o mesmo mameluco na faca pelas costas :mua:

 

Mas isso era naquela época né. Hoje em dia a escala já não é tão impressionante, e jogos mais detalhados já estão ficando mais interessantes.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sim, concordo. Quando era um ou outro jogo sandbox, era bem legal mesmo. Me divertia no GTA 1 só de ficar roubando carro e fazendo merda pra polícia vir atrás de mim.

 

O Elder's Scrolls Oblivion eu também lembro que me diverti bastante até certo ponto.

 

Mas essa explosão que fez tudo querer ser sandbox acabou com o gênero. Eu prefiro os Witchers 1 e 2 que não eram sandbox, prefiro o Fallout 2 que não é sandbox, prefiro FF7 que não é sandbox etc etc.

 

Foi bem desnecessário todos esses jogos terem se tornado sandbox. Final Fantasy é um jogo que sempre foi linear. Você tinha um mapa do mundo, mas numa escala pequena em que não era um parto viajar de A a B, e o jogo não tinha quests que te forçavam a ficar viajando. E quando tinham, geralmente eram mais pro final do jogo, quando você já tinha a nave pra viajar.

 

A proposta da história do FF XV é totalmente linear e teria sido bem melhor se não tivesse sido sandbox. Aqui o sandbox sequer casa bem com a história. Tipo, o reino do Noctis é destruído, seu pai é morto, e em vez do cara estar correndo pra resolver as coisas, tá andando pelo mapa matando bicho, tirando foto, coletando ingrediente pra comida etc etc.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 horas atrás, Vash disse:

Mesma coisa. Pega item e leva pra alguém, mate Mobs (acho que tem umas 2 que podem ser considerados bosses).

Não adianta, esse excesso de sidequest não funciona, nego acha que ta tendo conteúdo mas ta igual barata tonta indo de um lado pro outro sem muito propósito.

 

Acho que o último jogo que tinha sidequests diferentes, úteis para progressão do personagem ou com algum side story legal foi Shadow Hearts no PS2.

GoW é legalzim mais pelas lutas e umas duas maiores que adicionam bastante pro lore do universo.

 

Sabe q eu acho q isso é uma estratégia das empresas pra fazer a pessoa ficar lá hipnotizada. 

 

Mesmo no Witcher se vc somar a quantidade de horas de jogo q vc fica lá sem fazer PORRA nenhuma a não ser correr de um ponto ao outro deve dar uma quantidade considerável.

Isso pode não ser tão evidente em Witcher pot conta da música, da arte do jogo q distraem a pessoa.

 

Mas a tendência é que principalmente as pessoas mais das antigas sintam uma repetição exaustiva nesse tipo de jogo.

 

Vc pega jogos como Batman, Assassins Creed, Mass Effect, Final Fantasy, Witcher, etc, etc. jogos que seriam em tese de gêneros diferentes mas todos eles tem isso a exaustão.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu queria entender onde é que começou essa obsessão pelo jogo ter a maior duração possível. 

 

Os melhores RPGs tinham ali acho que uma média de umas 30 a 40h pra você terminar. E olhe lá. Zelda A Link to The Past e Ocarina of Time acho que eram até menos que 30h.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 minutos atrás, Libraink disse:

 

Sabe q eu acho q isso é uma estratégia das empresas pra fazer a pessoa ficar lá hipnotizada. 

 

Mesmo no Witcher se vc somar a quantidade de horas de jogo q vc fica lá sem fazer PORRA nenhuma a não ser correr de um ponto ao outro deve dar uma quantidade considerável.

Isso pode não ser tão evidente em Witcher pot conta da música, da arte do jogo q distraem a pessoa.

 

Mas a tendência é que principalmente as pessoas mais das antigas sintam uma repetição exaustiva nesse tipo de jogo.

 

Vc pega jogos como Batman, Assassins Creed, Mass Effect, Final Fantasy, Witcher, etc, etc. jogos que seriam em tese de gêneros diferentes mas todos eles tem isso a exaustão.

 

Complecionismo cara. Era legal ser complecionista até sandboxes aparecerem...não esqueço nunca de quando eu tava tentando fazer todas as sidequests da thieves guild em Skyrim (roube objeto x da pessoa y) e eventualmente me liguei que elas eram geradas automaticamente e não iam acabar nunca. Bicho, me deu vontade de vomitar ahahah :mua:

 

Ser complecionista hoje em dia não tem como não, ainda mais se for uma pessoa saudável com outros hobbies e atividades. Tem que filtrar bem os jogos e filtrar bem o que fazer nos jogos.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 minutos atrás, Cerial disse:

 

Complecionismo cara. Era legal ser complecionista até sandboxes aparecerem...não esqueço nunca de quando eu tava tentando fazer todas as sidequests da thieves guild em Skyrim (roube objeto x da pessoa y) e eventualmente me liguei que elas eram geradas automaticamente e não iam acabar nunca. Bicho, me deu vontade de vomitar ahahah :mua:

 

Ser complecionista hoje em dia não tem como não, ainda mais se for uma pessoa saudável com outros hobbies e atividades. Tem que filtrar bem os jogos e filtrar bem o que fazer nos jogos.

 

Realmente. Em Zelda o complecionismo era coletar todos os corações. No Illusion of Gaia era coletar as Soul Gems.

 

Em Final Fantasy 7 era vencer as weapons e conseguir o Chocobo Dourado e a materia Knights of The Round.

 

E só! Era muito pouca coisa. Hoje é uma infinidade de lixo de conteúdo que os jogos têm...

Edited by Billy Lee Black

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que eles entraram num piloto automático.

 

Espero que esse novo Red Dead seja diferente mas aposto q não. Esse tipo de ferramenta pra manter a pessoa no jogo sem fazer nada está diretamente vinculada com gráfico.

Mas a partir do momento que o gráfico perde a graça a pessoa vai começar a se chatear em ter que ficar fazendo tarefas sem nenhum sentido.

 

Eles fazem isso também pra poder incluir jogadores casuais q só querem ficar lá andando no mapa.

Share this post


Link to post
Share on other sites
37 minutos atrás, Libraink disse:

Esse tipo de ferramenta pra manter a pessoa no jogo sem fazer nada está diretamente vinculada com gráfico.

Mas a partir do momento que o gráfico perde a graça a pessoa vai começar a se chatear em ter que ficar fazendo tarefas sem nenhum sentido.

 

Não acho não...olha Minecraft por exemplo. Ou GTA5 - acho justamente o contrário, quando o jogo é bonito o suficiente e o gameplay é inventivo e criativo, vc não precisa prolongar o jogo artificialmente pq nego já joga bastante organicamente. Já quando o jogo é mais feinho é que vc tem que meter uma infinidade de objetivos e recompensas pro caboclo ficar garimpando.

 

A sua premissa de que a pessoa vai se chatear fazendo tarefas sem nenhum sentido só pq o jogo é feio tá bem errada, o que não falta na comunidade gamer é nego sem vida pra ficar garimpando lixo pra construir lixo e usar no seu personagem lixo. Aliás, os gêneros mais populares da atualidade (MMORPGs, MOBAs e Battle Royales) seguem essa fórmula à risca e são todos bem feinhos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nego esquece que antigamente os jogos tinham um escopo muito menor.

 

Witcher 3 por ex. é um que consegue ter o esmero de um jogo focado em um jobo aberto, e isso tem muito mais a ver com ambientação e não gráfico. Ambientação envolve muito mais coisa além de grafico. 

 

E Gta 5 não é prologando artificialmente até dizer chega. Boa parte das missões de GTA (e digo uns 90% mesmo, principalmente no sp) são "vá do ponto A ao ponto B, mate meia duzia, roube um negocio e volte ao ponto A". Eu andei me diverti no GTA online uns tempos atras onde você tem muito mais opções de conteúdo, porém grande maioria é tudo missão copy/paste e com um grind é absurdo. Maior que muito jogo F2P por ai.

 

ps: moba ou qlq outro e-sport da vida não tem nada a ver com o esquema de grindar que você colocaram. Não é porque você esta jogando em um único mapa de dota que o jogo é igual.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho que o sandbox estimula o design preguiçoso.

 

Em vez do cara raciocinar um mapa, pensando na ordem de aparição das I.A.s, numa evolução progressiva de inteligência artificial com desafios previstos numa espécie de diálogo com o jogador, meio que orquestrando o desafio, ele simplesmente larga um monte de inimigos no mapa sem nenhum propósito.

 

Isso não é escopo. Fico imaginando como seria um Mass Effect Andromeda onde o sandbox fosse usado só pra exploração de planetas mas tivessem áreas com cenários mais variados em termos de design, com desafios diferentes, algo que Zelda certamente tem. 

 

Mas não, o designer se preocupa tanto com a escala do jogo, projetando ambientes vastos que não sobra recurso pra pensar no jogo em si.

Embora tenha um gameplay bem superior aos outros no que tange a combate a estrutura das missões é simplesmente pavorosa, como qualquer sandbox, vc fica lá no mapa meia hora andando pra chegar no destino e não fazer porra nenhuma. Depois mais outra meia hora.. e mais outra.. e mais outra... aff

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, psg1 disse:

E Gta 5 não é prologando artificialmente até dizer chega. Boa parte das missões de GTA (e digo uns 90% mesmo, principalmente no sp) são "vá do ponto A ao ponto B, mate meia duzia, roube um negocio e volte ao ponto A". Eu andei me diverti no GTA online uns tempos atras onde você tem muito mais opções de conteúdo, porém grande maioria é tudo missão copy/paste e com um grind é absurdo. Maior que muito jogo F2P por ai.

 

ps: moba ou qlq outro e-sport da vida não tem nada a ver com o esquema de grindar que você colocaram. Não é porque você esta jogando em um único mapa de dota que o jogo é igual.

 

Meu ponto sobre GTA5 foi exatamente esse - o jogo é bonito mas não te enrola artificialmente, pq vc já joga o jogo organicamente.

 

E sobre moba, o que eu disse é que é um estilo de jogo graficamente feio que mantém o jogador interessado - ele não perde o interesse pq os gráficos são comparativamente ruins.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×